Marada: A Mulher-Lobo

Chris Claremont & John Bolton

Edição de luxo que reúne todas as três histórias de Marada, a espadachim de cabelos prateados, com textos editoriais exclusivos e artes nunca antes publicadas. Repleta de batalhas sanguinolentas, pérfida magia, perdições sobrenaturais, terror e a mais pura maldade, esta é a visão definitiva da fantástica mulher guerreira!

R$54,90

824 em estoque

• Formato 22 x 30 cm
• 112 páginas coloridas
• Capa dura com verniz em alto relevo e corte trilateral dourado
• Miolo em papel couché brilho 150 g/m²

COMPLETE SUA COLEÇÃO

++
Price for all:   R$184,70
  • "Uma fantasia épica inspiradora e um banquete para os olhos."
    George R.R. Martin (Game of Thrones)
  • "Maravilhosa tanto no quesito arte quanto história, é realmente um épico inesquecível..."
    Geek Hard
  • "Climático, apaixonante e poderosamente evocativo, esse é um clássico da fantasia em quadrinhos..."
    Comics Review
CONHEÇA MAIS

“Marada Starhair… Nascida no tumultuoso século do surgimento de Cristo, quando Roma dava o adeus final à República e vivia os primeiros anos de seu Império…”

De Chris Claremont, autor best-seller do NY Times, grande arquiteto do mundo mutante da Marvel, responsável pela popularização dos X-Men, e aclamado roteirista de heróis como Wolverine e Quarteto Fantástico, e John Bolton, o celebrado artista de Livros da Magia, Sandman, Morcego Humano e Dracula: Prince of Darkness, chega uma verdadeira obra-prima da fantasia: Marada: A Mulher-Lobo!

Marada, a maior guerreira que o Império Romano já conheceu, cuja menção do nome faz até mesmo os homens mais corajosos tremerem, uma mulher capaz de derrubar impérios, jaz alquebrada, derrotada, entregue e indefesa. Quem ou o que teria sido capaz de dobrar os joelhos da espadachim dos cabelos prateados? Acompanhe os aliados da heroína desvendando as respostas para essa indagação, em meio a uma jornada épica de feitiçaria, barbarismo, guerras e traição.

Esta edição definitiva compila todas as três histórias da personagem, originalmente lançadas na revista Epic Illustrated, do clássico selo Marvel Epic, sendo que a terceira era inédita no Brasil, e acompanha extras exclusivos.

SOBRE OS AUTORES

Chris Claremont

Nascido no Reino Unido, a carreira de Chris Claremont se iniciou quando se tornou editor-assistente na Marvel Comics, em 1969, sob a batuta do lendário roteirista e editor Roy Thomas. Seu primeiro trabalho como escritor foi em Daredevil 102 (de agosto de 1973), e, um ano depois, já atuava no título mensal do Punho de Ferro.

Em 1975, Claremont recebeu a oferta de trabalhar regularmente no título dos X-Men, e o que se seguiu foi uma estadia de dezessete anos consecutivos (de 1976 a 1991) em Uncanny X-Men, durante o qual criou importantes eventos dos quadrinhos, como A Saga da Fênix Negra, Dias de um Futuro Esquecido e Deus Ama, o Homem Mata. Tais histórias levaram a popularidade dos X-Men a picos inéditos e promoveram a criação de famosos personagens, como Vampira, Mística, Emma Frost, Dentes-de-Sabre e Gambit. Outros grandes trabalhos de Claremont também foram vistos nas revistas do Quarteto Fantástico, Excalibur e Wolverine.

Ele também possui criações autorais, como Sovereign7, Wanderers, The Winter King (com o artista Philip Briones), e Dragão Negro e Marada: A Mulher-Lobo, ambas ao lado de John Bolton.

Já foi especulado que o nome de Chris Claremont apareceu em mais de quinhentos milhões de revistas em quadrinhos vendidas no mundo todo.


John Bolton

A carreira de John Bolton se iniciou na revista inglesa Look-In, no começo dos anos 1970. Logo depois, desenhou adaptações de clássicos do cinema como Dracula: Prince of Darkness, One Million Years B.C. e Curse of the Werewolf para a revista The Hammer House of Horror. Outro trabalho para o mesmo título foi com o sacerdote caçador de demônios, Padre Shandor, uma série que  ilustrou para a influente revista Warrior.

Em 1981, a arte de Bolton chamou a atenção de Ralph Macchio, editor da Marvel Comics. Ele convidou o desenhista para ilustrar as adaptações do Kull da Valusia, um dos bárbaros criados por Robert E. Howard. Foi esse trabalho que colocou Bolton no radar de Chris Claremont. Juntos, eles produziram Marada: a Mulher-Lobo e Dragão Negro, para o selo Epic da Casa das Ideias, ambos já lançados no Brasil pela Pipoca & Nanquim.

Os desenhos incrivelmente realistas e lindamente pintados do artista logo cativaram muitos fãs, e seu trabalho agraciou capas e histórias de um grande número de editoras.

Bolton teve parcerias ao lado de roteiristas consagrados, incluindo Neil Gaiman, em Os Livros da Magia, Mark Verheiden, na adaptação de Evil Dead: Army of Darkness, Mike Carey, em As Fúrias, da coleção Sandman Apresenta, Jamie Delano, em Morcego Humano, e Clive Barker, em quadrinhos de Hellraiser.


Assista ao vídeo

Você também pode gostar de…