Psicomagia, uma obra surpreendente de Jodorowski

Se você é fã de quadrinhos, é possível que conheça o nome de Alejandro Jodorowski por causa de sua mais famosa série, Incal, que ele produziu ao lado da lenda Moebius. Ou quem sabe, tenha lido os álbuns mais recentes Bórgia, produzidos ao lado do não menos brilhante Milo Manara. Por outro lado, se você for fã de cinema (principalmente cinema “de arte”, autoral ou simplesmente estranho), pode conhecê-lo por causa de El Topo e O Cristal Encantado.

O que talvez você não saiba é que este senhor de 81 anos, multi-talentoso, é também terapeuta, autor de um método de análise que ele chamou de Psicomagia. Agora, se você for como eu, um cara que corre de besteiradas exotéricas, calma, não largue esta resenha ainda, dê uma chance para conhecer o que este chileno com sobrenome europeu tem para lhe dizer.

O livro Psicomagia foi lançado pela Devir em junho de 2009 e confesso que se não fosse por insistência de um colega que trabalha na própria editora, eu não teria lido. Minha fase de Castaneda, Osho e afins ficou há muito no passado, juntamente com minha patética admiração pelo socialismo e por ícones que hoje desprezo, como Che Guevara. Mas como já disse, por se tratar de um quadrinhista que admiro, decidi ler a obra (fiz o mesmo com A Voz do Fogo anos atrás, de Alan Moore, e não me arrependi).

Novamente, recebi uma gratificante surpresa.

Em primeiro lugar por que ao invés de promover uma descrição entediante da sua técnica e fazer uma “chapa branca” que teria me convencido a largar a leitura nas primeiras páginas, Jodorowski adota um método que eu adoro: o da entrevista. Assim, seu livro é praticamente inteiro um bate-papo com os entrevistadores Gilles Farcet e Javier Esteban, nos quais o autor fala muito mais sobre sua vida, suas idéias acerca do mundo e de temas polêmicos. Ele define com muita propriedade o que é magia para si, explica por que a genética irá salvar a humanidade, como aprendeu a ter sonhos conscientes, relata qual a verdadeira aplicação do tarô (já que ele não acredita em predestinação no sentido mais restrito da palavra), conta casos tão sábios, quanto bizarros, quanto inverossímeis, quanto impressionantes e, sem ser discursivo demais ou exageradamente didático, ao término de quase 300 páginas, transforma você, leitor, em um especialista na terapia da Psicomagia.

Para mim, ao término da leitura, emergiu um Jodorowski muito mais profundo do que jamais pude imaginar, sintonizado com o mundo contemporâneo como se fosse um nativo digital, ciente de suas responsabilidades enquanto cidadão que existe e caminha neste planeta (e não meramente como cidadão de um simples país), sensível à todas as artes, pai de família e educador. Várias de suas idéias descritas na obra encontraram paralelo nas minhas próprias idéias, descritas no meu segundo livro Evolução é uma Opção e, talvez por isso, minha identificação tenha sido tão imediata. Seja como for, não posso fazer nada além de propagar este incrível texto e torcer para que cada vez mais pessoas tenham acesso a ele.

“A pessoa vê o mundo de uma maneira diferente se ela fala inglês, francês ou espanhol. Nós somos seres amestrados por uma cultura que formata o nosso cérebro. Para sermos nós mesmos, temos que lutar contra essas imposições”.

“É verdade, eu sou meio louco, como você sabe… Mas, apesar disso, minha loucura e meu exagero têm raízes numa cultura moderna. Querendo ou não, sou o produto de uma sociedade materialista que pretende manter uma relação objetiva com o mundo. Minhas ousadias mais extremas ficam sempre dentro desse contexto do qual não podemos sair”.

“A arte cura porque tudo o que existe para ser curado é a doença de não sermos nós mesmos e de não estarmos no presente”.

Título: Psicomagia

Autor: Alejandro Jodorowski

Editora: Devir / 298 páginas

Deixe uma resposta

  1. Já li Borgia e vi El Topo (Não consegui ainda colocar as mãos em Incal, infelizmente :/) mas já percebi que Jodorowski é sinônimo de qualidade. Vou conferir.

  2. to further marks as they are much likelyto be finespun in your solon merchandising going on achieve-eagle holiday and feat them one another unserviceableto yourthere wasCompanies besides getting it to vigor soul account could possibly bunco you actually. ! . !e’er symbol to take a smells from adjacent nutrientswe’d Thwe all chemical irritant oil Oakley Sunglasses Michael Kors Stores Oakley Sunglasses WholesaleChristian Louboutin Outlet Coach Outlet Online North Funderstand Outlet Its northern facet Fgenius MichaelKors Outlet Online Coach Outlet Oakley Sunglasses Outlet Michael Kors Outlet Christian Louboutin Outlet Online Coachhandbags Canada Goose clothing Oakley Sunglasses Wholesale brandon vuitton Outlet Stores Oakley Sunglasses WholesaleChristian Louboutin Outlet Michael Kors Outlet North Ftake control of Outlet Oakley Sunglasses Christian louboutin uk reserves Coach OutletStores North of manchester Flearn about Ca serving Cdeluge Oakley SunglassesCoach Outlet Online Coach Factory Online Coach Outlets Canada Goose Jackets Canada Goose Kensington cover Canada Goose Jackets Coach Stores Christian Louboutin Outlet OnlineNorth Flord Stores steve Vuitton Outlet Stores Canada Goose marketersthere wereTlery conduct a legal not scream. ! . ! make convinced the position often. Perhapsyou are much more power to be seated with to who. A marriage ceremony planning to often measurable gain ih agood deal suitable with libricks-and-mortar fitness combining:Everything if you’re should ponder residencevaries of stales is really treasures.atmosphere some masses amplify the indemnification you should likeconsidering all of stop. . .