Messias de Duna – Editora Aleph continua com as Crônicas de Frank Herbert

Pois é, esses últimos anos se mostraram não apenas bons para os quadrinhos, com todo tipo de lançamento em bancas e livrarias, mas também para a literatura fantástica e de ficção cientifica! Uma enxurrada de livros nerds tem sido publicada, o que eu comemoro com muita empolgação.

Nesse meio, as editoras que mais estão se destacando são: Generale, com Apocalipse Zumbi, Conan, Os Três Mosqueteiros, os contos clássicos da Branca de Neve e, claro, Quadrinhos no Cinema (de nossa autoria); a Leya, editora de Portugal que aportou no Brasil com um monte de material legal, como a série As Crônicas de Gelo e Fogo, O Trono do Sol, Clube da Luta e Jogador Nº 1; e a Aleph, com a maior quantidade de títulos nerds, como Uma Princesa de Marte (com volume 2 prestes a sair), A Máquina Diferencial (de temática steampunk), Laranja Mecânica, Duna e um monte de obras dos mestres Philip K. Dick, (Valis, O Homem do Castelo Alto, Ubik, Os Três Estigmas de Palmer Eldritch) e Isaac Asimov (Trilogia Fundação, Os Próprios Deuses, O Fim da Eternidade).

Podemos garantir que as três editoras tem muitas novidades pra esse ano, mas nesse momento os holofotes estão na Aleph, que acaba de lançar a segunda edição de Duna!!! Caramba, isso é realmente sensacional! Duna é um dos melhores livros de ficção cientifica de todos os tempos – se não o melhor! Lembro-me do quão maravilhado fiquei quando, na adolescência, li o primeiro volume das crônicas pela primeira vez em uma edição da editora Nova Fronteira, que lançou grande parte da série aqui no Brasil, hoje esgotada. Mas, faz tanto tempo que uma releitura seria basicamente inédita.

O trabalho da Aleph com a obra de Herbert está de aplaudir em pé, com capas maravilhosas e um acabamento de ponta. Isso é recomendação máxima do Pipoca e Nanquim, portanto aguardem nossos comentários em podcasts e videocasts quando acabarmos de ler/reler!

Segue release oficial:

Messias de Duna, de Frank Herbert, é o segundo volume de uma série de seis livros que se tornou um verdadeiro marco da ficção científica, revolucionando a literatura fantástica. A continuação revela a expansão e aprofundamento do universo criado em Duna, aliando discussões políticas, filosóficas e religiosas à sua épica história de poder, vingança e redenção. Originalmente publicado em 1969, foi adaptado pelo Sci-Fi Channel em uma minissérie para a televisão chamada Frank Herbert’s Children of Dune, em 2003.

Na trama, doze anos se passaram desde a ascensão de Paul Atreides – ou Muad’Dib, como é conhecido pelos fremen – ao trono. Arrakis tornou-se o centro do Imperium, a partir de onde os fremen se propagaram a fim de levar sua filosofia e sua forma de governar aos planetas por eles conquistados. Os inevitáveis conflitos gerados por esta expansão fazem com que importantes facções contrárias ao imperador reúnam forças para detê-lo.

Dando sequência às Crônicas de Duna, o segundo livro revela mais profundamente o lado humano de Paul e de sua irmã, Alia Atreides. Embora vistos como seres dotados de capacidades sobrenaturais, ambos carregam dentro de si dúvidas e incertezas, medos e paixões. E apoiados nestas emoções, eles enfrentarão um audacioso grupo de conspiradores.

Ao lado das trilogias Fundação, de Isaac Asimov, e O Senhor dos Anéis, de J. R. R. Tolkien, a série Duna é considerada uma das maiores obras de fantasia e ficção científica de todos os tempos. A Galaxy Magazine assim resumiu Messias de Duna: “Brilhante. É tudo o que Duna foi, e talvez um pouco mais.”

MESSIAS DE DUNA    
Frank Herbert
Editora Aleph
R$ 39,00
216 páginas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. Opa, ótima notícia!

    Eu parei no 4º livro, se não me engano…

    Tomara que continuem republicando a série, quem gosta de tramas complexas e muita ficção científica não pode deixar de ler!