Hokusai (Biografia em mangá – Volume único)

SHOTARO ISHInoMORI

O lendário Katsushika Hokusai, tido como um dos mais influentes artistas japoneses de todos os tempos, influenciador de grandes pintores ocidentais como Claude Monet, Vincent Van Gogh e Edgar Degas, finalmente tem a sua história de vida esmiuçada no mangá Hokusai, que a editora Pipoca & Nanquim orgulhosamente traz para os seus leitores. 

R$89,90

Em estoque

• Formato: 15,5 x 22 cm
• 612 páginas
• Capa cartão
• Sobrecapa com verniz localizado
• Marcador de página exclusivo

• Tradução: Drik Sada

Normalmente comprados juntos:

++
Preço total:   R$204,70
CONHEÇA MAIS

Tendo vivido de 1760 a 1849, Katsushika Hokusai foi um proeminente pintor e gravurista do Período Edo e precursor do movimento estético conhecido como ukiyo-e (semelhante à xilogravura). Seu trabalho orientou gerações de artistas graças às suas representações da natureza e de cenas cotidianas urbanas, abalizado pela obra A Grande Onda de Kanagawa, realizada quando ele tinha 70 anos. 

Além de ter sido um importante embaixador da ilustração e estamparia nipônica mundo afora, Hokusai foi responsável pela criação do termo mangá, imensamente popular nos dias de hoje, por ter desenvolvido o que ele batizou de Hokusai Mangá, um estudo de movimentos e expressões por meio de rascunhos livres e excêntricos que retratavam o dia a dia das pessoas com muito bom humor. 

E, como a arte é cíclica, é por meio de uma história em quadrinhos que o genial mangaká Shotaro ISHInoMORI, conhecido no Japão como o Rei dos Mangás, lança luz na trajetória deste homem, que teve papel fundamental na disseminação da arte em seu país e fora dele. 

Hokusai, apresentado em edição única com a história completa em 612 páginas, com capa cartão, sobrecapa com verniz localizado e marcador de página exclusivo, é um testemunho imperdível para todos aqueles que querem saber mais a respeito das origens da arte contemporânea.      

SOBRE O AUTOR

SHOTARO ISHInoMORI

Nascido com o nome de Shotaro Onodera em 25 de janeiro de 1938, na localidade de Ishinomori, distrito de Tome, província de Miyagi, foi um dos mangakás pioneiros no Japão, com seus trabalhos e personagens alçados à fama tanto no país de origem quanto fora dele. Com uma lista impressionante de trabalhos publicados, que extrapola facilmente 700 títulos, escreveu e desenhou histórias de ficção-científica, super-heróis, mistério, novelas de época (jidaigeki), mangás para garotas (shojo mangá) e comédia, que estabeleceram os parâmetros para artistas que o sucederam. Entre suas obras em mangá mais conhecidas estão Kamen Rider, Cyborg 009, Skull Man, Robot Detective, Inazuman, HOTEL, The Legend of Zelda: A Link to the Past, feita a pedido da Nintendo, e uma biografia de Miyamoto Musashi, e participou de criações de séries de TV icônicas do estilo tokusatsu, como a adaptação do clássico Kamen Rider e Androide Kikaider, entre muitas outras. No ano de 1998, em virtude de um ataque do coração, se despediu de todos os seus fãs. No ano 2000, foi inaugurado o Shotaro ISHInoMORI Furusato Museum em Tome, sua terra natal, e, em 2001, o ISHInoMORI Manga Museum, em sua homenagem, na cidade de Ishinomaki, também na província de Miyagi.


Assista ao vídeo

Você também pode gostar de…