O Diário do Chaves – Livro oficial de Roberto Bolaños

Roberto Goméz Bolaños

O Diário do Chaves, escrito em 1995 pelo criador do personagem, Roberto Gómez Bolaños, é o livro que encerra de forma brilhante a trajetória de uma das figuras mais amadas da televisão mundial.

R$49,90

Em estoque

• Formato 24 x 21 cm
• 172 páginas
• Capa dura
• Capa: Thobias Daneluz
• Tradução: Fabiana Camargo

Normalmente comprados juntos:

++
Preço total:   R$179,70
CONHEÇA MAIS

O Diário do Chaves, escrito em 1995 pelo criador do personagem, Roberto Gómez Bolaños, é o livro que encerra de forma brilhante a trajetória de uma das figuras mais amadas da televisão mundial.

Considerado canônico pelo Grupo Chespirito, a obra é um mergulho no divertido universo que Bolaños desenvolveu para o programa mexicano, cujas exibições tiveram início em 1972 e se estenderam até meados dos anos 1990, com direito à participação de Chiquinha, Quico, Seu Madruga, Dona Florinda, Professor Girafales, Senhor Barriga, Dona Clotilde e demais personagens, às voltas com os bordões e as confusões que tanto caíram nas graças do público brasileiro.

Tudo começa quando um menino pobre conhecido apenas como Chaves se oferece para engraxar os sapatos de um homem. Esse homem é ninguém mais, ninguém menos, que o próprio Bolaños. Por conta desse inusitado encontro, um surrado caderno cheio de anotações do garoto acaba nas mãos do autor, que, após se encantar com tudo o que ali estava relatado, decide publicar o material sob o título O Diário do Chaves. Por um breve e fantástico momento, o criador se viu frente a frente com sua criação, e, graças a isso, pôde lhe prestar a devida homenagem e deixar registrada sua emocionante despedida. 

Além de trazer a obra completa, com uma narrativa repleta de fatos inéditos a respeito da vida do Chavinho, como sua trajetória antes de chegar à vila do Seu Barriga, a edição da Pipoca & Nanquim também é um trabalho documental, pois apresenta diversos extras exclusivos. 

O livro inclui um lindo registro de Florinda Meza (esposa de Bolaños e intérprete de Dona Florinda e Pópis) sobre a trajetória meteórica do elenco original em apresentações pelo continente, um texto sobre toda a cronologia do seriado televisivo e sua repercussão no Brasil, um caderno de fotos repleto de curiosidades sobre os bastidores de produção, uma biografia do autor, capa dura com arte do brasileiro Thobias Daneluz, e mais: as ilustrações originais da obra, feitas à mão também por Roberto Gómez Bolaños.  

Uma publicação digna de constar na prateleira de todos os fãs de um dos melhores seriados humorísticos de todos os tempos.

SOBRE O AUTOR

Roberto Goméz Bolaños

Roberto Goméz Bolaños (1929-2014), também conhecido em sua terra natal como Chespirito, foi ator, cantor, compositor, poeta, desenhista, escritor, engenheiro, pintor, dramaturgo, publicitário, diretor e humorista. Criador de vários personagens, peças de teatro e esquetes que se tornaram célebres na televisão mexicana, é lembrado com carinho especialmente por Chaves e Chapolin, indubitavelmente seus maiores sucessos. Estes se transformaram em sinônimos de programas de comédia produzidos na América Latina tanto pelo forte apelo emocional junto aos espectadores quanto pelas reprises que tiveram ao longo dos anos, sempre conquistando novas gerações e mantendo as anteriores. Outras de suas criações incluem: Los Supergenios de La Mesa Cuadrada, Chespirito e Los Chifladitos.           


Assista ao vídeo

Você também pode gostar de…