A Lanterna de Nix (Mangá Volume 1 de 3)

Kan Takahama

Neste primeiro volume (de três) da coleção fechada, a aclamada e premiada autora Kan Takahama continua a explorar a descoberta do mundo ocidental pelos japoneses, testemunhada aqui pelo olhar jovem e inocente da carismática Miyo.

R$69,90

Em estoque

• Formato 22 x 15.5 x 3.6 cm
• 400 páginas
• Capa cartão
• Sobrecapa com verniz localizado
• Papel polén bold de alta gramatura
• Acompanha marcador de página exclusivo

Normalmente comprados juntos:

++
Preço total:   R$184,70
CONHEÇA MAIS

Nesta coleção fechada em três volumes, a aclamada e premiada autora Kan Takahama continua a explorar a descoberta do mundo ocidental pelos japoneses, tema já abordado em O Último Voo das Borboletas e em Tokyo, Love and Freedoms, testemunhada aqui pelo olhar jovem e inocente da carismática Miyo.

O ano é 1878. Enquanto a França deslumbra o mundo com seu poderio industrial e cultural, organizando exposições globais como jamais haviam sido vistas, o Japão começa o processo de abertura das suas fronteiras, após duzentos anos de isolacionismo.

Na cidade de Nagasaki, Miyo, uma órfã sem nenhum talento aparente, exceto uma suposta clarividência desencadeada através de objetos que toca, consegue um emprego na loja Vingt, que vende objetos importados da Europa. Seu chefe, o Sr. Momotoshi, é um dos poucos japoneses que tiveram contato com o Ocidente nos últimos anos, mas, por trás dos óculos escuros que ele nunca tira e de toda a sua afabilidade, existe um segredo que a jovem Miyo precisa desvendar.

Quais são as ligações entre o Sr. Momo e a misteriosa Kei Oura, a ex-maior exportadora de chá de Nagasaki? Por que o tio carrancudo de Miyo decidiu abandonar seu trabalho de artista? Quem é a bela Srta. Otama, que passa a prestar serviços de costura para a Vingt? Quais serão as próximas grandes empreitadas de Momotoshi para aproveitar a onda de Japonismo que está varrendo a Europa? Quanto mais mergulha nesse novo mundo, mais Miyo aprende acerca da nova realidade que seu país atravessa, ao passo em que desenvolve a própria personalidade e deixa de ser uma insegura garota para tornar-se, aos poucos, uma mulher madura e independente.

Com o capricho habitual do selo Drago de mangás da editora Pipoca e Nanquim, cada edição da trilogia tem mais de 400 páginas, com capa cartão e sobrecapa com verniz localizado, miolo colado e costurado para o melhor manuseio na leitura, papel polén bold de alta gramatura, com glossários exclusivos da versão brasileira e um marcador de páginas diferente em cada edição.

SOBRE A AUTORA

Kan Takahama

Bastante reconhecida no exterior, muitos dos trabalhos de Kan Takahama foram traduzidos e lançados na França. Nascida em Amakusa, na província de Kumamoto, Japão, e graduada pela Escola de Arte e Design da Universidade de Tsukuba, ela é a autora de títulos como Yellowbacks (2002), Mariko Parade (2003, em coautoria com Frédéric Boilet), Awabi (2004), Nagiwatari (2006), Two Espressos (2010), Sad Girl (2012), Yotsuya-ku Hanazono-cho (2013), Nyukusu no kakutou (2016), entre outros.

Em 2004, recebeu o prêmio Best of Short Story, instituído pela revista norte-americana The Comics Journal, pela obra Yellowbacks, e, em 2019, a Associação Francesa de Críticos de Quadrinhos (ACBD) listou A Lanterna de Nix como um dos cinco melhores mangás do ano. A artista é um dos principais expoentes da nouvelle manga, movimento artístico cuja proposta é juntar a experimentação narrativa dos mangás com a força da imagem dos quadrinhos franco-belgas e a atmosfera intimista dos filmes da nouvelle vague. A artista também fez parte da equipe de quadrinistas internacionais que ilustraram um livreto em quadrinhos, produzido pela luxuosa marca de relógios Cartier.


Assista ao vídeo

Você também pode gostar de…