Boris Vallejo – Visões de um Gênio

Fala galera, tudo bom? Continuando com minha homenagem a grandes ilustradores (você já viu a arte de Jusko, Benício, Olívia, Frazetta, Julie Bell e Alex Ross), hoje quero falar um pouco da carreira do inigualável Boris Vallejo.

Boris nasceu em 1941, em Lima, no Peru, onde começou a estudar artes. Imigrou para os EUA em 1964 e não demorou muito para começar a se destacar no campo da fantasia e ficção científica. Até hoje os fãs de Conan ficam abismados com o domínio que o mestre demonstra em suas diversas capas pintadas a óleo, verdadeiras obras primas que transcenderam o nicho da nona arte e o catapultaram para outras linguagens; hoje ele é um respeitado ilustrador que já trabalhou para todas as grandes editoras americanas, além de ter feito muita publicidade, editado álbuns, produzido capas de CDs e até cartazes de filmes.

Decididamente seu grande momento foi no final dos anos 70 e toda a década de 80; a assinatura nas imagens não nos deixa mentir, este foi o período mais fértil para a criação de monstros, guerreiros e donzelas – contudo ele produziu na década de 90 uma coleção de cards para a Marvel Comics digna de menção e, apesar de ter diminuído o ritmo no século XXI, continua em plena ativa.

Boris é casado com a bela Julie Bell (outro feito notável em sua vida) e a influência que ela teve sobre sua obra é clara, principalmente na forma como ele passou a retratar as mulheres que antes de ele a conhecer eram esquálidas e frágeis, mas depois passaram a guerreiras fortes e musculosas.

Boris e Julie tem muitas obras assinadas em conjunto (inclusive eu sugiro o livro The Fabulous Women of Boris Vallejo and Julie Bell, de 2006), mas compilei aqui apenas as obras que ele produziu sozinho. Bom, chega de papo, vamos agora ao que interessa.


Deixe uma resposta

  1. não sei nem descrever a arte deste artista,varias das imagens parecem que são fotos de tão bem feitas.

  2. Meu, que arte maravilhosa!
    Não sou muito aficsionado por quadrinos, apesar de cutir, por isto minha pergunta pode parecer um tanto…como diria…bocó kkkkk
    Mas, reparei que que geralmente a arte das capas são maravilhosamente lindas, e a arte de dentro é meia boca, quando não é ruím de tudo. Gostaria de saber se existem obras com toda a arte feita com uma qualidade como esta aí, ou que pelomentos siga a mesma qualidade da capa.
    Obrigado

  3. Simplesmente espetacular!

    Adoro essas artes realistas e, ao mesmo tempo, surreais e fantasiosas. Muitas aí merecem moldura de luxo e lugar de destaque em paredes (certamente terei algum no meu futuro recanto de leitura).

    Muito bacana a iniciativa em resgatar artes desses clássicos artistas. Estes sim podem dizer que SABEM fazer arte, diferente de alguns hoje em dia.

    Abraços!

  4. Meu primeiro trampo, em 1983,foi numa agência de publicidade como assistente de arte. Foi lá que eu conheci a obra do Vallejo e com meus dezessete anos eu pensava: Meu, como esse cara faz isso com pincel e tinta?! E o dono da agência, que era um ótimo ilustrador, me explicava a técnica mas dizia que só a técnica não bastava, aquele algo a mais era só dele…Resumindo: baita talento.

    abraços, parabéns pela escolha das imagens. Algumas emblemáticas!

  5. rgama3d

    Dê uma olhada na arte do Joe Jusko (tem o link bem no começo do texto). Jusko já produziu HQs inteiras nessa linha. Realmente é de tirar o fôlego. Há uma linha tênue que separa ilustradores dos desenhistas de quadrinhos, mas às vezes ela se mistura. Há quadrinhos pintados a óleo e aquarela (sendo este último mais comum) e nos anos 80 essa prática foi mais comum, com caras como John Muth, bill sienkiewicz, entre outros. Hoje anda mais difícil. Você pode encontrar artes pintadas em Storm, Slaine e diversas Graphic Novels.

  6. Hilton, sua história deve ser bem legal. Sinta-se a vontade para escrever um post sobre ela e partilhar conosco quando quiser.

    Um abraço.

  7. Que arte fenômenal, obrigado Alexandre. Sempre conheci esse Vampire´s Kiss mas não fazia idéia de quem tinah feito, e assim q abri o post a primeira ilustração imediatamente trouxe-me vampire´s kiss à mente. Genial

  8. Boris Vallejo e Luís Royo são dois dos ilustradores que melhor retratam as mulheres em situações míticas, medievais e fantasiosas possíveis.

    São os que mais gosto por sinal.

    Os caras são foda.

    Ótimas artes do Vallejo mostrada aí.

  9. Há algumas obras em quadrinhos pintadas como de Alex Ross e alguma coisa da Heavy Metal (revista), embora sejam obras fantásticas a técnica para contar uma história é bem diferente da técnica para fazer um quadro (que é o que as obras de Vallejo são). Poucos se ombreiam a ele… Talvez Luiz Royo, Frank Frazeta, Moebius e Brom

  10. Hi there, I found your website by the use of Google even as searching
    for a related matter, your site got here up, it appears to
    be like good. I’ve bookmarked it in my google bookmarks.
    Hello there, just turned into aware of your blog via Google, and located that it is really informative. I am gonna watch out for brussels. I’ll appreciate in case you continue this in future.
    A lot of other folks shall be benefited from your writing.

    Cheers!

  11. gosto muito das obras de boris, são muito lindas, quero tatuar uma de suas obras. assim que tatuar mando para voce,fica aqui meu abraço, campo limpo paulista, são paulo brasil…