Mais Forte que a Espada Vol. 2

Hiroshi Hirata

Segundo volume (de dois) da consagrada série baseada no Período Sengoku (1467 – 1615), o mais longo período japonês de guerras civis, pelas mãos do mestre dos mangás de samurai, Hiroshi Hirata.

R$76,90

• Formato 15,5 x 22 cm
• 356 páginas em preto e branco
• Capa cartão com sobrecapa com verniz localizado
• Papel polén de alta gramatura
• Miolo colado e costurado
• Acompanha marcador de página exclusivo

CONHEÇA MAIS

Por que as pessoas fazem guerra? Como governar um território sem ser na base do medo? Vivendo no Período Sengoku (1467 – 1615), o mais longo período japonês de guerras civis, esses são os questionamentos que Hisa e seu filho Matataro Shimizu se fazem o tempo todo, buscando encontrar aquilo que é MAIS FORTE QUE A ESPADA!

Hiroshi Hirata, o maior mestre dos mangás de samurai ambientados no passado do Japão, está de volta ao Brasil com mais uma de suas consagradas séries baseadas em fatos históricos.

Em meados da década de 1540, Hisa, uma jovem criada para ser a dedicada esposa de uma família nobre, se casa com Yasuhide Shimizu (1532 – 1591), destinado a se tornar o soberano e general da província de Izu, a serviço do clã Hojo. Não tarda a comprovação de que sua nova vida não terá nada de pacata, quando a festa de casamento sofre um atentado, e que fazer parte de uma família de senhores de terra a colocará em meio a intrigas e derramamento de sangue.

A partir de então, ela se revela uma mulher de pulso firme e força física avassaladora, capaz de lutar contra adversários masculinos em pé de igualdade e até deter sozinha um boi enfurecido. Contudo, força bruta e violência não são a resposta para tudo, e Hisa vai aprender a duras penas como apoiar ou contestar seu companheiro — que carrega o peso de ter que atender ao chamado de seu superior para a guerra—, além de lidar não apenas com a criação de seus filhos, como também com a segurança e bem-estar dos habitantes de seu território, que se encontram sob sua responsabilidade enquanto Yasuhide se ausenta para batalhar.

Mais Forte que a Espada: Kairiki no Haha é um clássico gekigá (mangá de temática realista), publicado originalmente no Japão de 1993 a 1996 e agora apresentado aos leitores brasileiros em uma coleção fechada de dois volumes, com sobrecapa com verniz localizado, papel polén de alta gramatura, miolo colado e costurado para o melhor manuseio na leitura, e marcadores de páginas exclusivos

SOBRE O AUTOR

Hiroshi Hirata

Considerado uma lenda no Japão, Hiroshi Hirata nasceu em 1937 no distrito de Itabashi, em Tóquio. A carreira como desenhista teve início aos 21 anos, quando, após um encontro casual com um amigo dos tempos do ensino médio, por motivos financeiros, Hirata se interessou pelos mangás e elaborou uma história de dezesseis páginas em apenas uma noite (Aizou Hissatsuken; “A Espada Mortal do Amor e do Ódio”, em tradução livre). Esse foi seu primeiro trabalho, que ele imediatamente conseguiu publicar, em 1958. Seu estilo revela traços audaciosos e um grande conhecimento histórico de sua terra natal. Não por acaso, foram os gekigás, dramas com temática adulta e realista, que construíram sua trajetória. As tramas do autor costumam ser focadas nos menos favorecidos, que confrontam os interesses dos ricos e daqueles que detêm o poder. Além de Satsuma Gishiden: Crônicas dos Leais Guerreiros de Satsuma, publicado originalmente de 1979 a 1982 e tido como seu principal trabalho, Hirata também é conhecido por diversas outras obras de samurai, como o Preço da Desonra: Kubidai Hikiukenin, feita de 1971 a 1973 e publicada no Brasil em 2019 pela editora Pipoca & Nanquim, e pela criação da caligrafia do título do mangá Akira, de Katsuhiro Otomo. Calígrafo renomado, apaixonado pela esposa e vidrado em eletrônicos de todos os tipos, Hiroshi Hirata faz parte de um seleto rol de autores cujos trabalhos se engrandecem mais e mais com a passagem do tempo. Faleceu em dezembro de 2021, aos 84 anos, devido a uma insuficiência cardíaca.


Assista ao vídeo

Você também pode gostar de…