Jun

Keum Suk Gendry-Kim

A premiada autora sul-coreana de Grama e A Espera, apresenta mais uma de suas graphic novels no Brasil, JUN, sobre a história real de um garoto autista de coração puro, que alcançou fama na Coreia do Sul após descobrir sua vocação natural para a música.

R$74,90

• Formato 15,5×22 cm
• 260 páginas em preto e branco
• Capa dura com verniz localizado
• Sobrecapa macia ao toque e com verniz localizado
• Lombada redonda e fitilho de tecido
• Miolo em papel offset 90 g/m²

CONHEÇA MAIS

Keum Suk Gendry-Kim, a premiada autora sul-coreana de Grama e A Espera, apresenta mais uma de suas graphic novels no Brasil, JUN, sobre a história real de um garoto autista de coração puro, que alcançou fama na Coreia do Sul após descobrir sua vocação natural para a música.

Quando conheceu Jun Choi em 2010, durante aulas de música tradicional coreana, Keum Suk se encantou pelo jovem e decidiu que narraria sua trajetória de vida em uma de suas obras. Uma trajetória marcada por solidão e preconceitos, mas também por muita beleza e superação. Ela escolheu escrever e desenhar sobre Jun para transmitir uma mensagem de encorajamento e empatia a todos aqueles em condições semelhantes à dele.

Por meio do relato do cotidiano de Jun e sua família, que, infelizmente, tiveram que aprender a conviver com a indignação por causa de pessoas insensíveis às diferenças, a autora acerta em cheio o coração de todos os leitores. Esta é uma obra sensível e emocionante, e o tipo de trabalho que ensina ao mundo uma valiosa lição de vida sobre aceitação e combate aos preconceitos da sociedade diante de pessoas com deficiência.

A edição da editora Pipoca e Nanquim foi traduzida diretamente do coreano, tem 260 páginas em papel offset 90g, capa dura, sobrecapa macia ao toque e com verniz localizado, lombada redonda e fitilho de tecido, seguindo o mesmo padrão dos manhwas (quadrinhos sul-coreanos) anteriores dela.

SOBRE O AUTOR

Keum Suk Gendry-Kim

eum Suk Gendry-Kim nasceu em 1971, na Coreia do Sul, na região de Jeolla, no extremo sul do país. Estudou pintura na Universidade de Sejong e na École Supérieure Des Arts Décoratifs, em Estrasburgo, na França. Sua arte tem sido exposta em países da Europa e na Coreia do sul desde 2012. Ela entrou para o mercado de quadrinhos com as obras a Canção do Papai, uma história autobiográfica, e Jiseul, uma adaptação cinematográfica, ambas lançadas em solo francês em 2012 e 2015, respectivamente, pela Éditions Sarbacane. Em seu país de origem, ganhou o prêmio Best Creative Manhwa Award pela história curta Sister Mija, sobre uma “mulher de conforto” que, posteriormente, também veio a ser mostrada em Grama, seu quadrinho mais ovacionado até hoje, publicado originalmente em 2017 pela Bori Publishing, e, em 2020, pela editora Pipoca & Nanquim. Grama colecionou premiações em vários países onde foi lançado, como as oferecidas pelos jornais The New York Times e The Guardian, os prêmios Krause Essay, Big Other Book, The Cartoonist Studio e Harvey, e indicações para o Eisner. Algumas de suas obras mais importantes são: Jun, a Espera, Batatas, Árvore Nua e Alexandra Kim: Filha da Sibéria, entre outras. Até o momento, os trabalhos da autora foram traduzidos para doze idiomas.


Assista ao vídeo

Você também pode gostar de…