Terror no Inferno Verde

Flavio Barbosa Mavignier Colin

A Editora Pipoca & Nanquim orgulhosamente apresenta a antologia Terror no Inferno Verde, uma luxuosa edição que traz algumas das melhores histórias produzidas pelo aclamado quadrinista brasileiro.

R$89,90

Em estoque

• Formato 21 x28 cm
220 páginas em preto e branco
• Capa dura com verniz localizado
• Papel couchê de alta gramatura

Normalmente comprados juntos:

++
Preço total:   R$279,70
  • "[...] Colin era realmente um artista único. Seu traço característico, autoral, é marcante e seu domínio da narrativa, mesmo nas histórias mais curtas, é incrível. Sem dúvidas, nos encantamos principalmente pela forma como ele retrata paisagens e personagens brasileiros."
    Fora do Plástico
CONHEÇA MAIS

Uma verdadeira celebração aos quadrinhos nacionais e a um dos maiores mestres da nona arte: FLAVIO COLIN!

A Editora Pipoca & Nanquim orgulhosamente apresenta a antologia Terror no Inferno Verde, uma luxuosa edição que traz algumas das melhores histórias produzidas pelo aclamado quadrinista brasileiro.

Dono de um traço completamente único, Colin foi um desbravador do mercado nacional e, sem dúvida, um de seus principais expoentes. Ao longo de quase cinquenta anos de carreira, esse fabuloso artista encantou milhares de leitores em narrativas de diferentes gêneros, com destaque para o terror, suspense, romance histórico e erotismo, sempre com uma forte influência de temas tipicamente brasileiros.

Além da HQ que dá título ao volume, este também traz outros dos principais trabalhos do quadrinista, como Honorato, Já Leu Dickens?, Filho do Urso, O Caso dos Dez Negrinhos, Os Minatá-Karaiá, A Terceira Arca, Viu a Caveira?, O Passeio da Peste e Joaquim: o Magnífico; publicadas em diferentes períodos de sua prolífica jornada, em revistas fundamentais como, MAD, Spektro e Calafrio.

E, para contextualizar a vida de Colin e sua relação com os quadrinhos, Terror no Inferno Verde ainda conta com depoimentos de pessoas que foram influenciadas por ele, como o jornalista Francisco Ucha, o editor Franco de Rosa e o quadrinista Jefferson Costa.

Com 220 páginas em preto e branco, miolo em papel couchê de alta gramatura e capa dura com verniz localizado, este livro é um registro histórico da trajetória de um gênio dos quadrinhos nacionais!

SOBRE O AUTOR

Flavio Barbosa Mavignier Colin

Flavio Barbosa Mavignier Colin nasceu no Rio de Janeiro, em 1930. Seu primeiro emprego artístico foi na RGE, onde teve a oportunidade de trabalhar ao lado de muitos nomes célebres dos quadrinhos brasileiros. Nessa época, desenhou para as publicações X-9, Enciclopédia em Quadrinhos, Cavaleiro Negro e Águia Negra. No entanto, de fato, começou a chamar a atenção quando passou a ilustrar as HQs do Anjo, famoso personagem de rádio, na revista Aventuras do Anjo. Sucesso semelhante ele pôde experimentar como desenhista do título O Vigilante Rodoviário, nos anos 1960, já em São Paulo, na Editora Outubro. Lá mesmo, Colin teve contato com histórias de terror, o que abriu caminho para uma grande quantidade de trabalhos nessa linha. Defensor voraz dos quadrinhos nacionais, foi fundador da Cooperativa Editora de Trabalhos de Porto Alegre (CETPA), que publicava e distribuía HQs totalmente criadas no Brasil. Posteriormente, encontrou sustento na publicidade, o que propiciou passagens pela TV Rio e pela agência McCann-Erickson. Ao lado de Mauricio de Sousa, criou as tiras do personagem Vizunga. No fim da década de 1970, colaborou para as editoras Vecchi, Grafipar e Bloch, e a partir daí teve seu nome atrelado ao gênero terror para sempre. No fim dos anos 1980 e início dos 1990, fez história na Editora D-Arte, que publicava as revistas Calafrio e Mestres do Terror. Por volta desse período Flavio Colin se reinventou, enveredando-se por temas diversos e valendo-se de um traço aperfeiçoado pela experiência com a publicidade. Foi daí que surgiram A Guerra dos Farrapos e O Continente do Rio Grande. A partir da metade dos anos 1990, sua produção se concentrou em participações na revista MAD, os lançamentos dos quadrinhos Hotel do Terror, Estórias Gerais, Mulher-Diaba no Rastro de Lampião, O Boi das Aspas de Ouro, Fantasmagoriana, Fawcett, Mapinguari, O Curupira e Caraíba, alguns dos quais lançados após sua morte, ocorrida em 2002. Além de quadrinhos, sua grande paixão, Colin fazia ilustrações para livros didáticos e paradidáticos, esculturas e pinturas.    


Assista ao vídeo

Você também pode gostar de…