O Preço da Desonra: Kubidai Hikiukenin

Hiroshi Hirata

Alardeado no Japão como o maior autor de mangás de samurai, Hiroshi Hirata finalmente chega ao Brasil, com um de seus melhores trabalhos já publicados! Esta é a edição definitiva que reúne todas as clássicas histórias de Hanshiro, um ronin tomador de promissórias de vida.

• Formato 15,5 x 22 cm
• 396 páginas em preto e branco
• Capa cartão com sobrecapa com verniz em alto relevo
• Miolo em papel pólen bold 90 g/m²
• Acompanha marcador de página exclusivo

COMPLETE SUA COLEÇÃO

++
Price for all:   R$94,80
  • “Com várias camadas, cada trama garante uma surpresa diferente, e em todas os papéis de herói e vilão se confundem.”
    Gustavo Vícola, Mundo dos Super-Heróis
  • “O trabalho de Hiroshi Hirata era popular na Europa muito antes de ser traduzido para o inglês; no caso dele, talvez seja devido à sua obra incrivelmente minuciosa, que vai muito além do mangá ou mesmo dos comics, e a um nível de detalhes que é encontrado em quadrinhos franco-belgas.”
    Anime News Network
  • “Kubidai Hikiukenin ultrapassa os limites do mangá e sua narrativa do período do xogunato, ao evocar a força da corrupção causada pelo dinheiro e seu poder feroz sobre as corporações.”
    L’Humanité
  • “Como em outras ocasiões, Hirata nos oferece um trabalho de vigor raro; é melhor lê-lo em pequenas doses para apreciá-lo ao máximo (especialmente porque é denso). Uma leitura indispensável.”
    Manga-News.com
  • “Cada diálogo merece atenção, e de cada página emana o talento de Hirata para desenhar e imprimir gravidade às cenas.”
    Ticiano Osório, Jornal Zero Hora
  • “Se você gosta de histórias de samurais e quer ver mais do que o tradicional, esse mangá é uma ótima pedida.”
    Afro Nerd
  • “Com uma história abarrotada de ação, o mangá transmite com sensibilidade mensagens poderosas sobre guerra, ética e honra. Um mangá que recomendamos para todos aqueles que se encantam por uma narrativa ágil, aliada a uma precisão histórica sem igual.”
    Fora do Plástico
  • “Uma abordagem bem peculiar do Japão Feudal. Um universo muito interessante e vasto… A arte é um desbunde! Uma obra descomunal.”
    Audaci Junior, Confins do Universo: Destaques de 2019
CONHEÇA MAIS

Japão. Xogunato.

Em um determinado momento, as lutas travadas nos territórios em conflito começaram a ser negociadas e ganharam contornos econômicos, quando honra, tradição e glória foram substituídas pelo comércio puro e simples.

Por meio de barganhas firmadas no desenrolar de um combate de espadas em campo de batalha, o derrotado podia manter a cabeça sobre o pescoço… desde que pagasse a quantia certa para tanto!

O campo de batalha, onde o samurai podia viver plenamente de acordo com o Bushidô, o Caminho do Guerreiro, sofreu uma mudança irreparável no instante em que o resultado do combate passou a ser decidido por uma bolsa de dinheiro! E, ao aceitar as condições de uma realidade descaracterizada, agora regida pelas finanças e não pelo fio da lâmina, todos os envolvidos se lançaram a um novo tipo de jogo… do qual poucos emergiam da mesma forma que entravam.

Em O Preço da Desonra: Kubidai Hikiukenin, Hiroshi Hirata, o mestre do jidaigeki — como é conhecido o gênero que lida com dramas históricos no Japão — nos brinda com sete histórias ao mesmo tempo fascinantes e cruéis, capazes de transformar nossas percepções a respeito da mítica figura do samurai, a sociedade que o cercava e os ritos inerentes à época em que esses guerreiros atuaram de maneira mais significativa, e também apresenta um dos seus maiores personagens, o kubidai hikiukenin (tomador de promissórias) Hanshiro.

Um clássico gekigá dos anos 1970 revigorado em uma edição definitiva, completa, com o típico acabamento luxuoso da editora Pipoca & Nanquim, impressa em papel lux cream de alta gramatura, com encadernação colada e costurada para garantir o melhor manuseio e acabamento, capa cartão de alta gramatura, sobrecapa com reserva de verniz highprint, marcador de página exclusivo e posfácio do autor.

SOBRE O AUTOR

Hiroshi Hirata

Considerado uma lenda viva no Japão, Hirata nasceu em 1937 no distrito de Itabashi, em Tóquio. A carreira como desenhista teve início aos 21 anos, quando, após um encontro casual com um amigo dos tempos do ensino médio, Hirata, por motivos financeiros, se interessou pelos mangás e elaborou uma história de dezesseis páginas em apenas uma noite (Aizou Hissatsuken; “A Espada Mortal do Amor e do Ódio”, em tradução livre). Esse foi seu primeiro trabalho, que ele imediatamente conseguiu publicar, em 1958.

Seu estilo revela traços audaciosos e um grande conhecimento histórico de sua terra natal. Não por acaso, foram os gekigás, dramas com temática adulta e realista, que construíram sua trajetória. As tramas do autor costumam ser focadas nos menos favorecidos, que confrontam os interesses dos ricos e daqueles que detêm o poder.

Hirata foi o autor homenageado do Festival de Angoulême em 2009, na França, e em 2013 a Associação de Cartunistas do Japão concedeu a ele o prêmio MEXT (Ministério da Educação, da Cultura, dos Esportes, da Ciência e da Tecnologia do Japão).

Além de O Preço da Desonra: Kubidai Hikiukenin, publicado originalmente de 1971 a 1973, Hirata também é conhecido por diversas outras obras de samurai, sendo a principal delas a série Satsuma Gishiden (1978), e pela criação da caligrafia do título do mangá Akira, de Katsuhiro Otomo.

Calígrafo renomado, apaixonado pela esposa e vidrado em eletrônicos de todos os tipos, de rádios a computadores, Hiroshi Hirata faz parte de um seleto rol de autores cujos trabalhos se engrandecem mais e mais com a passagem do tempo.

Como conteúdo extra gratuito deste lançamento, foi disponibilizada aqui mesmo nesta página uma grande entrevista com Hiroshi Hirata, feita pelo editor japonês Kentaro Takekuma e traduzida por Drik Sada (mesma tradutora do mangá), que fala bastante sobre sua vida e obra, ilustrada com dezenas de fotos. Conheça mais profundamente esse mestre dos mangás simplesmente clicando no botão “entrevista” no topo desta página.


Assista ao vídeo

Você também pode gostar de…