A volta da HANNA-BARBERA em HQs adultas da DC COMICS | Pipoca e Nanquim #317

Quem aí não se recorda de Os Jetsons, Os Flintstones, Corrida Maluca, Jonny Quest, Scooby Doo, Space Ghost?!

Em 2016, se concretizou a parceria entre o estúdio de desenhos animados Hanna-Barbera e a DC Comics. Desde então, eles reimaginaram alguns dos principais personagens, atualizados para os dias atuais por artistas de renome como J.M. DeMatteis, Keith Giffen, Garth Ennis, Howard Chaykin, Jeff Parker, Jim Lee e Jimmy Palmiotti. Sempre com uma abordagem ousada e criativa, alguns títulos merecem destaque.

No episódio de hoje, Bruno Zago, Alexandre Callari e Bruno Zago comentam Os Flintstones, Future Quest e Scooby Apocalypse, recentemente lançados pela Panini Comics, além de relembrarem dos desenhos que fizeram parte da nossa infância nos anos 80 e 90 e outros títulos da Hanna-Barbera em quadrinhos.

– QUADRINHOS DA EDITORA PIPOCA & NANQUIM: https://amzn.to/2wJvmCl

LOJA OFICIAL DO PIPOCA & NANQUIM:

📱 http://www.lojadopn.com.br

◾ PARTICIPE ENVIANDO SUA CORRESPONDÊNCIA: 

📩 Caixa postal 78913  CEP 05061-970  – São Paulo/SP

◾ Curta nossa FANPAGE no Facebook:
http://www.facebook.com/Pipocaenanquim
—————————————-­­—————————————­-­—————–­-­—–
◾ Siga o Pipoca e Nanquim no TWITTER:
http://twitter.com/PIPOCAENANQUIM
—————————————-­­—————————————­-­—————–­-­—–
◾ Inscreva-se em nosso CANAL NO YOUTUBE:
http://www.youtube.com/pipocaenanquim
—————————————-­­—————————————­-­—————–­-­—–
◾ Siga o INSTAGRAM do Pipoca e Nanquim:
http://instagram.com/pipocaenanquim

– Daniel Lopes: http://instagram.com/danielgillopes
– Bruno Zago: http://instagram.com/zagaiada
– Alexandre Callari: http://instagram.com/alexandrecallari
—————————————-­­—————————————­-­—————–­-­—–
📩 E-mail para SUGESTÕES, CRÍTICAS, ELOGIOS E DÚVIDAS:
[email protected]

Black Kiss – Se não leu, leia!

Depois de ler e ficar um bom tempo imaginando como poderia classificá-la, pensei num termo interessante, que nunca ouvi falar: “comixploitation” – exploitation é o gênero cinematográfico em que temas são abordados das maneiras mais absurdas e sensacionalistas possíveis, normalmente contendo material sexual e violento.

O doutor melhoras me passou uma dieta rigorosa de uma xícara de porra ao dia… e eu estou com muita sede…”
da secretária eletrônica de Dagmar Laine

Não quero estragar as surpresas (e elas são muitas), então vou procurar ser breve e sucinto. O recém reabilitado jazzista Cass Polack está sendo procurado pelo submundo do crime e pela polícia, acusado de matar sua esposa e filha. Para tentar se safar desta confusão, ele vai à procura da estonteante Beverly Grove, seu álibi para a noite do assassinato. Reencontrando a moça, acaba conhecendo Dagmar Laine, irmã gêmea de Beverly, e assim, se mete numa trama recheada de sexo, chantagens, circulos satânicos, crimes, misticismo e algumas coisinhas mais.

O texto de Howard Chaykin é muito bem conduzido e amarrado, fluindo intensamente sobre as várias reviravoltas e sub-tramas. A sua arte em preto e branco dá todo o suporte noir de que a temática respira. A narrativa, com seus enquadramentos planejados e onomatopéias, faz com que o leitor sinta praticamente junto com as personagens todos os segredos e descobertas da trama.

Subvertendo gêneros como suspense, pornô e horror, o autor criou uma obra polêmica e inquietante para a época, crucificada por igreja e crítica.

“Eu ganhei muito dinheiro à custa das pessoas que compravam as edições de “Black kiss” só para incinerá-las, com medo de que deturpassem a América.”
Howard Chaykin

Diz a lenda que, na época do lançamento da HQ, os direitos sobre a obra foram adquiridos para uma possível adaptação cinematográfica mas que dúvidas pairaram sobre a escolha de uma atriz para viver Dagmar Laine – fácil imaginar Quentin Tarantino adaptando Black Kiss para o cinema. Outra curiosidade sobre a HQ é a de que ela teria sido escrita como uma espécie de “foda-se” ao universo dos quadrinhos tradicionais, já que o autor estava se transferindo para outra mídia, a televisão.

Polêmicas e devaneios à parte, recomendo Black Kiss – a edição encadernada lançada pela Devir em 2011 é lindissima – uma HQ com “algo especial”.

Para saber mais sobre a HQ e outros excelentes títulos eróticos assista ao Videocast Pipoca e Nanquim: Eróticos

Black Kiss
História & Arte: Howard Chaykin
Editora: Devir
Papel off-set 90 g/m²
152 páginas P/B
R$ 49,90 (Capa-Dura)
R$ 36,00 (Brochura)

______________________________________________________________________________
Willian Blackwell é leitor/colecionador de HQs e livros, apreciador de cinema e boa música. Autodidata, um espirito livre, adepto de um perspectivismo experimentalista com tendência a gostos bizarros e atividades grosseiras. Boa gente!