O Traço Dinâmico de Skottie Young

Eu não sou desenhista (não mais), mas adoro fuçar no Deviantart ou outros sites e ficar colecionando ilustrações de talentos que até então desconhecia. Tenho um belo acervo em meu HD, que me servem de inspiração para vários trabalhos. O último com o qual me deparei foi Skottie Young, e achei seu trabalho tão interessante que resolvi trazer aqui pra vocês.

Em seu portfólio consta que ele desenha histórias em quadrinhos para a Marvel desde 2011, em títulos como New X-Men, Venom, Spider-Man, Human Torch, Wonderful Wizard of Oz e outros. Sinceramente, não me lembro de ter visto seu traço em nenhuma publicação nacional, sua fase frente aos Novos X-Men certamente não chegou aos encadernados da Panini até agora (leitura recomendada), mas torço pra poder conferir as histórias com sua participação.

Percebam como seu traço é leve, com linhas dinâmicas, como se sua mão fosse conduzida pelo lápis, e não o contrário. Reparem que em suas ilustrações são inseridos apenas elementos que contribuem para a cena retratada, sem firulas. Logo abaixo vemos o Hulk destruindo um tanque de guerra, somente com o personagem e os destroços do veículo na tela, com umas rachuras por cima que passam a devida selvageria à situação, sem poluir, e fundo totalmente branco, como se o cenário que poderia estar atrás dissesse “vá em frente camarada, a foto é toda sua não vou estragar seu momento, você não precisa de mim para fazer bonito”. E não precisa mesmo, outro desenho que comprova isso é o do garoto com roupa de Capitão América, apenas com o céu de nuvens atrás, bem sutil.

A rachura, aliás, é um recurso que se utilizado pelo artista errado consegue arruinar uma ilustração. Esse não é o caso de Skottie, ele sabe aplicá-la como poucos artistas de quadrinhos. Veja a capa de Weapon X mais abaixo, com os rabiscos simulando a neve que cai sobre Wolverine, e também a luz do lampião de Hagrid e Harry Potter. E o Coringa naquela moldura então, muito bom! Até seus trabalhos mais simplesinhos são adoráveis, como os gatinhos Marvel lá embaixo!

Havemos de concordar que o cara manda bem demais! Parece que atualmente ele tem arriscado escrever roteiros pra Marvel e também começou a trabalhar com livros infantis. Não sei quanto a seus dons de roteirista, mas como ilustrador posso dizer que já sou seu fã!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. Eu sempre desenhei, e as pessoas me diziam que era bom nisso, que eu tinha o “dom”… Mas aí chegou um tempo em que eu travei… Não conseguia evoluir mais, eu queria mais, mas simplesmente não conseguia. Acabei chegando na conclusão de que eu precisava de um professor, sozinho eu já tinha chegado no ápice…
    Mas daí os cursos eram tão raros e tão caros, que esse gosto foi morrendo…
    Felizmente eu achei uma ótima escola, e pretendo fazer um curso de desenho geral, e depois me especializar em história em quadrinhos.
    Eu gosto desse traço rabiscado, mas o meu perfil mesmo tem muito haver com o estilo mangá…
    Uma desenhista que eu acho FENOMENAL é a Shiori Teshirogi, que faz o mangá Cavaleiros do Zodíaco: The Lost Canvas… E lógico, o épico Akira Toriyama, mas com o seu traço antigo, mais redondo e mais cômico de Dragon Ball…

    Grande abraço.

    • Good point, but I know I’ve gotten a lot of new redreas and twitter followers since then who might not know much about it. Could be wrong though. I appreciate feedback like this.

  2. É difícil fazer qualquer comentário nessa coluna, mas sempre quando sai algum assunto novo acabo olhando e pegando as imagens para guardar. Para o mesmo motivo que o seu Bruno ajudar nas inspirações dos meus trabalhos!
    Abraço!

  3. Caraca bruno zago DESENHAVA, veio… essa eu não sabia poderia fazer uma exposiçao do seu trabalho para a gente comentar aqui bruno e aproposito gostei muito do trabalho desse desenhista, o traço dele é bem solto e se destaca tambem pela pintura.