Podcast 54 – Christopher Nolan

Olá a todos. Sejam bem vindos a mais um podcast do Pipoca & Nanquim!

Perdoe-nos pelo atraso, mas fim de ano é uma porcaria!!! Corre para lá, corre para cá, escreve carta ao Papai Noel, sabem como é! Bem, mas sem enrolação, vamos ao que interessa, o tema de hoje: Christopher Nolan!

Nós achamos que, se existe um cara entre os diretores contemporâneos que daqui a alguns anos pode ser alçado à alcunha de gênio, esse cara é Nolan. Claro, ele precisará manter a consistência e o bom trabalho que tem feito até aqui, porém a gente desconfia que é exatamente isso que irá ocorrer. Em sua curta filmografia, ele só tem filmes bons e, pelo menos, duas obras primas. Não é para qualquer um.

Nolan é um diretor que tem voz ativa, veio do cinema independente, sabe dirigir atores, sabe trabalhar trilha sonora, tem uma técnica primorosa, é audacioso e, em tempos de mesmice, ainda consegue inovar e surpreender. Seus roteiros são amarrados e entregam conteúdo, e não apenas espetáculo. Por tudo isso, e muito mais, decidimos homenageá-lo e fazer nossas apostas para o futuro, enquanto já esquentamos os motores para aguardar o próximo Batman.

Até a semana que vem!!!

Músicas

Bloco 01
Lady In BlackUriah Heep
The Story In Your EyesMoody Blues

Bloco 02
Round AboutYes

Bloco 03
People Equals Shit (Cover)Richard Cheese
Sunday Bloody Sunday (Cover) Richard Cheese
Enter Sandman (Cover) Pat Boone

Bloco 04
Stuck In The Middle With YouStealers Wheel
Love Will Find A WayYes

__________________________________________________________________________________________

  • iTUNES
    Você também pode assinar o podcast em seu iTunes. Sabe Como?

Se você gostar do que ouvir, ajude o podcast a se espalhar e clique no botão de RETWEET ou  CURTIR do Facebook. Indique para os amigos, coloque no seu blog, abra uma comunidade no Orkut, segue a gente no Twitter, enfim, colabore com as coisas que gosta (no caso, com Pipoca e Nanquim, rs)! Segunda que vem tem mais.

Reproduzir

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. Ainda nem ouvi o podcast mas já tenho certeza que será foda!
    Sem contar que abri um sorriso quando li Richard Cheese dentre as músicas dessa edição!
    Sensacional! Quem escolheu?

  2. Parabéns por mais um programa interessante… nas mãos de vocês parece fácil! iuhauihauiahuai Sobre o diretor, ainda não emplaquei meu gosto no estilo do cara.. Assisti memento, mas não o guardei como obra-prima, mas já nem recordo muito do filme.. Cavaleiro das Trevas foi o que mais gostei, mas nem consegui tê-lo também como favorito, é um grandissíssimo trabalho, mas sabe quando a paixão nao vinga? ihaihaiuhi E, por último, A Origem… Carambolas, não gostei mesmo desse filme, embora as expectativas estivessem nas alturas! Primeiro dia no cinema, primeira sessão, cadeira ideal, vontade de ver,… mas não deu. Essa é a minha relação com o Nolan, meio barro meio tijolo. iuhaiuhaiu Abraço pra vocês!

  3. po que isso, qdo venho aqui pra ver algo de HQ e cinema, vcs me surpreendendo com essa palylist sensacional !!! valew !! abs

  4. pô, vocês estão de brincadeira de fazer um videocast só com “a origem”, é ótimo filme de seção da tarde, não dá pra comparar com o “cavaleiro das trevas”, qualquer um da trilogia matrix é melhor, mais divertido e mais profundo que “a origem”

  5. Legal o podcast,mesmo discordando sobre o Nolan ter 2 obras primas,gosto demais do Cavaleiro das Trevas mas não concordo sobre A Origem,não sei se o problema sou eu ou o filme mas não consegui ver o filme até o final.E aproveitando a passagem,Marvel Max não merece um podcast ou videocast…

  6. Gente, Amnésia não é o primeiro filme do Nolan. O primeiro dele é Following, dêem uma olhadinha http://tarantinoassistiria.blogspot.com/2010/12/como-comecou.html, vocês deveriam ter pesquisado melhor pois perderam a verdadeira estréia do cara. Amnésia é uma obra prima, mas não é o primeiro. Ficou feio, mas sou fã do Pipoca. Abraço e parabéns pelo trabalho.

  7. Realmente o CHRISTOPHER NOLAN tem se mostrado um grande diretor
    AMNESIA e simplesmente fenomenal, uma obra-prima
    BATMAN BEGNIS não e essa coisa toda que muitos falam, mas é um otimo filme
    O GRANDE TRUQUE muito bom, filmaço
    CAVALEIRO DAS TREVAS e um excelente filme devido ao CORINGA e o HARVEY DENT, porque o BATMAN nesse filme pelo amor de DEUS ta muito fraco
    O melhor filme de super-herois é HOMEM-ARANHA 2, esse sim uma OBRA-PRIMA
    Das musicas que eu ouvi sa unicas que prestaram foram as indicadas pelo BRUNO ZAGO
    Ate o proximo PODCAST

  8. Galera já tem vcs voltaram com os podcast de cinema fque tal faser um do
    Clint Eastwood o cara merece tem muitos filmes bons?

  9. Para mim, Nolan e Darren Aronofsky são dois ótimos diretores que estão pouco tempo no mercado, mas estão fazendo filmes maravilhosos.
    Não me lembro se foram vocês ou o pessoal do rapaduracast que fizeram um especial sobre o Aronofsky, porque é outro diretor que vale a pena fazer um especial.

  10. Bem, acho que foi unânime a alegria da galera, só a visão de que o podcast desta semana é sobre Christopher Nolan fez brilhar os meus olhos! Baixando agora.

  11. Nolan tem ótimos filmes quem tem um pouquinho de “Mindfuck”.
    Ressaltando que ele é novo ainda e tenha muita lenha pra queimar, bom para nós.

    Podia ter um podcast pro Joel Shummacer para aprender como NÃO fazer filmes, o último dele, Reféns é horrível para variar.

  12. Pow, sobre a critica de o Coringa elaborar um grande plano ao final de “O Cavaleiro das Trevas”, embora diga que é uma força do caos que não cria esquemas, eu penso o segunte: É O CORINGA!
    O tempo todo ele queria provar que poderia forçar uma pessoa a trair seus valores e mergulhar na loucura. ISSO JÁ ERA UM PLANO. o que ele diz para o Duas Caras já está incutido em um plano. no entanto, esse plano não tem justificativa.. é só “pra ver o circo pegar fogo”.
     Em “A Piada Mortal” ele afirma que se lembra diferente da própria origem a cada vez, no entanto elabora um plano detalhado e tortura o comissario Gordon para provar que aquela memória, que ele nem sabe se é real,  faz sentido.Morrison< em "Asilo Arkhan", diz que a personalidade do Coringa muda o tempo todo e adapta-se a qualquer situação. Em Batman e Robin ele chega a aparentar sanidade. Dizer algo que contradiz suas ações não é uma falha de roteiro, pelo menos não no caso do Coringa. Acho que o Nolan sacou isso. Os criticos é que esperaram coerência da personagem errada. 

    • Realmente, o Coringa é muito aleatório…Tem uma Hq onde ele retorna ao poder, matar os caras que cuidaram do negócios dele e começa a sair na rua e chamar o batman igual um maluco foda, e tals…eu tenho umas páginas de scan mas não sei qual é o número e nem o nome, mas os traços são bem diferentes.

      Só pelo Roubo do Banco você percebe que ele não é um cara idiota.

  13. … Esqueceram do Superman? Sim, porque se o Batman TDK é o melhor filme de super-heróis de todos os tempos, Superman é o “melhor melhor do mundo de todos os tempos”.

  14. Muito bom o Cast! Bem informativo e o Nolan mal chegou e já conquistou um mar de fãs, para mim Inception é um filme para ser assistido anualmente e acho que deveria ser feito um cast sobre a Trilogia Batman e as possíveis versões do Ressurge –‘…hahaha
    Abraços e continuem com o trabalho ótimo

  15. demorei, mas finalmente escutei este podcast… gostei muito da escolha, afinal o Nolan é um diretor que se destaca, ainda mais no meio das Hqs por causa do Batman… 

    no entanto eu não acho ele assim tão bom… concordo com a critica apresentada pelo Daniel Lopes… todos os filmes deste diretor são extremamente cartesianos, não há espaço para o caos, para mim o Nolan é muito parecido com o personagem do filme Amnesia onde tudo é minuciosamente planejado…

    para exemplificar vou tomar apenas os dois ultimos filmes, Cavaleiro das Trevas e A Origem:
    1) No primeiro filme temos uma otima atuação de Ledger como Coringa, mas ele não é caotico, no decorrer do filme todos os planos, todos acontecimentos estão planejados e realmente acontece da forma que o vilão gostaria, sua unica falha foi acreditar que as duas balsas iriam se destruir. Alguem realmente caotico não iria se importar de ser preso e fugiria apenas provocando o caos.
    2) no segundo filme o caos cartesiano de Nolam atrapalha o filme no ponto que todo cenario onirico é real, com exceção do trem que aparece na cidade, é uma cidade normal que poderia ser encontrada em qualquer lugar real, o hotel, a base no gelo… nunca acontece nenhuma aleatoriedade onirica do tipo de passar por uma porta e aparecer numa praia ou pessoas mudarem de repente ou outras bizarrisses normais em sonhos.

    finalizando, gosto muito dos filmes do Nolam. mas este diretor é muito organizado para fazer qualquer coisa que de asas a aleatoriedade… na questão dos sonhos, tem muito que aprender com David Linch

  16. Primeiro Cast que IRIA ouvir. Mas começaram dizendo que o primeiro filme dele foi Amnésia e parei na hora. A pesquisa foi MUITO falha. Ninguém da equipe procurou direito a origem desse GRANDE diretor. Nem do Following e nem do Curta que deu o ponta pé inicial na sua carreira. Na boa, aqui vai uma aula pra vocês: http://www.cinemacomrapadura.com.br/rapaduracast/rapaduracast-195-biografia-christopher-nolan/

    Errando e aprendendo, é assim mesmo. Mandem ver nos Casts ;D’ Abraço.

    • Poxa, de fato não conhecíamos esse filme, erro nosso. Mas, mesmo assim, ficamos tristes que não tenha escutado por conta disso, afinal, errar é uma humano. Falamos de tantas coisas aqui no PN, que cometer erros é comum, não podemos saber tudo e as vezes o tempo é corrido para entrar no IMDB, rsrs. Valeu Amilcar, abração!