Bastidores do Pipoca e Nanquim na 18ª Fest Comix

Todos você já sabem que o Pipoca e Nanquim participou ativamente da 18ª Fest Comix em São Paulo. Tivemos palestra, tarde de autógrafos e cobrimos os três dias do evento (confiram a cobertura dia após dia, aqui, aqui e aqui, ufa!), com direito a videocast especial e outros vídeos que em breve vocês vão poder conferir aqui no site. Pra isso, tivemos que sair cedinho no dia 14 de Araraquara e encarar uma viagem de ônibus de quatro horas até a terra da garoa.

Chegamos por volta de 10h da manhã em nosso hotel, o Fórmule 1, apenas para descobrir que tínhamos ido ao endereço errado, nossa reserva tinha sido feita em outro prédio da rede, um pouquinho mais distante. Tudo bem, essas coisas acontecem, rs. Pegamos um taxi e seguimos ao local correto vinte minutos depois. Ficamos divididos em dois confortáveis quartos, tudo por conta do pessoal da Comix, que apoiaram em tudo que puderam o Pipoca e Nanquim, em reconhecimento ao nosso trabalho. O Bruno e o Alexandre foram registrados no mesmo quarto e tiveram que conviver em meio a roncos e peidos, enquanto o Daniel dormiu feito um bebê três leitos ao lado.

Chegada no hotel!

A organização exemplar do Pipoca e Nanquim.

A rotina foi a mesma nos três dias de Fest Comix: pular da cama as 8h da manhã, se arrumar rapidamente, descer para um reforçado café, chegar a tempo da abertura do evento, as 10h, e por lá ficar e aproveitar ao máximo até o final, voltando de metrô ao hotel entre 20h e 21h para jantar, preparar os posts e minutar as filmagens, caindo no sono somente as 3h da madrugada. Três dias de correria e curtição, tudo pra mostrar a vocês todas as coisas legais que aconteceram por lá.

Casal lindo exausto após um dia cheio.

Dormindo tranquilo apenas para ser acordado no grito.

Café da manhã caprichado no hotel!

No segundo dia fomos chamados para um jantar junto aos convidados do evento. Uma das maiores honras cedidas ao Pipoca e Nanquim, jantar ao lado de Mike Deodato, Will Conrad, Ariel Olivetti, todo pessoal da Comix e com a galera gente boa do site Marvel 616 presente também. Uma noite e tanto!! Temos que registrar nossos sinceros agradecimentos ao convite e todo o carinho com que o Jorge e Rodrigo da Comix nos tratou nesses três dias, foi emocionante demais. Durante o jantar paramos de pentelhar os desenhistas e guardamos as câmeras, portanto, sem fotos ou vídeos pra vocês, esse dia ficou só na nossa memória.

Fora esse jantar, todos os nossos almoços e lanches da tarde foram feitos na cozinha do próprio evento, uma comida magnífica que as cozinheiras do Fest Comix prepararam pra todos os convidados, colaboradores e funcionários, com direito a repetir quantas vezes quiséssemos, com sobremesa e suco (Daniel agradeceu imensamente). Uma maravilha!

Pausa para almoço no evento.

Mesa a postos, rango de primeira!!

Gente, um tratamento como esse, de nível igual a todos os funcionários, de todos os estandes (inclusive de patrocinadores), até mesmo para os cosplayers, dançarinas e todos que se apresentaram no palco, não se vê em todos os eventos, a Comix realmente foi uma mãe pra toda essa galera! É um orgulho para o PN ter um parceiro como esse.

Nossa palestra foi a primeira dessa edição do Fest Comix, ocorreu as 14h na sexta-feira, um dia meio complicado por ser útil e muita gente ter que estudar ou trabalhar, o que não impediu vários expectadores do PN de comparecerem e participarem.  Foi mais um bate-papo entre todo mundo, mais do que uma palestra especificamente, como se fosse um videocast ao vivo. Esse momento pra nós foi de uma importância ímpar, estar junto ao nosso público pra conversar de quadrinhos e filmes e de super-heróis é algo que queremos que aconteça cada vez mais!

A sessão de autógrafos aconteceu no sábado à tarde. Novamente foi emocionante conversar com pessoas que nos assistem e assinar vários Quadrinhos no Cinema e Apocalipse Zumbi, vocês não sabem como isso nos deixou felizes! Além disso, passaram por lá amigos de sites parceiros que até então só conhecíamos de conversas por e-mail, como vocês viram nas fotos em nossos posts anteriores.

Óbvio que também corremos atrás de nossos autógrafos, o Alexandre voltou pra casa repleto de sketchs assinados por nossos ídolos e o Bruno e o Daniel ganharam assinaturas em vários quadrinhos. Que beleza!

Em todos os dias do evento, entre uma filmagem aqui e outra ali, nós escapávamos para um passeio em busca de novos títulos para a coleção. Como vocês podem ver no terceiro bloco desse videocast, o Bruno e o Daniel deixaram até as calças pra poder pagar tudo que compraram. É impossível ir ao Fest Comix e não comprar quadrinhos!

E falando em filmagens, os três membros da equipe se dividiram nas tarefas, aparecendo por igual frente às câmeras para as entrevistas, mas quem sofreu mais ATRÁS das câmeras foi o Daniel, por ser o que mais entendia do equipamento (nessa parte o Alexandre é um analfabeto e o Bruno um simples quebra-galho). Em compensação, Alexandre colhia informações para os posts em seu bloquinho de papel e o Lady Gaga se encarregou das fotografias.

Cabe dizer que o gordinho estava muito engraçado de cameraman, tanto que ganhou o apelido carinhoso de “cinegrafista do Faustão”, tamanha a semelhança com os profissionais bonachões que aparecem nos bastidores desse programa. Bruno Zago, sagaz com a máquina fotográfica, registrou vários momentos de nosso cinegrafista semiprofissional em atuação, montando a sequência de fotos a seguir que convencionamos batizar de “Cinegrafista do Faustão: a Série!”. Hahahahaha Confiram!!

O cinegrafista do Faustão!

Cinegrafista do Faustão feliz da vida filmando Gonçalo Junior.

Cinegrafista do Faustão flagrado aprontando alguma.

Cinegrafista do Faustão prendeu o dedo. Que burro!

Cinegrafista do Faustão trabalha concentrado.

Cinegrafista do Faustão não abandona o equipamento nem na hora de dormir.

Cinegrafista do Faustão capricha no foco.

Cinegrafista do Faustão curtindo um jazz.

Cosplay de cinegrafista do Faustão.

Cinegrafista do Faustão tira uma pausa para a soneca.

Cinegrafista do Faustão tira uma pausa para a soneca.

Cinegrafista do Faustão é trabalho duro!

Cinegrafista do Faustão manda ver na hora do almoço.

Cinegrafista do Faustão é gente fina.

Cinegrafista do Faustão pagando cofrinho.

No final, trocamos o cinegrafista do Faustão pelo cinegrafista da Claudete Troiano.

Twitten já para o #CinegrafistaDoFaustão, ele está esperando!!

Enfim, tudo que é bom acaba rápido, e no domingo à noite tivemos que pegar o ônibus de volta. As malas voltaram pelo menos uns cinco quilos mais pesadas, dificultando muito a caminhada pelo metrô e rodoviária. Daniel Lopes tirou suas roupas da mala e abarrotou todas em um saquinho plástico, um ato para proporcionar mais conforto a suas novas aquisições (reparem na sacolinha pendurada nessa foto abaixo). O Alexandre permaneceu em São Paulo para outras tarefas e voltou alguns dias depois, enquanto Daniel e Bruno seguiram seu rumo, dividindo todo o peso de suas próprias bagagens com o de todo o equipamento de filmagem. O magrelinho mal aguentava 100 metros carregando as coisas, parando a todo minuto para ganhar fôlego. Ganharam alguns músculos  com isso (estavam precisando).

Tirando a roupa da mala pra caberem os quadrinhos.

Na volta, roupas na sacola e quadrinhos na mala.

Arrastando a bagagem por metrô e rodoviária no último dia.

Como voltaram quebrados de canseira, a segunda-feira foi dedicada quase que exclusivamente ao sono, apenas para no dia seguinte acordar e começar a editar todo o excelente material obtido no evento! Na semana que vem vocês conferem um videocast especial sobre a 18ª Fest Comix, não percam! E que venham mais eventos assim!

Voltando felizes da vida.

18ª Fest Comix – Dia 1

A equipe do Pipoca e Nanquim teve orgulho de participar da 18ª edição da Fest Comix, um dos maiores e mais tradicionais eventos de quadrinhos do país. E ficamos estupefatos com o que vimos – e olha que foi só o primeiro dia.

Em plena sexta feira chuvosa e cinzenta, o evento arrastou aproximadamente 3.500 pessoas que se deleitaram com a irreal quantidade de revistas disponibilizadas e seus descontos fenomenais, que variam de 20% a 80%.

A organização está de parabéns. Quando os portões abriram, apesar de a fila estar dando meia volta no quarteirão, a entrada foi rapidamente concluída de forma ordenada pelos funcionários da Comix e seguranças, que orientavam as pessoas a passarem pela bilheteria e depois para a porta de entrada.

Além de barracas vendendo lanches, trufas e o tradicional Mupy (não pode faltar), há uma boa quantidade de estandes montados comercializando os mais variados produtos, em sua maioria com excelentes descontos.

A Rika montou um espaço com milhares de quadrinhos à disposição, com descontos inimagináveis. Há formatinhos da Abril por R$0,99, mensais da Panini por R$1,99, Graphic Novels por R$3,50 e encadernados a preços acessibilíssimos. O único inconveniente é a falta de organização, de forma que o comprador precisa literalmente peneirar montes infindáveis de HQs – o que na verdade talvez até seja parte do charme de comprar na loja. Excelente oportunidade para completar coleções.

O Gibi Show não levou uma grande variedade de produtos e seus descontos não estão tão empolgantes (gibis vendidos a R$1,00 na Rika custam dez vezes mais lá), mas para compensar, a loja oferece diversas coleções completíssimas (a maioria da Abril), já embaladas para viagem.

O Sebo Multiverso está oferecendo descontos de 20% a 50% em qualquer material novo, principalmente Panini, mas o que chama mesmo a atenção é uma enorme quantidade de originais americanos, pela bagatela de R$2,00 cada edição. Muita coisa da Marvel, DC e Dark Horse, incluindo material inédito no Brasil e até algumas pérolas, como o Demolidor de Frank Miller.

O Mundo HQ já está há quatro anos no mercado e trabalha basicamente via internet. Em seu estande o público encontra gibis a partir de R$1,00 e uma quantidade enorme de mangás com descontos que chegam até 70%. E eles têm uma edição de luxo do tão procurado Os Supremos, encadernado que um monte de gente queria quando fizemos o podcast especial sobre o tema, mas que estava esgotado.

Entre os independentes, o Quarto Mundo marcou sua tradicional presença, apresentando seus excelentes lançamentos nacionais que merecem cada vez mais destaque junto ao grande público. O selo tem se tornado sinônimo de qualidade, com destaque para obras como Nanquim Descartável, Garagem Hermética, Ato 5, Depois da Meia-Noite e Pieces.

Outra editora independente que atua no mercado desde 2007 é a Crás Editora, com 15 títulos já lançados dos quais vale mencionar Deus Céu, Vendetta e World Policer. O esquema, no qual o autor banca sua própria tiragem e a editora oferece a estrutura para a publicação, tem funcionado muito bem e a promete novas edições para o ano que vem.

A empresa Game Maxx também montou um estande bem legal logo na porta de entrada, com direito a mulheres bonitas e uma boa divulgação de seu jogo Cabal. A empresa que já tem quatro anos de estrada chegou a ter em seu rol jogos como Hello Kitty e Pró Soccer, mas no momento está se reestruturando.

O estúdio Impacto, um dos maiores do país, estava fazendo caricaturas a R$10,00 e divulgando seu trabalho. Hoje, a já famosa escola do desenhista Klebs Junior ultrapassa os 120 alunos e agencia 70 profissionais para o mercado americano nas áreas de desenho, arte-final e colorização. O estúdio abriu recentemente cursos de roteiros e também oferece aulas de escultura, o que o torna uma das principais escolhas para quem quer ingressar no mundo artístico.

A Taverna do Ogro Encantado, loja que fica dentro de uma galeria na Av. Brigadeiro Faria Lima, vende colecionáveis e levou uma ampla seleção de títulos, como Total Justice, Marvel Legends, GI-Joe e Marvel Universe.

E a maior loja de action figures do Brasil, a Limited Edition, além de oferecer uma enorme quantidade e variedade de figuras, montou um estande de encher os olhos com a 3ª Expo Coleções. A linha Fantasy Figure é o principal destaque, com figuras de artistas consagrados como Boris Vallejo, Luis Royo e Dorian Cleavenger. A linha Sucker Punch mostra figuras derivadas do longa-metragem de Zack Snyder e a Twisted Fairy Tales, da McFarlane Toys, apresenta figuras sensuais de contos de fadas como Chapeuzinho Vermelho e João e Maria para adultos. E a loja ainda levou parceiros fortes expondo lindas coleções, como a Cloth Myth Brasil com Cavaleiros do Zodíaco e a Escala1Sexto, que apresenta uma linda coleção de figuras customizadas, com destaque para Joana D’Arc, Violoncelista, Hitman – Agente 47, Selene – Anjos da Noite, e Myrna de Hybória. Mas o grande destaque mesmo vai para a saudosista coleção do 1º fórum brasileiro da Playmobil. O fórum, que existe desde 2009, já conta com mais de 450 membros e mantém relacionamentos com parceiros na Europa e America Latina. Na Fest Comix, o público pode matar saudades de Fort Bravo, Vans da Rede Globo, Castelo do Dragão Vermelho e PlaymoSpace, entre outras coleções.

Mas obviamente o grande destaque vai para o espaço destinado à loja Comix. Ocupando ¾ de todo o evento (algo em torno de 1.500 m2), com organização impecável separando os produtos por editora e gênero, a loja colocou a disposição do público mais de 350 mil quadrinhos, com descontos que chegam à insanidade de 80%. As compras acima de R$100,00 podem ser divididas em 3x no cartão e o cliente que apresenta cartão Ourocard ainda recebe um desconto adicional de 5% no valor integral da compra. Mais mamata impossível. O estoque é renovado constantemente, de forma que nunca ficam buracos nas prateleiras, todas super bem montadas. Há uma seção destinada também a DVDs e brinquedos. O atendimento está bem mais especializado que em edições anteriores, e os atendentes estão bem treinados, suprindo as dúvidas do público. Não tem jeito de ir a um evento desses e não deixar as calças.

Não podemos deixar de mencionar nossa palestra, que foi simplesmente sensacional. Às 14h horas entramos no auditório (bastante cheio) para um bate-papo de duas horas ininterruptas com um público participativo e simpático, sobre Quadrinhos no Cinema, com destaque para os heróis que viraram filme no ano de 2011. Demos muitos autógrafos e tiramos fotos com a sorridente galera. Logo depois, às 16h a galera da AQC – ESP (Associação dos Quadrinhistas e Cartunistas de SP) subiu ao palco, seguido do pessoal da Ação Magazine, que falou sobre a publicação de mangás no Brasil.

Palestra da Ação Magazine.

Ficamos felizes ao extremo ao ver os livros Quadrinhos no Cinema e Apocalipse Zumbi recebendo um baita destaque na feira, isso sem contar as novas versões dos clássicos Conan – o Bárbaro e Os Três Mosqueteiros, ambos projetos capitaneados por Alexandre Callari.

A organização do evento também foi gentil o suficiente para nos oferecer almoço (comida boa prá dedéu), translado e tudo o mais que precisamos. Terminamos o dia esgotados, porém felizes, com o Bruno e o Daniel falidos, mas repletos de quadrinhos. Que venha logo o sábado!