Por que o Mercado Livre Está Acabando Com o Mercado de Colecionadores de HQs

Por um motivo bem simples.

O mesmo motivo que faz com que absolutamente todos os setores deste país se transformem em um antro de corrupção e más condutas, no qual uns poucos querem levar muita vantagem sobre os outros (vejam que eu disse ‘muita vantagem’, por que levar simplesmente um pouco de vantagem não adianta, tem que ser muita).

A mesma síndrome de pobreza que acomete a população brasileira, a condição de coitadinho, a inveja e o desejo de ser como os ‘países de primeiro mundo’; esse mesmo sentimento faz com que o brasileiro tente dar o pulo de sua vida à menor oportunidade, tudo de uma só vez.

Pessoalmente, o comércio de HQs no Mercado Livre tem me enojado nos últimos tempos (e olha que eu era um comprador assíduo). Tudo por culpa de uma dúzia de imbecis que começaram a especular ao extremo, elevar o preço até as alturas, obviamente criar uma bolha e, por fim, destruir o comércio sadio de HQs. É fácil encontrar essas pessoas. Digite ‘Ebal’, por exemplo, e nos resultados, peça para o Mercado Livre ordenar pelo maior preço. Você vai cair de costas.

E quer saber, eu tenho reclamado disso já há algum tempo, mas comecei a pensar o seguinte: “Pô, talvez o problema seja eu. Talvez esses preços não caibam no meu orçamento e, quem sabe, o mercado tenha realmente crescido de uma forma que eu não consegui conceber em minha limitada mentalidade”.

Ciente de que essa possibilidade poderia existir, resolvi dar uma passeada pelo e-Bay, o maior site de leilões do mundo, para checar alguns preços. Quase caí de costas com o que vi; e o tão falado mercado de HQs norte-americanas, supostamente milionário e inflacionado, se desnudou diante de mim e matou uma série de mitos que criamos por pura falta de informação.

Ok, sei que uma Action Comics #1 é vendida a mais de um milhão, o mundo inteiro está careca de saber isso. Mas o que eu descobri é que na verdade, esta é uma grande exceção. Vamos a alguns exemplos:

Uma Weird Tales original, de 1936, com Conan na capa e trazendo a história A Rainha da Costa Negra estava a U$300,00. Faltava dois dias para o término do leilão e esse número ainda poderia crescer, mas ainda assim, eu achei muito baixo em relação ao que vejo por aqui.

Pesquisei mais a fundo.

A coleção Biblioteca Mirim no formato tijolinho é vendida aqui a preços altos. Por exemplo, tem um Flash Gordon no Mercado Livre sendo vendido a R$120,00. Lá, vi um Flash Gordon igualzinho por U$79,00. Um Fantasma da mesma coleção, de 1936, estava por U$25,00 – e faltava apenas 12 horas para o término do leilão.

Vi um Captain America #5 original por apenas U$149,00 – com frete grátis!!! E quando saí das raridades e fui para as revistas contemporâneas, me deparei com mais de 4.000 revistas das décadas de 70, 80 e 90 da Marvel e DC, sendo vendidas a U$0.99 (não era leilão, era o preço mesmo).

Ou seja, quando entramos no Mercado Livre procurando por alguma raridade e nos deparamos na mesma página com uma revista sendo vendida a R$50,00 e outra igual sendo vendida a R$200,00, o que acontece? O vendedor que colocou o produto mais caro cai na real e baixa para um valor justo, a fim de competir com o cara que está vendendo a R$50,00? Claro que não, afinal estamos no Brasil – a terra do levar vantagem em tudo – então o que ocorre é o oposto. O cara que tinha colocado um preço justo pelo gibi se sente um tapado e resolve subir seu anúncio (especulação).

O que ambos se esquecem é que arremataram aquele produto de alguma viúva de um colecionador em um lote que, somando tudo o que compraram, não paga mais de R$2,00 por produto. Assim, querem ganhar 1.000% em cima da venda, 10.000%, 100.000% por cento – e o resultado? Essa bosta que temos aí!

Coleções sendo vendidas a um preço maior que um carro!!!

Esse povo está se esquecendo de uma coisa: HQs, por mais que eu as ame, não passam de papel. É só isso. Não é a cura para o câncer, não é a tábua de salvação da humanidade, e não devem ser tratadas dessa maneira. Eles estão destruindo o mercado, sem se darem conta disso – estão ignorando uma das lições mais básicas da economia, que é a valorização do curto prazo em detrimento ao longo prazo. A bolha vai estourar.

Basta que um número grande de pessoas comece a se irritar com esses preços; basta que elas percebam que podem comprar pela metade do valor o material original no e-Bay ao invés de uma reedição brasileira; para a coisa começar a degringolar.

De minha parte, raramente compro no Mercado Livre agora. Espero que você adquira discernimento, passe esta mensagem à frente, e faça o mesmo. E que os caras que estão detonando com o mercado de HQs no Brasil chafurdem na própria lama.

Deixe uma resposta

  1. Alexandre, não costumo comprar HQs pelo mercado livre, mas segui sua sugestão, digitei Ebal lá, e PQP, q isso kra. Situação muito foda essa viu. Há 3 anos a bolha imobiliária explodiu no mundo, em breve a bolha especulativa dos quadrinhos explodirá no brasil.

  2. O que inflaciona o preço para mim são 3 fatores:

    1- As maldita palavra raro, e edicão limitada.(que não exitem, pois raro pra mim hj seria uma arte original autografada e não uma HQ que saiu com venda regular.

    2- colecionadores novatos. (falo isso pq sou novato em colecionar quadrinhos, mas sou vetereno na compra de discos.) onde os preços tb são gigantescos.(HJ por ja ter esse traquejo dos discos sei esperar a hora certa para compras algumas HQs que quero.

    3- demora nos lançamentod por aqui, nos EUA quando uma grande saga da DC ou marvel é acabada, alguns meses depois é editada como encardernado, um tempinho depois, vem a capa dura, no Brasil a coisa eh diferente por isso quado alguem que ler algum classico dos quadrinhos, entra numa loja e não encontra, mas que ler aquilo de toda maneira acaba caindo nas mãos dessses aproveitadores.

    Os discos CDs, LPs etc tal como HQs, e outros hobbies são inflacionados pelos próprios colecionadores.

    Exemplo se Alguem paga 500 reais numa edição definitiva que saiu a alguns anos atrás e pq essa pessoa é nova no ramo( ou louco), leu em algum lugar que aquilo é clássico, não encontra para comprar em lojas por estar esgotado e por ai vai.

    A falta de relançamentos e reedições no Brasil faz vc ficar sem achar essas coisas com facilidade.

    exemplos:

    Asilo arkham, V de vingança, Akira, Batman cavaleiro das trevas, Batman ano um, Watchmen dentre outros tantos clássicos deveriam ser reeditados a todo momento como se faz nos EUA, assim vc pagaria um valor alto nesses clássicos caso queira ter a 1ª edição.

    A dica é paciencia pois colecionar é ter paciência, pois vc nunca terá tudo o que quer… e se tivesse qual seria graça em colecionar.

  3. Eu acho que cada um têm o direito de cobrar o que bem entender pelo material que possui. Claro, essa necessidade de levar vantagem em tudo, característica de grande parte da população brasileira, afeta muito o bom senso das pessoas. Não acho que só os quadrinhos sofrem desse mal.
    Acho sim que os preços de clássicos devem ser inflacionados, com bom senso. Mas em um país que pouco se lê, vender coleções de quadrinhos por valores tão altos, como os que podemos ver também no site Rika, é ignorar uma realidade. Penso também que o mercado editorial tem culpa nisso. Algumas obras levam anos para serem republicadas ( quando são).
    Então, quem quiser ter acesso a esse material, ou busca scans, ou compra importado. E claro, entre comprar uma versão brasileira e uma versão original, por uma diferença de valor mínima, a original vence. E entre pagar alguma coisa, e ler um scan de graça… Mas isso já é um outro assunto.

  4. "A coleção Biblioteca Mirim no formato tijolinho é vendida aqui a preços altos. Por exemplo, tem um Flash Gordon no Mercado Livre sendo vendido a R$120,00. Lá, vi um Flash Gordon igualzinho por U$79,00."

    Notei um erro aqui. Não quero defender o pessoal do ML (prefiro garimpar sebos. Sai mais barato e é bem mais divertido), mas 80 dólares dá muito mais do que os cento e vinte reais da versão nacional.

  5. Bem, esse é um post bem relevante, eu estou largando os mangás(não diria largando, só parando de comprar) por conta de vocês do PN, pois, meu deus cara, hq estão muito mais em conta do que mangás com 30 reais eu compro 3 mangás =/ com 30 reais eu compro entre 5/6 hqs mensais(mas só to comprando O Cerco da Panini pois me interessou), mas não é sobre isso que estamos falando né…

    O caso desses caras que vendem no ML são que é mesmo por conta de que o Brasileiro quer mesmo levar vantagem em tudo pisoteando as pessoas, mas por conta de que é mesmo que eles pensam que isso, isso e aquilo é raro, mas pois não é tipo já vi o primeiro volume de One Piece da Conrad(mangá) por 100 reais no ML, sendo que tem cara vendendo a coleção inteira por 200 reais, eu penso comigo, nossa, imagina o louco que compraria isso…

    Já no caso das hq's é que o pessoal pensa mesmo que tudo é raro, mas como você disse Alexandre, é só papel, eu penso, que não vou passar do preço da capa pagando pela hq, mas depende do ano né(e penso de relance aqui, eu acho que já vi o primeiro número de Luck Kage por 5 reais num sebo daqui de Porto Alegre…

    Mas é isso que penso, o cara pode pensar que vai vender isso, mas não vai ou vai dependendo do louco que quer pagar mais de 3000 reais por uma hq do Superman amarelada e que só vai ler e nada mais que isso…

    Dieferson(é que gosto de por H no nick), 15 anos, Porto Alegre, Rio Grande do Sul(é que é meu primeiro comentário no blog sendo que conheço ele desde o podcast 12 XD)

    PS: Acho que o comentário ficou grandão e falei nada com nada, mas vamos ver o que pensam…

    PS 2: Qual o sistema de comentários do blog?
    Pra criar a conta pra comentar sempre a partir de hoje com avatar…

  6. Oráculo,

    Claro que 79 dólares dá mais que 120 reais, mas a diferença é pequena para ter uma publicação original norte-americana. Ou pelo menos penso assim, logo a dúvida é: o americano está barato ou o brasileiro está caro?

    Dhieferson,
    Seja bem vindo. Olha só, não sei como montar o avatar, mas vou perguntar ao Bruno e depois alguém te retorna.

  7. Se tem alguém vendendo por esses valores gigantescos é porque alguém está comprando.

    Ou se vocês estivessem precisando de grana e soubesse que alguem quer pagar 10 mil reais em uma coleção da Ebal não iria vender?? Dúvido!

    É uma realidade triste, mas se tem algum disposto a pagar um alto valor é por que o mercado existe e quem vende não está fazendo mal algum.

  8. Será que não pode-se contar um pouco com o valor sentimental? Já vi alguns colecionadores venderem suas coleções a preços altos pensando nisso. Por outro lado ao procurar alguns volumes de HQ's no site em questão o preço realmente estava bem elevado e coisas que eu acho em sebo de HQ em Belo Horizonte a 3 reais…

  9. Rafael, me desculpe, mas você está errado.

    O problema um é, com esses preços, as pessoas não estão comprando. Aquele anúncio do Superman já está lá há muuuuuito tempo. Eu acho que o vendedor no fundo sabe que não irá vender a revista a esse preço, mas o que acontece é que ela acaba servindo com termômetro para todas as demais. Assim, ele puxa o mercado inteiro para cima, inflacionando os preços. Por exemplo, o número 50 poderia ser vendido tranquilamente a R$50,00, mas a galera vê o número 1 àquele valor e acaba jogando o 50 a R$400,00. Eventualmente, um louco compra, mas na medida em que todos fazem isso, o mercado começa a se tornar intransitável (basta ler alguns dos exemplos que o pessoal postou aqui – One Piece a R$200,00??? Que é isso!!!).

    O segundo problema é quando você diz que ele não está fazendo mal a ninguém. Na verdade ele está. A questão é que o mercado de gibis não criaria uma bolha que derrubaria a economia, pois é um nicho muito específico, mas o mercado de carros e imobiliário sim – e foi exatamente o que aconteceu em 2008. O princípio é o mesmo, casas, carros, ações, títulos ou gibis – só o que muda é o volume negociado. Portanto, eu vejo prejuízo, sim, quando um mercado é afetado neste nível e prejudica a maior parte da população que torna-se incapaz de adquirir sua satisfação pessoal (proposta maior da Economia)por conta das ações de alguns poucos que querem levar vantagem.

  10. muito bom o post e empressionante o preço das HQ'S no Mercado Livre,sempre vejo diverssos produtos baratos no Ebay mas nunca tive a oportunidade de compra ja que não tenhoa minima idéia como compra lá

  11. Muito bom! Um dos melhores posts que já li aqui! A questão é que não se trata apenas de papel. Contém um capital simbólico grande, que, este sim, é super dimensionado. Não se pode tratar o conteúdo de uma revista ou a sua raridade de maneira tão absurda. E, possivelmente, quem vende uma revista com preço tão alto acaba por ter outras intermediarias em preços supervalorizados, mas nem tanto. A questão é que o vendedor poder criar a bolha para si mesmo e não ganhar naquela revista que há tempos está encalhada, mas em outras. Ele joga o preço alto para que não venda, mas que dê a sensação de um bom negócio em outras dele mesmo. Criação de uma valorização de mercado que não condiz com o valor material e nem simbólico.

  12. Eu também parei de comprar no ML muito caro, prefiro comprar na Estante Virtual ou em sebos como Loja dos Heróis.

  13. Rafael, juro por Deus, eu não conseguiria enganar as pessoas e vender a um valor absurdo algo que não vale tanto assim. Não gosto de fazer os outros de idiotas. Sei que existem os tontos que pagam altas quantias por gibis raros, eu não sou esse tipo de gente, mas também não sou o tipo de gente que cobra valores desonestos por uma revista em quadrinhos. Se um dia for vender minha coleção, farei por um valor justo, mais sentimental do que material, mas não vou lucrar em cima da ingenuidade de alguém. Não estou dizendo que você faria algo assim, não interprete mal minhas palavras, só desejo afirmar que isso é sim, algo ruim de ser feito. Mais do que isso, é desonesto, é feio.

    O que você disse foi: se alguém vier, sem eu sequer oferecer, e insistir em pagar 10 mil em minha coleção, porque é tudo que ele sempre quis, claro que eu venderia, não partiu de mim, foi o cara que me fez vender. Agora, o contrário eu não consigo fazer: colocar algo a venda nesse valor absurdo. Isso jamais partiria de mim.

    Se tem quem compra, ok, sorte do canastrão que vendeu, tolo de quem comprou e azar de todos os demais, inclusive nós. Eu, particularmente, acho a prática muito feia, e não faria isso.

  14. Antigamente era fácil encontrar revistas usadas nos sebos da cidade. Hoje, quem tem algum exemplar, prefere vender pela internet a preços abusivos.
    Em meu blog os preços são justos. Os interessados devem dar uma olhada.

  15. Acho que o mal existe mas os exemplos citados não são convincentes.

    Sem dúvida que existe muita especulação e variação de preços, mas isso não ocorre só no ML, mas nos sebos também.

    Quando me mudei pra São Paulo me assustei com os preços cobrados pelos sebos. Eu já tinha tido um sebinho de livros e não cobrava tanto, mas aqui é muito caro! Os sebos de sp carregam o mercado pra cima. Se vc for pro acre ou algum lugar ermo desses vai comprar muito mais barato.

    O Mercado Livre, como já diz o nome, é livre, pessoas que nem sabem o que é um gibi anunciam um gibi como raro e se elas acham que podem ganhar um bom dinheiro elas põe o preço lá em cima.

    Outro dia vi a edição definitiva de watchmen da Panini, por exemplo, sendo vendida a 100 e a 400 mangos!

    Mas o pior não são os especuladores que sobem os preços, mas os vendedores que anunciam um produto barato e você compra e está em péssimo estado. Isso é que prejudica quem quer vender um gibi por um preço justo.

    Outra coisa que esta acabando com o mercado são os scans, as pessoas não querem mais pagar pra ler um gibi, então virou um luxo, dai os preços sobem.

    De resto, não vivemos em um país comunista, as pessoas podem negociar como quiserem, não vejo bolha nenhuma surgindo ai pq quadrinhos não respondem nem por 00000000,1 por cento da economia.

    Em vez de um post reclamando dos preços deveriam fazer um post contra os scans, isso sim.

    No mais, gibis a bom preço encontram-se em meu site.

  16. é meu amigo, falta saber se a Weird Tales de 1936 teve a mesma baixa tiragem que a Biblioteca Mirim, falta saber se a procura por bons exemplares está no mesmo patamar que a oferta, falta saber se a disposição para se desfazer da edição é igual também…

    Não acho que seu desabafo esteja fora de contexto, uma vez que vemos os tijolões preto e branco da série MARVEL ESSENTIAL sendo vendidos de R$75,00 à R$25,00 no ML. Imagino que quem tente vender por R$75,00 esteja com o encalhe anunciado a anos, enquanto que a venda por R$25,00 corre bem ao vendedor interessado em fazer circular seu estoque.

    Watchmen com capa dura (Panini), chegou a ser anunciado por R$750,00 (heheheheh), mas nivelou-se mais ou menos por R$250,00 (lembrando que anunciado não é igual a vendido). Aqueles Sandman com capa dura da Conrad, eram vendidos às centenas de reais por exemplar, hoje podem ser encontrados por uns R$25,00.

    Procura e oferta, é assim que opera qualquer mercado, inclusive o ML, nem adianta atribuir este fato à cultura do jeitinho, pois são coisas que não se confundem! Se buscar por quadrinhos em ML de outros países, inclusive ebay, verá que há semelhante diferença de valores para produtos aparentemente iguais, assim como há diferença de reputação entre os vendedores. Há as vezes em que o barato sai caro.

    Bom conselho do amigo que diz "A dica é paciencia pois colecionar é ter paciência".

    Um abraço,

  17. Grande verdade, o que está abordado neste post… Um tema que vai mexer com as suscetibilidades de muitos… E olha existem "raridades" que nem são raridades. Tive um amigo que vendeu há um tempo atrás tudo do Gibi Mensal, Globo Juvenil e outros por valores irrisórios… Ainda bem que nesta caso, foi adquirido por um pesquisador… Parabéns pelo post.

    Lance

  18. Bom dia,

    Eu acredito que como colecionador você se sinta incomodado com os preços caros, contudo as pessoas tem o direito de dar o preço que quiserem aos seus produtos e, ao contrário do que o Zago diz, não vejo nada de imoral nisso (supondo que os quadrinhos não tenham sido roubados).

    Se todas as pessoas colocarem os preços nas alturas, então é provável que as pessoas procurem uma outra alternativa, como o ebay ou sebos.

    • One more thing, before you all tear me to shdres, but this is a good thing. It looks like Rob is working out. I was looking at his upper arms, and it looks like it was sort of cut, his neck looks a bit thicker, I don’t know it could be my eyes playing tricks with me, but he looks like he is working out, I wonder if he has a new role up and coming. I heard something about him playing a Russian In Child 44, another book adaptation of a Russian who gets involves and tries to solve a real-life serial killer of children by train stations.

  19. Eu sou cadastrado no Mercado Livre desde 2000, mais faz um bom tempo que não compro nada. Pequiso as HQ's quando vejo os preços, simplismente me nego a comprar. Como foi dito é apenas papel, se alguem pretende ganhar ou se sustentar as minhas custas, vai se dar mal…..

  20. eu encontrei os números 1, 2 e 3 da Cripta do terror em um sebo. O cara tinha uns 20 volumes de cada e vendia por R$ 5,00 cada número. Ele sabia da importância dos quadrinhos mas não queria saber, queria vender rápido. procurava antes disso o número 1 da mesma coleção e não encontrava, um vendedor de sebo disse: "esse número é raro, ás vezes um otário tem e nem sabe o valor que representa, por isso vende a preço de banana…"; infelizmente muitos pensam assim, no entanto esse vendedor que vendia a Cripta por R$ 5,00 tinha seu sebo lotado de compradores que realmente iriam comprar, ao passo que o segundo estava deserto e os únicos clientes eram caroços que só estavam pesquisando e não levaram nada. (como eu por exemplo).
    Valorizar livros e revistas de qualidade não é elevar seu preço e dificultar propositadamente o seu acesso, mas sim reeditar, republicar e por ao alcance do público em geral.
    Agora concordo com a opinião de outros: meus exemplares raros não vendo a preço de banana, é claro. Mas se precisasse de dinheiro e alguém quisesse pagar R$400,00 em alguns volumes, não hesitaria em lançar mão.
    Desculpem pelo coment longo.
    Abrços!!!!

  21. Nunca comprei no Mercado Livre e uma das razões é o preço alto das revistas, gosto de hqs, guardo com todo cuidado meus gibis, mas não gosto de ser explorado, pois dinheiro não dá em arvore. É preciso repensar este tipo de comportamento, pois não é assim que vendedor e comprador irão se sentir satisfeitos.

  22. Alexandre, pensei, até há poucos instantes, que somente eu estava observando este detalhe: a absurda especulação de preços de HQs. Julgava-me um mal-informado, que estes preços extorsivos fossem normais neste tipo de transação. Pensei que loucos fossem aqueles que cobrassem preços módicos por tais raridades, deixando escapar a oportunidade de lucro certo.

    O que compro em sebos/fanzines e Mercado Livre scanneio e envio, via Mediafire, para algum blog/site que se interesse em postar as citadas raridades. Foi a maneira que encontrei para divulgar gibis antigos aos estudiosos e fãs da Nona Arte além de tentar coibir, em alguns casos, esses preços abusivos.

  23. Antonio,

    Pois é, essa questão já vem me incomodando há algum tempo. Até 2009 eu comprava dezenas de revista por mês no ML – e sentia que pagava um preço justo. De lá para cá, a coisa piorou (e muito). Alguém acima (não lembro quem) falou que é a Lei da Oferta e Procura.

    Pois bem, tem um comerciante no ML que sempre coloca dezenas de lote em leilão. Ele inicia a $1,00 e deixa rolar por dez dias. Há revistas que fecham a $3,00 e outras a $70,00. Se ele sente que alguma revista é bastante valiosa, começa o leilão a $30,00 ou $40,00 reais. Mais justo que isso impossível.

    Em tempo, parabéns pela iniciativa de enviar histórias aos blogs.

    Um abraço.

    • Muito bom conteúdo, é verdade o nosso pais acostumou a ser corrupto,
      continue nos dando dicas como essas é de muito valor, em meio a tanto conteúdo que não ajuda em nada espalhado pela internet, mas tem muito conteúdo util, como o seu, abraço.

  24. Muito bom o artigo sobre a especulação no Mercado Livre. Frequento esse tipo de site há 7 anos e tenho comprado através dele centenas de revistas da EBAL, já completei mais de 20 coleções.

    Tem gente que se inicia no Mercado Livre vendendo revistas a preços justos e logo, logo, se contamina com os especuladores, passando a especular também.

    Hoje em dia não compro mais quase nada nesse tipo de site. Estou completando agora as incríveis coleções de livros "DC Archives" e "Marvel Masterworks" no site da Amazon.com. Essas, sim, verdadeiras obras de artes, não são como esses papéis velhos anunciados a peso de ouro no Mercado Livre.

    Para combater a ambição dos especulares, eu tenho escaneado nos últimos anos dezenas e mais dezenas de revistas da EBAL. E vou continuar escaneando. Agora, estou envolvido com o escaneamento das coleções "BI" da EBAL — um trabalho e tanto.

    Malditos especuladores! Eu quero mais é que suas coleções sejam destruídas pelos insetos.

    • Prezado Esquilo, li que vc tem escaneado as revistas da ebal…me interessa as do Batman, quero completar minha coleção..como podemos entrar em contato com vc….???

  25. Tome cuidado com suas pragas, Esquilo42! O feitiço sempre se volta para o feiticeiro. Fique tranquilo. A própria vida os punirá.

  26. nao encontrei o que estava proucurando, e era um siplis dvd de dança de salao, favor mostra um email que resolva o meu assunto. obrigado aquardo resposta.

  27. "O que compro em sebos/fanzines e Mercado Livre scanneio e envio, via Mediafire, para algum blog/site que se interesse em postar as citadas raridades. Foi a maneira que encontrei para divulgar gibis antigos aos estudiosos e fãs da Nona Arte além de tentar coibir, em alguns casos, esses preços abusivos."

    Essa na verdade é a sua maneira de ferrar com o mercado e levar as editoras a falência e os artistas a trabalharem com publicidade e todas essas merdas e desistirem de fazer quadrinhos.

    Scanzeiros são desocupados que se promovem na internet a custa do trabalho alheio. O trabalho de artistas, editores e de comerciantes de HQs que muitas vezes pagam caro em um gibi para revender e estão apenas trabalhando honestamente. Enquanto scanzeiros estão roubando e cometendo um crime previsto em lei.

    Ao contrário do que diz esse texto, nem todos os donos de sebos compram gibi em lote. Muitos compram por um preço justo e tem de vender a um preço justo, um material de qualidade e com entrega rápida e garantida. Muitos também são colecionadores que guardam os gibis por décadas e depois vendem.

    Vejam só que coincidência, foi dito ai em cima em um comentário do dia 31 que o sujeito encontrou os exemplares 1, 2 e 3 da Cripta do Terror sendo vendidos a 5 mangos, quisera eu te-los encontrado pois no dia 2 eu anunciei os mesmos por 40 reais. Revistas antigas que eu guardo desde 1999. Não os comprei por 5 mangos cada mas sim a 10 cada um há mais de dez anos.

    Não se pode generalizar e não se pode apoiar a pirataria, pois esta prática nociva esta acabando com o mercado editorial no mundo todo.

    Volto a pedir que os editores do blog se pronunciem contra a pirataria e não permitam esse tipo de incentivo em comentários.

  28. Tavares,

    Este post não generaliza as ações, pelo contrário, condena a má prática e a conduta que, no meu entendimento, prejudica o mercado. 40 reais por um número 1 da Kripta é um valor aceitável. 300 reais não é. É especulação e uma prática prejudicial (novamente, no meu entendimento – decerto há quem não pense assim).

    Os scans são outro assunto. Pelo que eu entendi, o colega apenas registra digitalmente revistas antigas. Não sei se essa é uma prática questionável. A informação digital mudou toda a forma de ser contemporânea, afinal não existe pessoa que não use a net e não tenha feito pirataria de alguma forma. Se não de HQs, então de música, filmes, fotos, games, programas ou até ideias.

    Eu não leio scans pois não gosto da sensação – mas a anos não compro um CD. Não vou acusar a pirataria quando os comerciantes de lojas e livrarias ganham 50% em cima do valor do produto e o governo coloca quase 30% de impostos, sinto muito mas não farei isso. Um livro que poderia chegar às lojas a $40 reais chega a $80. Um DVD é lançado ao custo de $50 reais e três meses depois passa a custar $20. Isso é chamar o consumidor de idiota na cara dura.

    Muita gente é contra pirataria, mas muitos o fazem por conta de ações como essas. E não vou nem entrar no mérito da quantidade absurda de coisas que não são lançadas em nosso mercado, as quais jamais teríamos acesso sem a Net.

    Não estou dando um ponto final em coisa alguma. Só acho que esse assunto precisa ser discutido. Fala-se em combate a pirataria, mas que tal combater junto o abuso nos preços (lembrando que a maior parte do país vive de um salário mínimo miserável)?

  29. Moises e esquilo42

    "Valorizar livros e revistas de qualidade não é elevar seu preço e dificultar propositadamente o seu acesso, mas sim reeditar, republicar e por ao alcance do público em geral."

    "Para combater a ambição dos especulares, eu tenho escaneado nos últimos anos dezenas e mais dezenas de revistas da EBAL. E vou continuar escaneando. Agora, estou envolvido com o escaneamento das coleções “BI” da EBAL — um trabalho e tanto."

    Por ao alcance do público pirateando de forma vagabundesca significa desempregar artistas, editores, donos e funcionários de livrarias, distribuidores, designers, tradutores, jornalistas e todo mundo que trabalha profissionalmente e honestamente com HQs. Usar a desculpa da especulação pra justificar isso é absurdo.

    Como vão reeditar uma coisa que já ta ai na web de graça pra todo mundo pegar? Em nosso pais, amiguinhos, ninguem vai reeditar.

    Escaneie os Principe Valente gigantes da Ebal e veja o valor cair. Você vai se sentir o máximo, seu número de seguidores no twitter vai quintuplicar, mas você não acha que estará prejudicando as vendas da republicação? " Ah, mas eu to ajudando os pesquisadores"…

    Ah mas a Opera Graphica fechou? Por que será?

    Por que não temos mais mercado, por que as livrarias estão fechando nas cidades pequenas? Por que nas cidades grandes e na internet os preços sobem?

    Pense nisso!

    Não estamos em Cuba, aqui ainda é capitalismo, graças a Deus, e o mercado é livre. Não adianta reclamar dos preços. Na minha época a gente trabalhava e comprava HQs. Quando não podia, colocava debaixo do caderno e saia correndo da banca. Coisa de macho.

    • Prezado Tavares concordo com vc, muito bem comentado, vc fala que escaneou revistas da editora Ebal, me interessa, vc tem a relação, compro de vc, quero completar minha coleção do Batman da Ebal.

      Fico no aguardo de seu email
      Muito grato

      Luiz

    • Meu caro “sujeito” Tavares, como você tratou de enfatizar em outra mensagem lá em cima, Creio que você está confundindo os comentários. Nunca disse aqui nada sobre pirataria e distribuição indiscriminada de produtos falsos.
      Quanto às revistas da Cripta do Terror, encontrei os 3 primeiros números a R$ 5,00 cada. tinha mais ou menos uns 20 exemplares de cada volume, totalmente ORIGINAIS. Se o cara esta vendendo a esse preço, é porque ele consegue ainda assim obter lucro, pois o comércio é isso mesmo, os interesses se encontrando, eu obtenho a revista que procuro e pagando um valor justo por isso. O que está em jogo aqui é o “valor justo”. Você já achou o cara um banana e certamente compraria o lote todo e venderia a preços bem mais altos, inflacionando e especulando o mercado, estou errado? Agora se o cara que cobra R$ 40,00 para obter lucro e pagou R$ 20,00 pelo mesmo exemplar, ele se deu mal pois não venderá a menos que acabe o de R$ 5,00.
      Dias atrás, pesquisando sobre a revista Kripta número 1 da extinta RGE, me deparei com preços de R$190,00 a R$ 300,00. Não comprei, é óbvio. Como já disseram acima, colecionar é ter paciência, e se tem um ditado que dá certo no mercado do colecionismo é esse aí: semanas depois encontrei um exemplar a R$ 90,00, com frete incluso na Estante Virtual. Comprei? Ainda não. Semana passada encontrei a mesma revista a meros R$ 45,00, entrei em contato, solicitei fotos, e tenho agora o exemplar em mãos, em perfeito estado
      É claro que o mercado do colecionismo e de edições esgotadas, primeiras edições é muito disputado e a um alto nível, isso todos sabemos; mas especulação é uma má conduta sim, e isso todos sabemos também.
      Sempre passo em sebos no centro de São Paulo; há sebos com preços mais em conta, mas nunca vejo o mesmo exemplar duas vezes por lá, entretanto nos sebos mais “Ranca Couro”, vejo o mesmo exemplar por meses parado na prateleira, e o vendedor é inflexível na negociação. Gosto de negociar, garimpo sebos desde meus 12 anos de idade e sei quando vejo algo que vale o preço que se está pedindo.

      Mais uma vez: a paciência faz o colecionador. Um produto caro hoje, pode estar barato amanhã. É claro que ele pode ficar mais caro também, mas não é muito provável.

    • Sempre trabalhamos contra a pirataria, incentivando a compra de vários títulos, mostrando coleções, fazendo resenhas, escrevendo livros, etc. Nós mesmos somos ávidos colecionodores de HQs, e se caçar os comentários em nosso blog, verá que as pessoas consomem nossas indicações. Isso já não é uma posição valida?

      Mas mesmo assim, vamos gravar um podcast sobre o assunto em breve, não perca! Abração!

  30. Tavares,

    Respeito sua opinião. Só uns adendos:

    A Opera Graphica fechou por que o cara virou evangélico e desencanou. Nem mais, nem menos.

    Antigamente as pessoas gravavam discos em fitas cassete. isso era pirataria.

    A devir continua reeditando muitos albuns e acredito que as vendas estejam correspondendo – do contrário eles não fariam.

    Um abraço,

    Alexandre

  31. GENTE, NÃO É TODO MUNDO QUE TÁ VENDENDO QUADRINHOS CARO NÃO! EU POR EXEMPLO TENHO MUITA EDIÇÃO REPETIDA QUE ESTOU VENDENDO A R$2,00 CADA.

    E ATÉ QUE VENDO MUITAS!

    TENHO MUITA COISA! LÓGICO QUE NADA DA DÉCADA DE 30, 40 50, 60, 70 TUDO DE 80 PRA CÁ, AGORA TEM CARA QUE EXAGERA JÁ TÔ CANSANDO DE VER EDIÇÕS QUE ESTOU VENDENDO A r$2,00 POR r$10,00 OU r$15,00 NO MERCADO LIVRE. COMO TAMBÉM MINICRAQUES QUE TENHO UMAS CAIXA E ESTOU VENDENDO POR r$100,00 COM 24 MINICRAQUES E VEJO CADA UM NO MERCADO LIVRE POR r$10,00, r$15,00 OU r$20,00 ! É ASSIM MESMO E O PIOR QUE MUITOS VENDEM E VOCÊ COM O MESMO PRODUTO AS VEZES NÃO CONSEGUE VENDER!ABRAÇOS

    • Olá Claudio, ainda bem que ainda existem pessoas que representam o negócio honesto de HQs no Mercado Livre e vem aqui dar as cara! Deixe seu link pra nós e o pessoal, quem sabe não vende alguma coisa pros colecionadores que nos acompanham. Abração!

  32. Alexandre, muito interessante seu post! Mas você está esquecendo um fator importante em qualquer tipo de negócio, que é a lei da oferta e da procura.
    Ela impera em todo seguimento comercial. Não adianta o comerciante inflar preços se não há compradores.
    Agora se há exemplar escasso, coloque a venda para ver o preço que vai atingir. Caso algum dos leitores queira testar a teoria encontre um dos exemplares 09/10 ou 11 da revistas Ken Parker do CLUQ e coloque a venda para ver a quanto vai o preço final ( estes exemplares custavam R$ 18,00 quando do lançamento em 2002).
    Alguns exemplares originais americanos chegam a alcançar preços mirabolantes, porquê algumas pessoas se dispõem a pagar, por vários motivos é claro, e na maioria das vezes é devido a escassez do produto.
    No Brasil temos casos clássicos de produtos assim (Revista Tio Patinhas nº 09 com as crianças na capa; A Histórias do Faroeste nº 22 com Tex, que só sobraram 5 exemplares)e muitos outros.
    Sou colecionador, e utilizo o Mercado Livre e Estante Virtual para comprar e vender também. Já paguei R$ 1.200,00 exemplar do Almanaque do Globo Juvenil e também vendi exemplar de ano diferente do que adquiri por R$ 120,00.
    Antes do advento da Internet os Gibis eram negociados em anúncios das próprias revistas ou classificados de jornais especializados e os preços não eram diferentes dos praticados hoje.
    Um famoso colecionador do Rio de Janeiro chamado Waldo Vieira, concedeu entrevista na década de 80, dizendo que tinha viajado o mundo com a venda de uma de suas coleções de revistas em quadrinhos.
    Agora concordo com sua tese, que alguns vendedores não tem noção dos preços que oferecem os produtos, mas isto ocorre em qualquer mercado.

  33. Muito oportuno essa reportagem. Tem gibis tão caro no ML e o pior quem mais ganha com isso é o ML que não tem nenhuma responsabilidade entre vendedor/comprador. Já comprei no ML e o vendedor não mandou o gibi. Simplismente o mesmo mudou de e-mail e não tem como reclamar ao ML. Por falar nisso tenho um lote de gibis a venda em torno de 1.260

    da decada de 40 a 70. Se algum colecionador tiver interesse entre em contato. Nesse lote tem vários Almanaques. [email protected]

    Fiquem a vontade para tirar dúvidas. Um abraço.

  34. Ola amigos! Achei interessante o artigo apesar de não concordar. A internet mudou completamente a forma como vemos o mercado hoje. A visão especulativa sempre existiu e vai ter, ou seja, a famosa lei "predatória" de oferta e procura. Se isso é ruim ou bom, depende do ponto de vista. Mas que acho que o importante nesta discussão é o papel do leitor e das editoras nesta relação. O mercado livre é nada mais que um mediador de venda de usados de produtos que já foram impressos e vendidos pelas editoras. Mas qual o papel dos leitores/ consumidores de Hqs nessas história? Que pressão se pode fazer nas editoras para publicação ou republicação de Hqs que tem demanda de procura? E o que os profissionais que produzem HQs ou estão envolvidos no processo produtivo têm haver com isso? Vejo muito mais questões do que respostas que culpam o tal mercado de usados. O mercado de quadrinhos cresceu porque o números de leitores/consumidores também cresceu e qualquer conseqüência que ocorra com este mercado tem influencia direta nisso. Portanto galera, se querem quadrinhos mais baratos e acessíveis, existe uma palavra muito incomum entre vocês que pode contribuir muito na solução destes problemas: UNIÃO E ATITUDE .

  35. Cara, as pessoas vão tentar vender pelo preço que as pessoas estiverem dispostas a pagar. Isso é acentuado com coisas “fora de linha”, raridades, como HQs da EBAL. Não tem como querer que vendam a preço de banana, como se fosse algo publicado o ano passado, só porque assim caberia melhor no seu bolso.

    Isso nem é o mercado de colecionadores “acabando”, mas o contrário, valorizando. Quanto mais valiosos são ítens de coleção melhor está este mercado. Melhor em termos, claro, para quem pode pagar (não querendo esculhambar ninguém porque sou um pé-rapado). Para quem não tem muito dinheiro no bolso o “melhor mercado” seria se fosse um mercado com precinhos camaradas, de coisas que as pessoas queriam jogar fora mas vão tentar vender antes de enfiar no saco de lixo. Seria ótimo para quem quer comprar que os preços estivessem assim depreciados, mas isso não seria um sinal do mercado estar “melhor”, do mercado livre/ebay não estar “acabando” com ele, só um sinal de que esses ítens são pertos de serem considerados lixo.

    Claro, pode ser tudo quase que um “blefe”, gente tentando valores exagerados, sem ter ninguém nem sonhando em pagar isso. Aí de duas uma: ou os caras colocam preços reais, ou não vendem. Se jogam no lixo ou guardam, não sei. Mas isso nem é tanto algo a se criticar. Se você é colecionador, e tivesse que se desfazer de sua coleção, a menos que fosse algo muito emergencial, não iria fazer uma “queima de estoque”, você não iria querer fazer um preço que fosse te dar um remorso depois.

  36. Muito interessante a postagem acima, referente a esse assunto, Hoje tem um metodo que pode ajudar a quem quer ganhar dinheiro na internet é o Drop Shipping, onde você pode comprar produtos direto da china a preços muito baixos e Vender esses produtos em sites de leilão como o Mercado Livre e outros e tudo sem nehum trabalho, sem precisar de estoque, sem gastar nada para comprar os produtos e sem ter que ficar enviando produtos, esse seria um bom metodo para Ganhar Dinheiro trabalhando na internet sem sair de Casa, se não me engano o site que ensina como fazer isso é:
    http://www.onlinerenda.com.br/importar-da-china.htm

    .
     

    • Alexandre o pior dissso é para nós que não moramos em capitais e não temos  acesso fácil a não ser pela internet, então é mais uma oportunidade para essas pessoas se aproveitarem e elevarem os preços infelismente.

  37. Realmente, como algumas pessoas já disseram, o vendedor do ML coloca o preço que ele mesmo quiser. Por exemplo, pesquisei “Ebal” e coloquei no Maior Preço, apareceu a primeira coleção do Batman completa por R$20.000,00 . Claro que é um preço totalmente fora do orçamento de quase todos, porém é o preço real, se você for checar o valor de apenas o Batman #1 no Rika Comic Shop, vai ver que o preço é justo. O vendedor não irá colocar uma revista que vale R$10.000,00 , por R$1 , apenas pra agradar os compradores. Já comprei no ML diversas vezes e gostaria de recomendar os seguintes vendedores : IMPERIUS_REX (dono do maior acervo do ML, possui Barbarella, Globo Juvenil e Tico Tico em seus produtos); SBEODABIDI (possui em seus produtos o acervo do maior colecionador de Niterói); ANDREABRUNO1 (vendedora extremamente mal-educada que porém vende revistas importadas por preços baratíssimos, porque não conhece o valor real delas) ; KINBALKIN544 (Uma vendedora realmente “burra”. Pra vocês terem uma idéia, ela vende Fantastic Four #1 por R$50) ; MUSEUDOSGIBIS (grande acervo de revistas).

  38. O SEU “COMERCIO SÁDIO” CONSISTE EM ESPERAR QUE A HQ SAIA, QUE TODOS FAÇAMOS INVESTIMENTOS NAS COMPRAS E LOGO DEPOIS DE 2 OU 3 MESES ALGUEM PASSANDO POR ALGUMA NECESSIDADE RESOLVA VENDER O PRODUTO PELA METADE DO PREÇO, SE LIGA PEQUENO AUTO-AFIRMADO PUNK, VC É O TIPICO CARA QUE RECLAMA QUE NÃO TEM MP3 SUFICIENTES NA NET PRA BAIXAR QUANDO NA VERDADE DEVERIA ESTAR COMPRANDO OS CDS E AJUDANDO A VALORIZAR O TRABALHO DOS ARTISTAS, QUALQUER HQ OU LIVRO QUE ESTIVER POR PREÇO EXORBITANTE SERÁ BOM PARA VALORIZAR O TRABALHO DO ARTISTA, JÁPENSOU NISSO?…ENTÃO ACORDA E SAI DESSE SEU MUNDINHO EM QUE O CENTRO É APENAS VOCÊ E VAI TRABALHAR PRA ARRUMAR DINHEIRO E COMPRAR AS EDIÇÕES QUANDO ELAS SAEM AO INVÉS DE FICAR AQUI TENTANDO MONTAR SEU GRUPINHO DE ESPECULADORES QUE APENAS ESPERAM O PRODUTO SAIR E REZAM ASSIOSAMENTE PARA QUE SE DESVALORIZE PARA QUE POSSAM COMPRAR POR “UMA PECHINCHA”..PENA QUE HOJE, AO CONTRARIO DE ANTIGAMENTE QUEM VENDE SABE EXATAMENTE A IMPORTANCIA E O VALOR QUE UMA EDIÇÃO EM QUE SE GASTOU SUOR PARA COMPRAR NOVA TEM. E OUTRA, TRABALHOS QUANDO ESGOTADOS SÃO MAIS CAROS E PONTO. VCS VÃI TER QUE MESMO A CONTRA GOSTO ENGOLIR ISTO PEQUENO AUTO-AFIRMADO PUNK.

  39. REVISTAS “CONAN O BÁRBARO”

    Números abaixo:

    Estou tentando vender as revistas do “CONAN, O BÁRBARO” e fiquei com receio agora. Tenho as revistas de uma coleção defeita de meu irmão e gostaria de vender. Você teria o nome de um site ou sebo seguro para isso?

    Desde já agradeço,

    RITA

    01 até o 06
    11,12,13,16,17,18,19,20.
    21,22,23,24,25,26,27,28 e 30
    31 até o 40
    41 até o 50
    51 até o 60
    61,62,63,,65,67 e 70
    71,73 e 76

  40. ola pessoal preciso da ajuda de vcs. li todos os comentarios de vcs e o mais importante pra gente que tem gosto por quadrinhos é que no ml quando aparece alguem com uma coleção querendo por ela um preço ultra-exorbitante esse alguem sempre faz com que as outras pessoas que aparecem com a mesma coleção pensem em colocar o valor da sua igual o valor colocado por aquele. a consequencia disso é uma paralização nas compras no ml. é isso mesmo o ml fica parado, pois ninguém compra com isso. por essa como aparecem também muitas coisas boas a um preço até justo no ml, é dificil mais acontece, de vez em quando frequento no intuito de conseguir algo legal para minha coleção. isso ja me ocorreu algumas vezes. NA semana passada vi um cara querer vender tres coleções do homem aranha, editora abril: ateia do aranha, o homem aranha e homem aranha 2099 pelo valor de 4900 reais. Pasmem vcs 4.900 reais. Perguntei ao cidadão se ele nao aceitaria 1000 reais pela coleção o homem aranha. Ele disse que não era um valor apropriado pois no minimo queria tres mil reais por ela. Ele descreveu o estado de conservação delas e nem sequer estavam em muito bom estado. disse que algumas estavam em bom estado e outras em muito bom. Bom o que acontece é que com esse preço todo eu imaginei se tratar de uma coleção perfeita com as edições 1 e 2 com as figurinhas e as demais que vinham com o dicionario marvel contendo o respectivo dicionario. pois nem isso acontecia nesta coleção. foi ai que eu disse para ele que a ultima coleção em estado excelente, pois pertencia a um colecionador, que tinha aparecido no ml foi no ano passado com tudas as ediçoes perfeitas e que o dono tava pedindo 1200 pela coleção toda. Complementei dizendo que havia me arrependido de não a ter comprado. Pois bem, o referido camarada começõu a me insultar no ml e disse que o espaço era dele e das pessoas que tinham dinheiro para comprar e não para pessoas que estivessem ali no intuito de arruinar o negocio dele. E assim me insultou demais e depois apagou tudo de forma que não sei que macumba ele fez que apagou até do meu proprio email particular as ofensas. como fiquei tambem puto de raiva, pois no meu entender não quis ofender ninguem nem tao pouco arruinar o negocio de ninguem, ate porque a coisa mais facil que tem é apagar uma pergunta quando vc, vendedor, não gosta dela, e como não tenho sangue de barata, tive que me defender defesa esta que esta la para quem quiser ver. O referido individuo começou desde então a me ameaçar dizendo que ia me processar na esfera civel e na penal. Pedi o apoio a um amigo e ele foi la e postou um comentario positivo ao meu favor afirmando algumas das verdades que eu disse. Gostaria que a comunidade de leitores e colecionadores de hqs pudesse me ajudar indo ao site http://lista.arremate.com.br/_CategID_3435_OrderId_PRICE*DESC este é o link que leva direto para pagina do arremate onde o referido individuo se encontra com seu anuncio da coleção o homem aranha pelo valor de 2450 pois ele desmembrou as tres coleções e ta vendendo essa por esse valor e a teia pelo valor de 1800 reais. no site consta que o referdo individuo é de goias. não estou como medo das ameaçãs dele de dizer que vai me processar, não é isso. É que penso que quando a injustiça é cometida contra um é ameaçã feita a todos. infelizmente o individuo retirou a parte em que ele começou a me insultar dos piores nomes possivel e so deixou la a parte em que me defendi e ate acho que não foi ele quem escreveu apartir desse momento em diante, mas outra pessoa. Penso que nos que pertencemos a comunidade de hqs tanto de leitores como de leitores-colecionadores temos que ser unidos para fazer com que certas praticas absurdas de elevar preços dentro de sites de venda paralizem e acabem de uma vez com o mercado saudavel de hqs por aqui. Desde ja muitissimo agradecido a comunidade.

  41. Tenho uma coleção de dez revistas comemorativas dos 50 anos da Souza Cruz, quanto vale para o colecionador?

    Tenho, também uma carta escrita de próprio punho por Austragésilo de Ataide, um imortal da Academia Brasileira de letras. O conteúdo da carta é muito interessante, pois nela ele está pedindo sua aposentadoria para o Instituto de Apoosentadoria, quanto vale este documento antigo e único?

    • na verdade amigo o que acontece é que cada vez que alguem entra no ml para colocar uma coleção a vendas, acaba por colocar por um valor exorbitante que é extraido de alguma coleção igual que ja esta la a anos e isso paraliza o ml. sinceramente acho que poderiamos nos desviar do ml para um lugar onde pudessemos negociar os nossos quadrinhos e nossas coleções sem ter que especular preços abusivos.

    • ..no caso desta carta…..se o possuidor não pertencer a familia do escritor, a unica opção descente e honesta seria devolve-la a família de tão ilustre brasileiro ou a realizar uma doação a própria academia brasileira de letras.
      É uma peça histórica que com certeza poderá ser admirada e vista por milhares de pessoas.
      Imaginem uma carta de “Dom |Pedro I ” sendo leiloada no mercado livre….Me desculpem mais negociar o patrimônio cultural nacional é o fim da picada.

      ..tenho dito…

  42. Olá pessoal, eu não sou colecionador de HQ’s, mas cheguei aqui nesse post pois nós que colecionamos games, estamos passando pela mesma situação!

    Muitos jogos antigos vc encontra por 20 reais ou menos no ML, mas se vc começar a procurar jogos com mais fama, olhe lá pra onde vai o preço.
    Jogos bons de PS1 (lançado em 1994!) vc não encontra por menos de 70 pilas e olhe lá!
    Alguns vão conhecer, Final Fantasy VII, na minha opinião o melhor J-RPG de todos os tempos, não sai por menos de 270 reais! O que é isso?
    Olha que eu já vi louco que COMPROU uma versão lacrada desse game por 5,000 reais!
    Esse malditos vendedores estão criando uma bolha mesmo!
    Esses dias estava com vontade de jogar o clássico Silent Hill, meio desanimado, resolvi olha no ML… 250 reais!
    Olha, eu não entendo a lógica dessas pessoas, muitas estão há mais de 6 meses tentando vender e será que não percebem que ninguém se interessa?

    Um exemplo muito interessante foi que:
    Eu vi um game que o vendedor colocou “60 reais, preço baixo pra vender rápido” (os outros vendedores estavam vendendo por 65 ¬¬) e então dava pra perceber a pressa que o vendedor queria vender. Eu pra testar minha teoria, criei uma conta falsa no ML e peguei fotos do ebay só pra ilustrar, criei um anúncio do mesmo jogo por 35 reais. Aí eu mostrei o anúncio de valor mais baixo e vc acha que o vendedor abaixou o preço?
    Começou a dar 1000 desculpas… o engraçado que ele queria vender rápido!

    Eh meu filho… “issaqui” é Brasil… Tenso…

  43. ola amigo, gostaria de saber se vc fosse vender suas coleçoes que com tanto trabalho vc conquistou, se vc as daria a preço de banana para qualquer um, tenho certeza que nao, tudo que e bom e caro mesmo, isso e fato, porem entendo como consumidor que isso nao e nmuito bom, mas fazer o que, ne?

  44. Extremamente pertinente o comentário do Alexandre, eu mesmo um anônimo colecionador do Batman desde pequeno, fiquei horrorizado com o que vi no mercado livre. Quero completar minha coleção mais percebi que por ali nunca irei realizar este sonho….. Os caras parecem vampiros…querem sugar o dinheiro a qualquer custo, se apresentam como colecionadores e pior…contaminaram todo o mercado de quadrinhos na internet…

    Em função destas práticas abusivas que hoje incentivo o Scan das revistas em quadrinhos, existem ótimos exemplares muito bem feitos, aproveito o espaço e solicito se alguem possui ou faz scan das revistas batman da ebal ou outras edições, entrar em contato comigo..pois acho que só assim terei a oportunidade de completar minha coleção.
    Me recuso a alimentar estes escroques travestidos de colecionadores.
    O Mercado é Livre mais a opção é nossa!!!

    …tenho dito….

  45. “Pô, talvez o problema seja eu. Talvez esses preços não caibam no meu orçamento e, quem sabe, o mercado tenha realmente crescido de uma forma que eu não consegui conceber em minha limitada mentalidade”.”

    O Mercado Livre ainda está nessa onda de fechar os olhos para os pilantras??? Triste coisa essa. Há cerca de três anos eu fiz uma compra de um outro produto que não era quadrinho. O vendedor tinha qualificações excelentes e recebi o produto alguns dias após eu ter efetuado o pagamento que ele insistiu que fosse por depósito bancário, direto na conta dele. O pesadelo começou quando eu abri a encomenda e percebi que para acessar o congteúdo que comprei, que estava em alguns CDs, eu tinha que entrar em cntato novamnte com o vendedor para que ele me desse uma espécie de chave que desbloquearia os CDs. Quando entrei em contato com o cara, ele me informuo que só me passaria a chave DEPOIS que eu o qualificasse bem no site do Mercado Livre. Tentei pegar o conteúdo dos CDs sem a ajuda dele, mas não tinha jeito mesmo. Sem saída e sem querer perder o dinheirinho que investi nessa compra, eu me rendi ao que ele pediu e então qualifiquei-o da melhor forma, como ele pediu. O cara, após conferir, me passou “a chave” e eu finalmente tive acesso às tais TELEMENSAGENS que estavam nos CDs.

    Fiquei indignado e até hoje me pergunto se precisava mesmo dele ficar fazendo isso com as pessoas. Lembro que fiz uma queixa, na época, em algum lugar e em pouco tempo recebi algumas mensagens de outros clientes que tinham passado por situações parecidas, onde tiveram que qualificar o vendendor primeiro, antes de realmente conferirem o produto que compararam.

    Depois dessa sacanagem, resolvi nunca mais comprar lá no Mercado Livre. Uns três anos se passaram e pensei que o site tivesse melhorado. Pelo que li aqui, parece que não melhorou nada…

    Obrigado por compartilhar sua pesquisa pelos sites.

    Abraços. Fabiano Caldeira.

  46. E quando a gente compra, paga e o produto não é entregue ? A quem recorrer ? E não é dizer que é pelo prazo, póis há compras de 4 meses e até agora nada…. mando e-mail,não é aceito. Vou relacionar com os devidos depositos bancários e levar ao PROCON.. .. obrigadas

  47. E você, certamente, cobra por cada palestra o suficiente para pagar a comida da semana? Seus preços são os mais baixos possíveis, pois condenando a prática de preços abusivos, imagina-se que seja um discípulo dos preços baixos, seja para dar palestras, lecionar ou ser remunerado na empresa onde trabalhas. Ou não? A prática de vender itens colecionáveis deveria ter os preços mais irrisórios possíveis e não deveria haver especialistas na área. Por 1,00 encontrarias qualquer edição de livro ou revista que alguém, guardou por anos a fio, mas que para você isto não tem preço, ou melhor tem. Menos que uma gorjeta, se é que dás gorjeta. Deves ser do tipo que vai de carrão ao supermercado, compra arroz e carne de segunda, especialmente acem e nunca, na vida, usou azeite de oliva, afinal isto também é caro. E para dar uma prova de sua filantropia, venderias os exempalres mais raros de sua coleção por apenas 1,00, pois é este o valor que eles têm, para você. Bonito, muito bonito. É brasileiro e não come ovo para não botar a casca afora. Ah! Digo-lhe isto na cara se desejares!

    • AMIGOS DO SITE. SOBRE ALGUNS COMENTÁRIOS QUE VI SOBRE A COLEÇÃO QUE ESTAVA SENDO VENDIDA NO ML DE BATMAN PRIMEIRA SÉRIE DA EBAL E QUE AGORA NÃO ESTA MAIS. ESSA COLEÇÃO ESTAVA NA CONDIÇÃO DE CONSIGNADA. O DONO DO SEBOTORRES2 NOME DE CADASTRO NO ML, O SR. CARLOS ANDRÉ CANDIDO TORRES, ERA O RESPONSÁVEL POR ESSA VENDA. PASMEM OS SENHORES O QUE VOU LHES DIZER. CONSEGUI O CONTATO DO DONO DA COLEÇÃO. REALMENTE ELE PEDE CARO NELA, MAS NADA COMPARADA AOS 20 MIL REAIS QUE O REFERIDO SENHOR CARLOS ANDRE ESTAVA PEDINDO. O VALOR QUE O DONO QUER NELA É 8 MIL REAIS, POIS LIGUEI PARA ELE E CONVERSEI PESSOALMENTE COM ELE. ESSE É O VALOR DO QUAL ELE NÃO DECLINA PARA UM VALOR MENOR SEGUNDO O PRÓPRIO. ENTÃO AO TENTAREM NEGOCIAR COM O CONSIGNADOR, ESTE DIZIA QUE O MENOS VALOR ERA 19 MIL. ENTÃO PASMEM OS SENHORES, O CONSIGNADOR QUERIA GANHAR MAIS CO QUE O DONO. SOUBE DE UMA CAMARADA QUE QUERIA LEVAR A COLEÇÃO A VISTA POR UM VALOR DE 12 MIL E NEM A PAU O CONSIGNADOR ACEITOU. PERGUNTO: NÃO SERIA UM BOM NEGÓCIO PARA O CONSIGNADOR FECHAR PELO VALOR DE 12 MIL E LUCRAR 4 MIL COM UMA COLEÇÃO QUE NÃO É SUA? MAS VI QUE O REFERIDO VENDEDOR QUERIA GANHAR MAIS DO QUE O DONO DA COLEÇÃO. ISSO TEM UM NOME: GANANCIA, GANANCIA EXGERADA. HOJE EM DIA A REFERIDA COLEÇÃO NÃO ESTA MAIS A VENDA COM O CONSIGNADOR. ENCONTRA-SE COM O PRÓPRIO DONO QUE PEDE 8 MIL A VISTA POR ELA. BEM MENOS DO QUE OS 19 QUE O COSIGNADOR QUERIA PELA COLEÇÃO.

    • Cara, o que você está falando??? Por isso que eu acho que devia haver moderação, pra barrar esses comentários inúteis.

    • Antes de mais nada, me refiro ao comentário inútil do lebron letchev. O Luis está correto em sua opinião.

  48. Saber porque tudo que se procura o M.Livre é o primeiro na lista e Pior que a maioria não se enquadra o produto exato como descrito ; Demais como tudo que é pop a ma invasão sem valores de crédito algum …

  49. Bom texto, no entanto, gostaria de ponderar algumas coisas, se eu estiver falando besteira por favor me corrijam:

    1) O brasileiro não sabe como participar de um leilão.

    Para participar de leilões você deve evitar de dar lances no começo para dar lances apenas no último momento e é assim que acontece nos países lá fora. Enquanto aqui no Brasil eu já cansei de ver gente se matando pelo exemplar sendo que faltam 2~3 dias pro leilão acabar. Então esse valor ai dos leilões pode ser questionado já que nos últimos minutos nos leilões de exemplares em países fora do Brasil os valores aumentam substancialmente.

    2) Fora do Brasil as tiragens são muito melhores de forma que é difícil esgotar e mesmo que o item se torne antigo como a tiragem era alta, o exemplar muitas vezes fica sobrando aos montes e não se torna tanto raridade.

    3) O consumidor no Brasil muitas vezes não tem habilidade com outras línguas e fica refém das edições em português, some isso ao fato de que há uma intensa desinformação dos compradores e eles aceitam pagar valores altos. Só pra se ter uma ideia Piada Mortal está sendo relançado e tem gente pagando 80~100,00 no ML. Tem gente que paga acima de capa em Ataque dos Titãs!

    ====================

    E com relação a crítica da matéria, essa especulação fora do normal só vai acabar quando as Editoras (principalmente a Panini) passarem a dar tiragens melhores para as HQ’s e assim as HQ’s não sumindo com tanta facilidade. Só para se ter uma ideia o Cassius no Twitter afirmou que Death Black Edition 1 será reimprimido pela 3ª VEZ, enquanto isso um monte de mangás da Panini estão esgotados e o pessoal pedindo, pedindo e enchendo o saco e nada de reimpressão.

    Além disso é necessário que os compradores parem de pagar valores excessivos. Só para se ter uma ideia eu vi vendedor conseguindo vender volume de Monster por mais de 100,00…

    Então pq vamos reclamar que os preços estão inflacionados demais se tem gente pagando?

    Por isso a solução pra mim é se matar pra comprar tudo na época do lançamento, se for deixar pra comprar depois ou você fica dependendo da sorte ou terá que pagar um pouco mais caro e em alguns casos até BEM mais caro.

    • Você tem razão nesse ponto. Dias atrás iniciou um leilão de uma revista número 1 do Monstro do Pântano a R$ 1,00. O leilão duraria 7 dias, e já no primeiro dia 7 compradores haviam elevado o valor a R$ 17,00. Um exemplo bem simples, mas comun. Parece que se orgulham de liderar um leilão do inicio ao fim. Tem que saber como vencer um leilão, mas quando esses novatos iniciam essa corrida desesperada rumo ao topo, o melhor a fazer é esperar o leilão acabar, depois o produto estará disponível novamente, pois o preço no final estará tão alto, que o vencedor do arremate dificilmente ficará com o produto

  50. não é só o mercado livre não, existe uma loja até famosa no ram0o, aqui em São Paulo; a Comix que faz igualzinho; tanto na sua loja física, quanto na sua loja online; quadrinhos que ficam encalhados na editora são vendidos a preços inflacionados 4 ou 6 meses depois de lançados.

    ah e tem mais uma coisa que ocorre, mas não foi citada na matéria; se vendedor X vende HQ Z por R$ 200,00 e o vendedor Y vende a mesma revista por R$ 20,00; o vendedor x compra essa revista de 20, para vender por 200.

  51. É muito absurdo. Me nego a negociar com quem pratica valores abusivos. E isso acontece porque os caras quem ficar ricos vendendo os gibis, em vez de simplesmente passar adiante para outros colecionadores. Eu sempre distribuí meus gibis quando me cansava deles, e ano passado resolvi vender uma parte da minha coleção (por falta de espaço). Metade dos gibis eu estava oferecendo a R$ 1, e o mais caro custava R$ 10. O lance é eliminar esses aproveitadores da equação e manter os negócios entre pessoas bacanas 🙂

  52. Pior que eu tinha edições de mangás esgotados pra vender no ML, mas eu nem faço ideia de que preço por, por causa desse especulação toda, e no fim eu coloquei foi é nada lá, hu3.

  53. caro amigo, nao concordo com sua publicacao, pois o nome dis mercado livre as pessoas colocam suas mercadoria pelo valor que elas quizerem . quem vai comprar tem a opcao de escolher o valor mais enconta basta pesquizar igual vc. feis e a livre concorrencia vende mais quem vende mais barato.

  54. Pingback: SEBO DA BIDI

  55. Pois é Xará, percebo isso já algum tempo e aliás, essa pratica não fica apenas em relação a HQ´s mas também percebo a mesma situação em Action Figures. Esses dias mesmo vi um ‘meliante’ vendendo um action usado por 3x o valor de um novo vendido no site oficial da marca em questão. Levantei essa situação com ele e o mesmo disse que era apenas o valor que ele estava disposto a vender. E o pior, 2 semanas após isso, ele realmente conseguiu vender, ou seja, essa prática é uma isca para ignorantes. Lamentável…..

  56. Este tema é complicado. Há “abusos”? Sim. Mas HQ não é remédio contra doença crônica, que você precisa a qualquer custo. Não deu para seu orçamento, não compre. Muitos dos que criticam os preços desses espertalhões são os mesmo que supervalorizam suas coleções. Me pergunto ao autor desse texto se, na hora dele vender sua coleção, não tentaria fazê-lo pelo valor máximo que pudesse encontrar. Repito: tema complicado…. O pior é que essas bizarrices existem porque muitos estão pagando os preços pedidos. Já dispensei muito gibi caro de sebo. Quando fui conferir, uns dias após, já fora vendido.

  57. Post antigo que ainda está dando o que falar. Acredito que muitos descobriram o ML e por isso a coisa mudou. Muitos donos de sebos e pessoas que possuiam coleções e não são colecionadores, estão se utilizando do ML, OLX, BomN.

    Mas me digam uma coisa. Se preciso de uma HQ “x” pra minha coleção, aonde vou conseguir??? Garimpar Sebos??? É quase impossível achar edições antigas e que possuem poucos exemplares em Sebos. O ML é um site de negócios e acho que essa inflação dos preços é um processo natural desse mercado.

    Sou colecionador e tenho vários exemplares que desejo, se não investir na minha coleção quando vou ter meu exemplar?? Esperar pra achar em Sebos ou de alguém “justo” ou “bacana” pode nunca acontecer…

  58. Fico puto da vida com o MERCADO LIVRE, por causa dessas atitudes. eles fazem de tudo pra sacanear com a gente e receber dinheiro. Fazem vc pagar R$150,00 e anunciar DIAMANTE e seu anuncio não aparece na pagina principal. Fiz 3 anúncios DIAMANTE R$450,00 mais alguns OURO e 100 anuncios PRATA mais de R$700,00 de comissão e não vendi nada, baixei o preço até chegar ao preço de custo pra ver se vendia. e NÃO VENDEU NEM UMA PEÇA!!!! Minhas peças não apareciam na pagina principal,
    Fora esses problemas de vc receber uma qualificação positiva e ter dado uma neutra, porque o comprador não te pagou. VOCE FICA UMA SEMANA SEM VENDER porque a sua reputação vai lá pra baixo, MESMO TENDO 100% DE REPUTAÇÃO POSITIVA
    [email protected]

    TAMBÉM FIQUEI COM DINHEIRO PRESO NA CONTA, PAGUEI TODAS AS COMISSÕES – FIZ UMA VENDA MAIOR NO ATACADO E BLOQUEARAM MINHA CONTA.
    Sabe porque? porque paguei a comissão de 20 peças de venda no atacado de um cliente que comprou de mim na minha própria cidade. Paguei a comissão e tive minha conta bloqueada DÁ PRA ACREDITAR NISSO??? pagar a comissão e ter a conta bloqueada ou suspensa????!!!!!!!!!!

  59. Discordo da maioria dos comentários dos colegas citaram até o momento. A primeira situação é a seguinte: O próprio nome diz “MERCADO LIVRE”, ninguém é obrigado a vender ou comprar no referido site. Faz negócio no ML que quer. Digo por experiencia própria, se não fosse o Mercado Livre, não teria completado ou dado continuidade a minha coleção de revistas do Tex (Tex Ouro, Coleção, Gigante, Anual, Férias, Edições Especiais de Capa Dura, etc). Moro em Brasilia e aqui temos poucos sebos ou lojas especializadas. E na maioria atendem mal e cobram caro. Se não fosse o Mercado Livre, não teria 1/3 de minha atual coleção. Exemplo que vou dar: Tem um senhor, dono de uma banca de revista que trabalha com revistas novas e usadas. Ele cobra nas revistas usadas, o mesmo preço de capa das revistas novas. Teve uma negociação que pedi um desconto por um lote de revistas do Tex (detalhe, parte das revistas estavam em mal estado). Ele fez uma pela outra a R$ 8,00, ou seja gastei R$ 200,00 em 25 revistas. Compro no Mercado Livre, revistas em estado de banca a R$ 5,00 com envio incluso. Estou falando de Tex Ouro, Anual, Férias. Já recebi revistas embaladas em plástico original de banca, ou seja nunca foi aberta. Também coleciono miniaturas e Kits de Motos em escala 1/6 (gigante), e consigo pagar no Mercado Livre bem abaixo de lojas fisicas e Ebay. Paguei num Kit Harley Davidson Tamya 1/6 no ML R$ 200,00 e no Ebay o mesmo anunciado por U$ 190,00. Façam as contas. Resumindo minha opinião, os produtos estão anunciados no Mercado Livre e compra quem quiser ou tenha condição.

  60. Alexandre , o que eu vejo e a principal responsável por tudo isso são as editoras simples assim , (Panini ,…Devir,..HQM,…Pixel,…Conrad,..) se elas mantivessem os seus estoques HQ nas livrarias e comics Shop talvez o Mercado Livre nem existisse , mas não os encadernados acabam e os novos leitores ou até aqueles desatentos que deixaram passar na época do lançamento , não tem alternativa se não ML infelizmente … esses dias mesmo encontrei no ML a morte do Super homem vol 1 e 2 por nada mais nada menos que R$ 1.000.00 quase cai da cadeira um absurdo !

    • meu amigo a morte do homem de aço, original, encapado em nível Fine pra cima não deve valer nem 8 dólares… parem de ser burros.
      aprendam Ingles, não passem vergonha.

  61. Alexandre Callari, caso queria comprar ou saiba quem compre comics americanos, penso em vender os meus. O contato por email está no cadastro do post.

    Um Abraço, André

  62. Esqueceram de uma coisa, estamos no Brasil, o mercado para nós aqui se torna em contexto pequeno, e não amplo como no exterior. Digo isto, porque o poder aquisitivo do Brasileiro ainda não é para tanto. Dúvido muito em relançamento, o que tem acontecido muito no universo somente dos mangás e editoras específicas como JBC com títulos como Sakura Card Captors, Rayearth, Chobits, Samurai X e etc. Quanto ao mercado de impressos, assim como temos dificuldades até mesmo para lançamentos de determinadas series de sucesso em DVD no Brasil, o mesmo não poderia deixar de acontecer com títulos de HQ’s

  63. Olá. Sou colecionador desde os 13 anos, tenho mais de 14.000 exemplares, Já viajei para outros estados e comprei em todos eles, inclusive por sites de compra, bancas de revista, assinatura nas editoras, sebos e até em reciclagem de papel velho. Acredito que isso me credencia como um crítico que pelo menos sabe o que está falando.
    Concordo que haja uma crítica com relação aos valores dos gibis no Brasil, contudo vejo críticas que excluem alguns exemplos.

    1º A tão falada lei da procura – se tenho um exemplar Capitão América de 1979 nº 1 da qual vejo que uma quantidade absurda de pessoas que estão procurando, vocês esperam que eu a coloque no mercado livre a R$ 5,00, eu não faria isso e agora pergunto a vocês que criticaram: Vocês venderiam a esse valor? também acredito que não.

    2º se tenho um exemplar Almanaque do Homem-aranha e seus amigos ou Aquaman nº 1 Ebal, que eu comprei na banca, li uma vez coloquei em um Plástico para não sofrer ao manuseio, não risquei conservei o exemplar por 40 ANOS, REPITO 40 ANOS, eu deveria vender por R$ 30,00? Vocês venderiam a R$ 30,00?. Pergunto a qualquer colecionador você faria isso?
    R$ 30,00 não paga minha conta de hamburguer no bob’s ou macdonalds, não paga uma pizza na Savassi-BH, um exemplar desse é muito mais interessante que comprar alguns gibis que sai hoje com valores (aí sim exorbitantes) como é o caso dos encadernados da salvat.
    reclamamos por pagar R$ 35,00 em uma revista da EBAL de 1968, mas não reclamamos em pagar R$ 89,00 por alguns encadernados da Panini (no próprio site da panini)

    3º Os mesmos que reclamam que os vendedores são sacanas por venderem exemplares a R$ 100,00 ou R$ 200,00, não se sentiriam sacanas por comprarem estes mesmos exemplares por R$ 0,30.

    4º Ninguém é obrigado a comprar algo, compra quem quer, compra quem acha que aquele exemplar vale aquele valor.
    Amazing Fantasy Nº 15 Originalmente vendida por 10 centavos, agora avaliada em US $ 1,1 milhões.
    Flash Comics Nº 1 Originalmente vendida por 10 centavos, agora avaliada em 289.000 dólares.
    Detective Comics Nº 27 Originalmente vendida por 10 centavos, agora avaliada em 1.380.000 dólares.
    Superman Nº 1 – Originalmente vendida por 10 centavos, agora avaliada em 671.000 dólares.
    Action Comics Nº 1 Originalmente vendida por 10 centavos, agora avaliada em 1.500.000 dólares.
    Vocês acham que esses exemplares valem este valor? Eu não. Mas existem que os paga. Então pronto.
    O exemplar vale o quanto pagam por ele. Não me venham falar que este exemplar vale isto ou aquilo, compra quem quer, Ou melhor compra quem pode.
    Foi colocado o seguinte: “não é a cura do câncer”, “devemos desapegar”, “temos que parar de comprar”. Vou ajudá-los a desapegar e serem curados desse “câncer”, manda todos os seus gibis para mim.

    5ª e última coisa. Já comprei muita coisa no mercado livre que só encontrei lá. Muitos exemplares que com poucos cliques chegaram a minha casa. Exemplares que nunca encontrei nos muitos sebos sujos e empoeirados e com valores até mais absurdos, gastei menos tempo no mercado livre e obtive muito mais material interessante do que nessas péssimas bancas de papel velho ou lojas amontoadas que era preciso abrir espaço para ver se eu encontrava alguma coisa. (e o que encontrei também não venderia por R$ 10,00).

    Fecho apenas minha crítica dizendo que de fato sou apaixonado por gibis, e não concordo com dizer que a culpa dos valores é simplesmente dos vendedores pois as editoras também tem culpa.
    Exemplo: Biblioteca histórica Marvel Homem-aranha nº 1 vendida a R$ 450,00 em alguns sites. Se eu tenho e outros não por que não vendê-la a este preço?
    Então no lugar de reclamarem de mim por causa de um exemplar por que não reclamar da editora que já poderia ter relançado?????????

    Espero não ter ofendido ninguém, pois como a maioria queria muito que os gibis não passassem de R$ 2,50, pois alcançaríamos muitos jovens, crianças e adultos.

    Gustavo Pinho
    [email protected]

    • Não creio que o articulista e você tratam da mesma coisa. Uma coisa é uma coisa outra coisa é outra coisa.

      Um exemplo: a Abril lançou uma série especial de capa dura, muito bacana. São cinco volumes ao preço médio de 50 reais cada. Em algumas livrarias ainda encontramos, mas no ML tem vendedor pedindo 120 reais cada volume. Tudo bem, compra quem quer, como vc disse. Mas tal comportamento acaba por inflacionar o produto e afastar o consumidor.
      O caso das revistas realmente raras, é outro departamento, pois envolve o “custo/oportunidade”.

  64. Recentemente, resolvi recuperar meus antigos gibis que abandonei 30 anos atrás e fui ao ML. De fato, foi um susto. Revistas praticamente deterioradas sendo vendidas por dezenas e até centenas de reais.
    Mas não é só com quadrinhos, não. O ML inflaciona tudo.
    E é como o articulista disse: quando um vendedor se depara com um produto igual ao seu a um preço maior, corre e aumenta o seu também.

    Estou fazendo o seguinte: moro no interior em cidade pequena vizinha de outras cidades pequenas. Anuncio a compra em periódicos, em escolas, corpo a corpo… E estou conseguindo muita coisa bacana. O excendente, faço doação.

    É isso.

  65. Realmente no ML livre tem uns caras sem noção. Só para citar um ex. tem nego pedindo R$ 250,00 reais por um único exemplar de KEN PARKER da editora Tendência. Outro quer R$ 4.000,00 pela coleção que tem 59 números. Não é à toa que há anos esses anúncios estão ai. Por esse preço a minha coleção também está a venda, francamente. Mas isso vai acabar naturalmente, pois hoje em dia não tem mais trouxa na net não.

  66. Amigo, você está coberto de razão. Além de colecionador, sou comerciante, tenho uma livraria e tenho sofrido com as pessoas que vem me vender se baseando em preços absurdos do mercado livre. Trabalho com todo tipo de coleção, não so gibis. Por sorte e muita conversa tenho conseguido comprar boas coisas e mantido meu negócio. O segredo sempre é comprar por um preço que deixe o vendedor feliz e vender por um valor que deixe o comprador também feliz. Mas eu com certeza sou um ET no meio. Agora, em uma coisa você se engana: não existem mais viúvas desinformadas vendendo a R$ 1. Existe uma coisa chamada concorrência e se você não pagar bem perde o negócio. Abraço e parabéns pela coragem.

  67. Concordo plenamente.
    A maioria de nós reclamamos da elevação dos preços e creticamos o governo esquecendo que, a ganancia é que norteia a vida da maioria das pessoas e, não apenas no mercado de quadrinhos mas sim na maioria dos produtos ligados ao comércio.
    Estamos em crise, o faturamento de determinado produto ou setor da economia cai 10% este ano, logo tal empresa necessita demitir um número X de empregados como se está estivesse proximo a falência e, para a maioria dos leigos que não entendem o dito nos noticiarios acreditam que a crise momentânea é a pior possível… Mas, espere ai… o faturamento caiu 10% em relação ao ano passado, isto não quer dizer que está ou aquela empresa estão tendo prejuizos e sim que estão apenas deixando de ganhar um pouco do que ganharam no ano passado, ex: O ganho desta empresa no ano anterior foi de 100 milhões de reais, após viverem, pagarem as contas tiveram um lucro de 100 milhões de reais e, neste ano o faturamento caiu 10%, ou seja, após viverem o ano o lucro será de somente 90 milhões, então vamos demitir pois estamos em crise…

    Tenho uma pequena lojinha de bairro em Colombo no PR e muitas vezes não consigo entender por que dos preços abusivos que são cobrados, pesquiso muito para comprar e vendo barato, mesmo que meu concorrente tem o mesmo produtos pelo dobro do preço que o meu…

  68. Em… Voces são viados ou o que ? essa porra de hq é só HQ , LEIA, ANALISE , NAMORE A ARTE, DEPOIS VENDA, DOE, REPASSE OU GUARDE, NAO SE MATE PRA COLECIONAR. O importante é a historia ,contexto,roteiro, arte, cores, trabalho, etc.
    o resto, foda se se é revista rara, pega no meu pal pra revista rara.

  69. De coração o ml deveria de ser instinto assim como os dinossauros por isso escrevi com consoantes minusculas ,procuramos produtos em lojas , aparece ml , cansa . produto que se compra no Alliexpress por EX: Camisa havaiana Valor R$ 45,00 no ml valor chega Até R$300,00 . esses picaretas compram no Alliexpress e vendem no ml > Eu compro direto no Aliexprex é seguro e Garantido e Há devolução com o valor do dolar do dia . Compro direto não é propaganda e sim uma dica é só pesquisar valores . ml não dá …

  70. Cara você esta metendo o pau no mercado livre como se fosse coisa de brasileiro apenas e o resto do mundo fosse imune a isto…
    sinto dizer mas você esta enganado. A especulação a que se refere foi realizada nos EUA na década de 90 quando XMen 1 vendeu mais de 8 milhões de copias pois imbecis compravam varias para guardar e supostamente vende-las no futuro… não preciso dizer que estas revistas não valem nada pois não são raras o suficiente.
    Moro fora do Brasil, coleciono comics e digo que isso não é coisa do Brasil, isso é normal. Compra quem quiser comprar e quem não tem pra onde vender fica com o produto em mãos por anos e anos…
    Isso é o mercado e logo acaba pois mercado de comics republicados em tradução de Panini é ridículo, compro tudo direto da Marvel não de uma merda de intermediadora.
    Mesmo comics antigos de mais de 40 anos compra-se por 1 ou dois dólares… então não se trata de que são mercenários mas sim porque há procura.

  71. Vendo recentemente Batman (Novos 52) do 1-36 (Mais edição 0 e poster) por 300 reais. Antes de vender pensei em pesquisar no Mercado Livre os preços pra saber se eu estava vendendo muito caro e pasmei ao ver que 80% dos anúncios constavam com valor de 100 reais APENAS na edição 1.
    O mais triste é que depois que vendi, vi o cara que comprou de mim vendendo a 1000 o mesmo lote que havia pego de mim por 300. Então é muito complicado. Porque às vezes você tenta ser justo e acaba saindo por trouxa.

  72. A Comix não entra nesse quesito? O pipoca e nanquim é patrocinado pela Comix, portanto, ela não é abordada? O pessoal sempre cita mercado livre, mas embora a Comix tenha um acervo gigantesco e um dos atendimentos virtuais mais medíocres que já vi, péssimos descontos e frete caríssimo. Pode ser que a loja física seja menos decepcionante, mas não consigo consumir nada de lá faz muito tempo. O pessoal em geral questiona muito o mercado livre, mas direto encontro edições mais baratas por lá do que na Comix. Sejamos coerentes se for pra criticar.

  73. O vendedor não é obrigado a vender por R$10 porque tem outro vendendo por esse preço.. Ele vende pelo preço que você quer.. Talvez o item valha mais pra ele do que pra você. É o velho caso de “Por menos que isso, prefiro ficar”, ou só pra comprar e revender mesmo. Enquanto tiver quem compre, vai ter quem venda 😉
    O produto é dele, e se ele colocar um produto de R$50 pra vender por R$10.000,00 e você não achar que vale, apenas passe.. Chamar ele de imbecil só faz com que você seja o imbecil da história. Coleciono jogos antigos e ultimamente jogo que era R$50 tá por R$200 pelo mesmo motivo.. Sabe o que eu acho? Não aguenta, para de colecionar.. Ou outra opção pra você: muda de país já que quer comparar com preço de fora.. Cada um faz o que quer com seu produto, essa é a realidade.

  74. Engraçado a corrupção que está no governo, todo mundo reclama, mas 90% dos que reclamam, se estivessem lá, fariam a mesma coisa ou pior. Brasileiro não tem solução.

    • Mas vocês poderiam ser mais coerentes também, Biblioteca Histórica Marvel Demolidor não custava nem R$ 90,00 quando saiu, na Comix, patrocinadora de vocês, está R$ 199. Se vão criticar os preços abusivos do ML, critiquem a Comix também.

  75. Hah! Li esse post agora, e pelo visto, a situação não mudou em nada! Tá difícil comprar algo com essa palhaçada! Fui ver se comprava o único volume da edição definitiva de Sandman que me falta e vi o exemplar pela bagatela de R$ 550,00!!! Beleza, é Sandman, e a edição definitiva é linda, mas… R$ 550??? É mais que a parcela do meu apartamento. Não tô plantando dinheiro! Mas, claro, havia uma boa alma que se prontificou a baixar seu exemplar para R$ 490,00! Caraca, ô paizinho esse…

  76. Um Weird Tales de 1936 com uma história do Conan? Quem era o desenhista? Barry Windsor Smith, John Buscema ou Ernie Chan com certeza não eram.

  77. As hq ianques sempre foram em papel de baixa qualidade, rapidamente acidificado, por isso vão ficando mais raras
    O limite do papel de polpa de pinheiro é 100 anos. Bibliotecas inteiras vão virando pó. É correr pra escanear (Quem tiver consciência). O colecionador vai tirar o gibi e vê que já não é mais manuseável. Escaneei vários assim, tendo de destacar as folhas com cuidado. Pra manusear, só imprimindo de novo.
    Outro problema é que no interior do Brasil só chega ponta-de-estoque, mesmo capitais, como Campo Grande. Quase tudo o que é lançado nunca chega àqui.

  78. Vocês estão esquecendo de uma coisa. O Mercado Livre é um site aonde se pode fazer ofertas. Eu já encontrei revistas com preços absurdos. Fiz uma oferta que eu achava justa ao vendedor. Quando o vendedor concorda,fechamos negócio. Se não, adeus. A maioria aceita porque o que eles querem e se livrar logo das revistas. Não são colecionadores de verdade. Só querem lucrar.

  79. Pura verdade! Eu coleciono revistas em quadrinhos do género western. É de assombrar os preços ali praticados, uma única revista custando 6.000.000, 3.000.000, 2.000.000 reais, isso é um absurdo. As pessoas perderão totalmente a noção de realidade.