A Grande Odalisca

Bastien Vivès & Ruppert & Mulot

As três ladras mais extrovertidas dos quadrinhos pelas mãos de três grandes autores franceses da atualidade. Uma experiência única trabalhada por seis mãos que conduz a uma das melhores séries de ação dos últimos anos!

R$69,90

676 em estoque

• Formato 21 x 30 cm
• 128 páginas coloridas
• Capa dura soft touch com lombada redonda
• Miolo em papel couché fosco 150 g/m²

COMPLETE SUA COLEÇÃO

++
Price for all:   R$199,70
  • “Poderia ser um filme de Hollywood, mas A Grande Odalisca tem tom do cinema europeu. Uma experiência de leitura memorável.”
    Fora do Plástico
  • “Colaboração inesperada, HQ inesperada. Ninguém podia prever que a principal dupla dos quadrinhos alternativos franceses, Ruppert e Mulot, se aliaria a Bastien Vivès, uma das estrelas de sua geração, com inegável sucesso comercial. O resultado desta associação é surpreendente, frutífero e acertivo.”
    Aurélia Vertaldi, jornalista do LeFigaro.fr
  • “Os traços de Vivès, Ruppert e Mulot se combinam perfeitamente e entregam uma narrativa leve, fluida, dinâmica e rica em detalhes, com sequências repletas de ação de tirar o fôlego, tão espetaculares quanto cheias de tensão e violência.”
    Serena Di Virgilio, jornalista do Panorama.it
  • “Se eu fosse fazer um top 10 das melhores cenas dos quadrinhos de 2019, tem pelo menos umas três aqui que são memoráveis, que não dá pra esquecer.”
    Vinicius, 2Quadrinhos
  • “Se não bastasse o invejável desfile de cenas de ação de Hollywood, as explosões ainda encheriam Michael Bay de orgulho. Pela sua proposta, pela narrativa e pelo excelente trabalho de cor, essa é uma das melhores HQs que saíram no planeta no ano passado [2013].”
    Érico Assis, Omelete (2014)
  • “A HQ possui um enredo ágil, envolvente e eletrizante como um bom filme de ação. Passar pelas páginas é como assistir as cenas de um filme.”
    Afro Nerd
  • “Um quadrinho divertidíssimo, uma delícia de ler. Para quem gosta de filmes como Onze Homens e Um Segredo ou Oito Mulheres e Um Segredo, é um prato cheio.”
    César Gaglioni, Confins do Universo: Destaques de 2019
  • “Divertidíssimo é a palavra. Os desenhos, as paisagens parisienses, o Louvre, tudo é muito bem retratado em quadros amplos. Uma história dinâmica, leve, sem muitos rodeios… Sem dúvida, um dos grandes lançamentos de 2019.”
    Charlles Lucena, Confins do Universo: Destaques de 2019
CONHEÇA MAIS

Alex e Carole, duas assaltantes sedutoras e desencanadas, voam alto em seus golpes e são capazes de furtar qualquer coisa, em qualquer museu. Para elas, essa é uma atividade que não tem muito mistério: o negócio é ter um comprador, um alvo, um plano e… voilà! Mas diante da dificuldade de sua próxima missão, que as levará ao Louvre para surrupiar o quadro A Grande Odalisca, obra-prima de Jean-Auguste Dominique Ingres, elas saem em busca de uma especialista em fugas para finalmente evoluírem de uma dupla para um trio. Será que Sam, com sua perícia em pilotar motocicletas, está à altura do cargo?

Com muita audácia, liberdade, criatividade e uma pitada de desprendimento, estas Panteras às avessas negociam armas, traçam esquemas, viajam até o México para salvar um fornecedor, desbaratam um cartel de drogas no caminho, assistem a um desfile de moda, tiram merecidas férias e ainda arrumam tempo para voltar à França e executar o furto do século, que as transformará em lendas… ou as mandará direto para trás das grades!

Uma HQ feita por três jovens franceses em ascensão nos quadrinhos, que se alternam entre roteiro e arte e juntos entregam uma aventura inteligente, moderna e inspirada. O primeiro deles é Bastien Vivès, um dos autores mais comentados da atualidade, inclusive no Brasil, lembrado principalmente pelas obras O Gosto do Cloro, Uma Irmã e a premiada Polina, que virou filme e foi eleita Melhor Álbum de 2011 pela ACBD (Association des Critiques et Journalistes de Bande Dessinée). Os outros dois são os artistas Florent Ruppert e Jérome Mulot, que vêm se destacando na França por seus quadrinhos experimentais, donos de um traço orgânico que valoriza bastante a linguagem corporal dos seus personagens.

Com os volumes A Grande Odalisca e A Grande Odalisca 2: Olympia, a editora Pipoca & Nanquim fecha a primeira saga do trio de ladras mais ovacionado da nona arte, em grande formato, capa dura com impressão soft touch, miolo inteiramente colorido em papel couché de alta gramatura e biografias dos autores. Agora é torcer para que essa equipe criativa nos brinde com mais aventuras como essas.

SOBRE OS AUTORES

Bastien Vivès

Parisiense, nascido em 11 de fevereiro de 1984, é lembrado principalmente pelo roteiro e arte das HQs O Gosto do Cloro, que faturou o Prêmio de Revelação no Festival Internacional de Quadrinhos de Angoulême em 2009, Uma Irmã, de 2017, Last Man, adaptado para série animada e premiado com o Angoulême de Melhor Série, em 2015, e Polina, adaptado para o cinema em 2016 e laureado com o Grande Prêmio da Crítica pela ACBD, a Associação Francesa dos Críticos e Jornalistas de Quadrinhos.


Ruppert & Mulot

Os franceses Florent Ruppert e Jérôme Mulot nasceram em 1979 e 1981, respectivamente, e se conheceram na Escola de Belas Artes de Dijon, em 1999. A colaboração artística da dupla começou alguns anos depois, em 2002, com roteiros e ilustrações sendo feitos para projetos da época em que ainda eram estudantes — na maioria dos casos, histórias curtas publicadas em antologias. A predileção deles está em se divertir com a percepção do leitor, introduzindo personagens que têm muito a dizer por meio da linguagem corporal (um efeito da formação em Artes Plásticas que compartilham). Suas principais obras são Panier de Singe, pela qual ganharam o Prêmio de Revelação no Festival de Angoulême em 2007, La Technique du Périnée, Irene e i clochard e Safari Monseigneur.


Assista ao vídeo

Você também pode gostar de…