Os Mitos de Cthulhu

Esteban Maroto

Três célebres contos de horror cósmico de H.P. Lovecraft transformados em quadrinhos pelo artista espanhol Esteban Maroto. A atmosfera única concebida por seu traço e narrativa fazem essas histórias serem consideradas por muitos, até hoje, as melhores adaptações dos mitos de Cthulhu para a nona arte.

R$39,90

225 em estoque

• Formato 21 x 28 cm
• 92 páginas em preto e branco
• Capa dura com verniz localizado
• Miolo em papel couché brilho 150 g/m²

COMPLETE SUA COLEÇÃO

++
Price for all:   R$169,70
  • “Um artesão mestre, Lovecraft traz visões convincentes do medo impensável, mundos invisíveis e demônios do inconsciente. Se um autor realmente representa o melhor na literatura norte-americana de horror, é H.P. Lovecraft.”
    John Carpenter
  • “Não há dúvida de que H.P. Lovecraft ainda precisa ser superado como o maior criador de contos de horror clássico do século XX.”
    Stephen King
  • “É errado dizer que eu adoraria ser o roteirista de qualquer outra aventura que Esteban Maroto venha a desenhar no futuro?”
    Roy Thomas
  • “A ficção de Lovecraft é uma das pedras angulares do horror moderno.”
    Clive Barker
  • “H.P. Lovecraft escreveu sobre o indizível e aterrador horror cósmico. Esteban Maroto resolveu fazer o impossível e desenhar o indizível. Vale muito a pena ler este quadrinho pois é um trabalho de primeira grandeza.”
    Daniel Braga, Caverna do Caruso
  • “Prato cheio pra quem gosta de H.P. Lovecraft.”
    Tatiana Feltrin, Tiny Little Things
CONHEÇA MAIS

Os portais do nosso mundo foram abertos para que os terrores cósmicos nos invadam! E agora a humanidade se encontra indefesa e à mercê de toda sorte de criaturas pavorosas que se originaram nos pesadelos, dimensões alternativas e abismos sombrios que existem secretamente neste e em outros mundos.

Em Os Mitos de Cthulhu, somos apresentados a três dos contos mais celebrados do mestre do horror do século XX, H.P. Lovecraft, transformados em histórias em quadrinhos pelo incomparável artista espanhol Esteban Maroto (Cinco por Infinito, Espadas e Bruxas)! Desta união inominável, os clássicos “A Cidade Sem Nome”, “O Cerimonial” e “O Chamado de Cthulhu” ganharam novos contornos para assombrar ainda mais a nossa existência mortal.

Mesmo que mais de oitenta anos tenham se passado após sua morte, Lovecraft continua inigualável no gênero do horror, influenciando autores modernos como Alan Moore, Neil Gaiman e Stephen King; por sua vez, ao adaptar em imagens os textos de Lovecraft, Maroto prova de forma incontestável que tem um traço vigoroso e impressionantemente atemporal.

Por quase 40 anos, esta obra ficou praticamente perdida e envolta em casualidades dos mais diversos tipos, com suas histórias sendo publicadas de maneira fragmentada por diferentes editoras estrangeiras e sem o devido apreço, mas agora, finalmente, ela foi resgatada e chega ao Brasil em uma edição definitiva com 92 páginas, capa dura com verniz localizado e miolo em papel couché de alta gramatura.

Além das quadrinizações dos três contos, a edição traz introdução do artista José Villarrubia, que aponta com argumentos sólidos o motivo de as histórias de Maroto em volta do tema serem, até hoje, consideradas definitivas, textos extras do autor e do editor, notas explicativas e biografias.

SOBRE O AUTOR

Esteban Maroto

Iniciou sua carreira como quadrinista na década de 1960 na Espanha, e logo passou a colaborar com o mercado norte-americano em títulos
como Red Sonja, A Espada Selvagem de Conan e Savage Tales, da Marvel Comics.

Em 1967, começou a publicar a série que o consagrou no mundo todo, a ficção científica Cinco por Infinito. Em 1971, se uniu à equipe da editora Warren Publishing e trabalhou em revistas lendárias como Creepy, Eerie e Vampirella. Nesse período publicou sua Trilogia dos Bárbaros (Wolff, Dax e Korsar) em diferentes edições mundo afora, todas compiladas pela editora Pipoca & Nanquim no volume Espadas e Bruxas (2017).

Também trabalhou em títulos como Zatanna, Aquaman e The Atlantis Chronicles, para a DC Comics; Cadillacs and Dinosaurs e Lady Rawhide, para a Topps Comics; Brendon, para a Sergio Bonelli Editore; e publicou a coletânea Os Mitos de Cthulhu, adaptando os três primeiros contos de monstros de H.P. Lovecraft, e as graphic novels Red Sonja: The Ballad of the Red Goddess, com roteiro de Roy Thomas, e Nave Prisión, com roteiro de Bruce Jones.


Assista ao vídeo

Você também pode gostar de…