Minha Estante #44 – Ludy Pereira

Fala galera, bem-vindos a mais uma belíssima coleção da sessão Minha Estante! Sabia que sempre publicamos coleções por aqui, e que essa é a de número 44? Sim, para ver todas as outras basta ir ali no menu, em COLUNAS, e aproveite para ver nossas outras sessões também.

Hoje batemos um papo com o Sr. Luiz Pereira, mais conhecido como Ludy, lá do Rio Grande do Sul. Ele é um grande colecionador de quadrinhos e estatuetas Disney, e mantém uma coleção belíssima de se ver! Pra nós que estamos mais acostumados a ler e colecionar super-heróis e outros quadrinhos adultos, ao terminar de ver toda a entrevista e todas as fotos do Ludy, dá até vontade de voltar a comprar quadrinhos do Pat Donald, Tio Patinhas e cia. Taí, por que não?

Acompanhem nosso excelente papo com esse simpático gaúcho!

Olá, Ludy! Muito obrigado por topar participar dessa entrevista. 

Para começar, nos conte um pouco sobre você, onde nasceu, onde mora, o que faz na vida profissional? 

Olá galera do Pipoca & Nanquim, show esse site!!! Uma bela diversificação de assuntos!

Bom, eu sou conhecido apena por Ludy ou Ludy Pereira, sou do Rio Grande do Sul. Gaúcho, nascido bem na fronteira com o Uruguai, num lugar chamado Bagé. Baseado nessa cidade, foi que surgiu o famoso “Analista de Bagé” do escritor gaúcho Luis Fernando Veríssimo. No ano de 1993 fui morar numa cidade chamada Santa Cruz do Sul, também aqui no Rio Grande do Sul, uma cidade conhecida no Brasil pela Oktoberfest e também por ser a terra natal da escritora Lya Luft, cronista da revista Veja, e também o berço da linda Ana Hickmann, modelo e apresentadora de TV. Santa Cruz fica distante uns 170 quilômetros da capital gaúcha Porto Alegre.

Uma curiosidade sobre o meu apelido Ludy. Meu nome é Luiz Nei Pereira, meus colegas de rádio, quando comecei em 1987, começaram a italianizar o meu nome e passaram a chamar o Luiz de Luigi e para Ludy foi um passinho ou umas letrinhas hehehehehehe.

Comecei a trabalhar em FM em 1987 e estou até hoje nessa área, sou comunicador e tenho um programa de rádio numa emissora da minha cidade que pertence a um grupo local chamado Gazeta Grupo de Comunicações. Se desejarem, podem acessar o blog do meu programa chamado Expresso 101 na Gazeta FM 101.7: http://www.gaz.com.br/blogs/expresso101.html 

 

Você se lembra de quando foi que nasceu seu interesse por quadrinhos? 

Meu interesse por quadrinhos surgiu ainda bem pequeno, mas como provinha de uma família sem grana, meus pais eram separados e minha falecida mãe (morreu em fevereiro deste ano) passava muitas dificuldades para nos criar (eu e minha irmã) e sustentar, então não havia grana pra gibis, aliás não havia dinheiro pra nada, só pro básico mesmo. Eu fugia dessa realidade triste lendo quadrinhos emprestados pelos coleguinhas do colégio e quando eu conseguia adquirir algum também passava para eles lerem. Naquela época, lá pelo começo dos anos 1970, eu tinha  uns 7 anos (hoje estou com 48 anos), eu não colecionava revistas, só lia e trocava por outras edições ainda não lidas, então as revistas não paravam na minha mão.

Os personagens Disney enchiam a minha vida de alegria e talvez seja por isso que eles me acompanham até hoje, eles fazem parte da minha vida e acho que irão comigo até o crepúsculo (não o filme de vampiros), mas você entendeu, rs rs rs rs!!!

Em que época de sua vida aconteceu a mudança de leitor ocasional para colecionador inveterado? 

A mudança ocorreu quando finalmente eu me formei no colegial e consegui um emprego, onde podia ajudar a minha mãe em casa e guardava uma graninha para os meus gibis.

O detalhe é que eu colecionava, aí parava, me desfazia de tudo, e partia pra outras coleções tipo super-heróis – mas continuava lendo quadrinhos Disney – aí desistia de heróis e ia atrás de Will Eisner, Moebius e outros nomes, e colecionava tudo deles, depois me desfazia e começava os Disney outra vez. Era uma procura meio maluca “por não sei o quê”.

Quando cheguei aos 30, parei com tudo e comecei a colecionar livros de literatura, mitologia, filosofia e outros gêneros, aí comprei muitos livros e deixei os quadrinhos de lado por um bom tempo. Há alguns anos eu retornei com os quadrinhos Disney e não parei mais. Também nos anos 1990 eu descobri Bill Watterson e sua maravilhosa criação Calvin & Hobbies (Calvin & Haroldo no Brasil), tenho todo o material que esse senhor desenhou até hoje, o cara depois parou por completo e nunca mais desenhou nada e também nunca transformou a sua criação em mercadoria. Tudo o que se vê de Calvin e Haroldo em termos de memorabília é pirata, inclusive minhas estatuetas de chumbo do personagem rs rs rs. Do Calvin e Haroldo tenho vários edições importadas, coisa boa mesmo.

A maioria dos colecionadores mostrados nessa coluna começar a curtir quadrinhos com Turma da Mônica e Disney, passando depois para super-heróis, mangás, europeus, etc. Você é um colecionador diferente dos demais, pois até hoje, mesmo depois de adulto, se concentra nas HQs Disney, o que é muito bacana! De onde vem tamanha paixão por esses quadrinhos? 

Como eu escrevi antes, os quadrinhos Disney fazem parte da minha infância e me conduziam para um lugar sem dor, coisas que eu vivia na infância que não eram legais, privações de muitas coisas por ser pobre e estudar num colégio com poucos recursos. Os quadrinhos Disney e seus personagens me levavam para um mundo mágico que me encantava e me mostrava o mundo das palavras. Acho que minha paixão pelos quadrinhos Disney nunca acabou, só ficou adormecida por um tempo.

Eu muitas vezes lia revistas de super-heróis, pra não pensarem que eu era um crianção ou algo assim, pois minha turma só lia essas revistas. Depois dos 30 eu percebi que eu deveria fazer o que gostava e ler o que realmente me dava prazer, aí voltei com tudo para os quadrinhos Disney e para os seus grandes desenhistas e roteiristas. Sim, os quadrinhos Disney tem gente de muito talento pelo mundo a fora!!! 

 

Quantas HQs você tem no total? Costuma catalogar tudo? 

Eu sou meio relapso pra isso. Gosto de cuidar das minhas revistas ma tenho uma preguiça crônica de catalogar ou contar esse material. Acredito que deva ter uma 3000 mil revistas, mas na verdade o número não me importa muito. O que me deixa feliz, é que todas às que possuo eu gosto muito e se tivesse que parar por aqui eu não seria menos feliz. Tenho muito material do Carl Barks e praticamente tudo do Don Rosa, dois magistrais desenhistas e roteiristas. Ainda pretendo catalogar esse material, mas só de pensar nisso eu fico cansado hahahahahahahaha!!!

Quais são os principais itens da sua coleção, séries e minisséries completas, encadernados de luxo, edições raras, os seus preferidos, etc?

Eu adoro a minha coleção completa de O Melhor da Disney – As Obras Completas de Carl Barks, (por falar nisso, uma boa notícia: a Editora Abril andou anunciando em uma de suas revistas mensais que essa super-coleção especial do Carl Barks vai voltar às bancas em 2014, que maravilha pra quem perdeu essas edições hein???). Eu mesmo tive que comprar muitas dessas revistas a peso de ouro e tem sebos que estão cobrando 150 reais pela edição número #01, com a caixa colecionadora – aliás, eu procuro muito essa caixa que vinha com a primeira edição número, se alguém tiver para troca ou venda me avise. Também gosto muito das minhas edições capa dura do Tio Patinhas Especial, Mickey Especial, Pato Donald Especial, Cinquentenário Disney. Sou apaixonado pelas minhas edições americanas da Saga do Tio Patinhas pelo Don Rosa, meus exemplares de Uncle Scrooge (o nome do Tio Patinhas em inglês) Walt Disney Comics, minhas poucas edições do Topolino italianas, enfim eu gosto muito de todo o material que tenho.

Qual o item mais raro de todos?

Eu não tenho material raro, eu me considero um micro colecionador, realmente pequeno, acho que sou um “juntador de revistas Disney”. Existem os verdadeiros colecionadores que tem tudo o que saiu no Brasil e isso dá umas nove mil revistas de tudo o que saiu na Editora Abril desde o primeiro Pato Donad, em 1950, até hoje. Mas, eu poderia colocar como itens raros minhas estatuetas Disney que são todas numeradas com o máximo de 950 peças para o mundo todo. A primeira coleção, por exemplo, já está bem complicada de ser encontrada, a Dark Horse lançou três coleções de personagens Disney baseados na obra de Carl Barks.

Você mantém dois blogs sobre quadrinhos Disney, fale um pouco sobre eles!  

Sim eu tenho dois blogs, o Universo Disney e o Universo Disney 2. Um pelo sistema Blogspot e outro pelo WordPress, até para abranger um maior número de leitores. O Universo Disney foi criado com a intenção de divulgar a minha paixão pelos quadrinhos Disney, seus personagens, desenhistas, roteiristas, lançamentos e também para comentar sobre as histórias que leio e gosto. Também divulgo o material que é lançado, mas muito sutilmente, porque não vou usar os meus blogs como divulgador da Editora Abril, eles que se virem com os inúmeros blogs que fazem esse trabalho. Quero ter liberdade de expressão, e se eu fico vinculado eu só posso elogiar, e na verdade tem muitos defeitos que devem ser ditos e revelados pra galera. Por exemplo, a famigerada setorização da editora. Eu acho aquilo uma grande sacanagem com os leitores Disney de alguns estados do Brasil.

Bom se desejarem visitar os meus blogs eu ficarei muito feliz com isso. É só clicar nos links deixados acima.

Tenho também um vídeo gravado ainda no meu antigo apartamento, numa salinha minúscula onde eu deixava os meus gibis. Se você tiver saco de ver ele está abaixo.

E já que estou falando de vídeos, aproveita aí e curte uma das minhas músicas. Além de comunicador de FM e colecionador de HQs Disney, eu também sou músico! Confira aqui a minha música chamada “Só Pra Ela!”

Minha pequena coleção de HQs Disney: 

 

Dá pra ver pelas fotos que você tem um zelo incrível com sua coleção, guardando tudo de forma muito organizada. Conte para o pessoal qual técnica você usa pra conservar suas revistas e como define a organização de tudo (por datas, ordem alfabética, editoras, essas coisas). 

Bom, eu não faço muita coisa pra conservar as revistas, uso esses plásticos vistos nas fotos, plásticos no tamanho 15×29 para os famigerados formatinhos e alguns maiores, próprios para o padrão das revistas norte-americanas. Em revistas como Pateta Faz História e Essencial Disney, eu uso plásticos para DVD que já vem com o lacre, material muito bom e comprado em lojas de embalagens.

Aqui vão umas dicas de como conservar suas revistas, esse link mostra um pouco sobre o assunto.

Sabemos que esse é um hobby que suga muito de nossos bolsos (fazer o que né…), e nós do PN gastamos bastante todos os meses. Pode nos dizer em média quanto você investe em quadrinhos por mês? 

Teve épocas que cheguei a gastar até mil reais num mês, isso foi loucura, aí caí na minha realidade, e agora compro as edições mensais, fiz a assinatura da Abril, paguei um ano e agora ganho dois anos de graça, 2013 e 2014. Um negócio muito bom. Mas estamos vivendo um boom nos quadrinhos Disney, então são muitos lançamentos todos os meses. Tem Disney Mega, Disney Jumbo, Disney Big, mais os lançamentos especiais e, logicamente, as revistas de linha. Enfim, não gasto menos de 150 reais por mês em quadrinhos. E ainda compro minhas estatuetas da loja americana Tfaw, aí vai mais uma grana.

Quando se fala em Disney, a primeira coisa que todos pensam é que são histórias infantis, mas isso não é bem verdade, essas HQs são muito capazes de agradar adultos também, sendo que alguns títulos são pensados primeiramente para velhos colecionadores. Indique algumas coleções lançadas no Brasil cuja qualidade artística é indispensável para qualquer leitor de quadrinhos que se preze. 

Bom se você quiser entrar no mundo Disney pela porta de ouro, procure ler o material de Carl Barks, que pra mim é o mais genial dos mestres Disney de todos os tempos. Barks foi o responsável pela criação de quase tudo que existe hoje no Universo Disney. O Homem dos Patos, como é conhecido, criou uma gama enorme de personagens. É dele a criação do Tio Patinhas, Metralhas, Gastão, Maga Patalógika e muitos outros, além de ter criado a própria cidade de Patópolis.

Logicamente, temos outros grandes mestres Disney incríveis, que eu gosto muito, como o Don Rosa, que pegou a obra do Barks e criou a maravilhosa Saga do Tio Patinhas baseado em tudo o que o Barks deixou em suas centenas de histórias, uma pesquisa monstruosa para dar uma origem ao velho muquirana e, consequentemente, a toda a Família Pato. Barks criou a famosa árvore patológica e o Rosa aprimorou e ficou show conhecermos os antepassados da família patopolense.

Outros grandes autores pra mim são: Floyd Gottfredson, Paul Murry, Tony Strobl, Vicar, Giorgio Cavazzano, Arild Midthum, Marco Rota, Renato Canini e muitos outros nomes. Estou gostando muito do trabalho dos italianos e atualmente são os que mais produzem quadrinhos Disney.  Até onde eu sei, a produção americana Disney “morreu”, nem lançamentos estão acontecendo por lá, a última editora, a Boom!, e posteriormente Kboom, fechou suas portas e com ela foram embora as revistas de linha norte-americana tipo, Uncle Scrooge, Donald Duck, Walt Disney Comics, Mickey Mouse e outras. Agora que a Marvel se uniu a Disney, o que se vê é muito super-herói na área, muito bom pra galera que coleciona quadrinhos de heróis. 

Você também possui na coleção livros teóricos sobre Walt Disney e suas criações, quais são os principais dentre eles? 

Eu na verdade tenho três livros teóricos, dois americanos e um nacional. Um deles é sobre o Floyd Gottfredson volumes #01 e #02, com todas as tiras do Mickey que saíram nos Estados Unidos lá nos anos 1930, época da depressão americana. E agora, em outubro ou novembro, eu recebo os volumes #03 e #04. Esse material é luxuoso, com uma caixa muito legal e sai pela editora Fantagraphics.

Outra edição que eu tenho e gosto muito é The Mickey and The Gang Classics Stories in Verse, um almanaque maravilhoso com muitas, muitas informações sobre as criações das Silly Simphonies, aqueles curtas de animação da Disney que até hoje fazem sucesso entre a galera disneyana e podem ser encontrados no YouTube aos montes. Ali tem centenas de esboços de histórias, raros desenhos animados por Carl Barks e outros coisinhas geniais.

Outro livro que eu gosto muito é a biografia de Walt Disney pelo jornalista Neal Gabler, Walt Disney – O Triunfo da Imaginação Americana. Após sete anos de elaboração e pesquisa meticulosa, eis aqui a história completa de um homem que deixou uma marca indelével em nossa cultura, cuja vida foi grandemente envolvida pelo mito: Walt Disney. Nesse livro, Neal Gabler nos revela as dificuldades que Walt Disney vivenciou em sua infância, como a rígida disciplina e a pobreza, o fizeram buscar uma nova vida em Hollywood.

Walt Disney – O triunfo da imaginação americana é uma biografia que revela um homem de notáveis realizações, árduo trabalho e vida secreta. Eu gosto de ler sobre o velho Walter, de onde ele veio e o império de entretenimento que ele criou. 

 

Qual seria seu Top 5 de quadrinhos da Disney? Valendo indicar coleções fechadas publicadas aqui no Brasil ou lá fora. 

Em primeiro lugar: a coleção O Melhor da Disney – As Obras Completas de Carl Barks, os 41 volumes mais manuseados por mim em todos os tempos, sempre estou relendo a obra do Barks, e são às únicas edições que não estão em plásticos, pois estou sempre manuseando as revistas, mas, claro, elas tem cada uma a sua caixa colecionadora, pois a coleção inteira vinha com dez caixas colecionadoras, sendo que só me falta a caixa que vinha com os primeiros quatro volumes.

Em segundo lugar: a Saga do Tio Patinhas, que foi a responsável por me fazer voltar aos quadrinhos Disney. Quem não leu, leia, e depois conversamos a respeito.

Em terceiro lugar: Pateta Faz História, aqueles vinte volumes são sensacionais e eu me divirto muito com as loucuras do Pateta.

Na quarta posição, mas não menos importante, vem os 40 Volumes de Clássicos da Literatura Disney.

Tenho duas edições de Disney Treasures que acredito já serem raros até lá nos Estados Unidos, que eu coloco na minha quinta posição. Saíram pela editora Gemstone Publishing. Um dos volumes com historias que vão de 1930 a 2004 chama-se Treasures – Disney Comics 75 Years Of Innovation (The Official Anniversary Book), incluindo Floyd Gottfredson, Carl Barks, Don Rosa, Romano Scarpa, Daan Jippes e outras feras. O segundo volume: Treasures – Uncle Scrooge – A Little Something Special (Sixty Years of  Comics Riches), traz os mesmos desenhistas do outro volume e mais Marco Rota e William Van Horn.

A coleção de 20 volumes Essencial Disney também foi muito bacana e foi publicada recentemente.

Eu teria muitas outras edições pra citar, mas vou parar por aqui!

E qual seu personagem Disney mais querido de todos? 

Para mim o Pato Donald é o mais completo personagem Disney, ele tem todos os defeitos e virtudes que nós seres humanos normais carregamos em nossas vidas. Ele é legal e pode ser chato, egoísta e de uma bondade extrema, boa praça, ciumento, honrado, raivoso, enfim tem tudo que alguém normal leva dentro de si. Em segundo lugar vem o Tio Patinhas, o velhote é uma fortaleza hehehehehe!!!

Você empresta seus quadrinhos numa boa, ou prefere mantê-los sempre próximos? 

A palavra emprestar foi rasgada do meu dicionário há muito tempo. O empréstimo é um tabu entre os colecionadores, eu até hoje não vi nenhum colecionador que empresta as suas revistas, salvo, se ele (colecionador) estiver junto e acompanhar cada movimento do corajoso leitor pedinte hahahahaha. Mas eu acho que tem gente que nem assim empresta. O colecionador é o ser mais egoísta que existe (falo em relação às suas revistas, logicamente).

 

Todo colecionador tem manias, seja um ritual para leitura, uma bela cheirada na revista nova, um dia específico para comprar ou mesmo nunca se desfazer de nada, qual é a sua (ou quais são as suas)? 

Minha maior mania é ler deitado, se eu não estiver deitado, a leitura não rende e eu canso logo. Por outro lado, se a história não flui em pouco tempo estou dormindo e roncando que nem uma britadeira rsrsrsrsrs!!!

 

Além de quadrinhos, o que mais de legal você coleciona? 

Eu tenho a coleção da revista Billboard, revista das paradas musicais do mundo inteiro, também tenho muitos exemplares da revista Rolling Stone sobre música mais voltada pro Rock, muitos livros sobre música, filosofia, mitologia, literatura. Também coleciono a revista Mundo Estranho e tenho minha pequena coleção de estatuetas Disney, estou pra receber mais algumas do Mickey muito legais. Além de tudo isso, coleciono todo o material do Calvin e Haroldo.

Você curte ler e colecionar outros tipos de quadrinhos? Se sim, quais? (pode mostrar fotos também, caso houver) 

Coleciono os quadrinhos do Calvin e Haroldo pelo Bill Watterson, adoro essas tiras inteligentes e filosóficas envolvendo esse menino hiperativo de seis anos e seu tigre de pelúcia. Muito bom, acredito que todo mundo ligado a quadrinhos em algum momento de suas vidas já leu alguma coisa de Calvin e Haroldo.

 

Obrigado pelo papo, Ludy! Para finalizar, deixe um recado para os leitores do Pipoca e Nanquim e colecionadores do Brasil. 

Eu que agradeço a galera do Pipoca e Nanquim, esse site já faz parte dos meus dias, todos os dias ao percorrer meus blogs favoritos, visito esse espaço e aprendo muito com vocês!!! Parabéns pelo ótimo site. Show mesmo!!!

Meu recado é: cuidem bem de suas revistas e não se desfaçam delas no primeiro ímpeto, porque certamente em algum momento de suas vidas o arrependimento vai pintar, isso é liquido e certo. Colecionar quadrinhos é algo maravilhoso, você tem a História nas mãos, porque quer queira quer não, os quadrinhos são o retrato fiel da época em que eles são feitos, basta ler nas entrelinhas – às vezes nem precisa, pois muitas vezes o óbvio é ululante. Fui!!!

Minha Estante é um espaço pra você, colecionador de HQs, mostrar sua coleção, falar sobre prazeres e vicissitudes desse hobby, conhecer outros aficcionados e proporcionar aquela inveja boa.

Convidamos a todos que possuem belas coleções de quadrinhos a mostrarem elas aqui!

É só mandar um e-mail para [email protected] dizendo alguns detalhes (números de revistas, itens raros e particularidades) que em seguida combinamos a entrevista.

Até a próxima!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. Parabéns Ludy,
    A sua coleção está linda, você sabe que também sou um apaixonado pelos quadrinhos Disney e fiquei muito, mas muito feliz mesmo em ver sua coleção aqui neste espaço!

    Valim

    • Salve Valim, muito obrigado pelo comentário. Alem de você ter uma ótima loja virtual de quadrinhos a “Casa do Gibi”, da qual sou cliente, sei que você também é um apaixonado por quadrinhos Disney. Valeu amigo!!!

  2. Ludy, sua coleção é simplesmente incrível. Coleciono Disney desde 1999, meu personagem favorito é e sempre será o Donald. Parabéns por suas coleções, tanto de revistas como de estatuetas (muito lindas). Parabéns pelo Pipoca e nanquim finalmente publicar uma coleção prioritária da Disney, que eu queria tanto ^^. Tava já cansado de ver as mesmas publicações em várias coleções diferentes hehehe.

    • E aí Bruno, tudo beleza?
      Obrigado pelo comentário, espero e desejo que sua coleção cresça cada vez mais. Que tal você colocar a sua coleção aqui no PN para que possamos apreciar? Um super abração!!!

  3. Aee. eu já conhecia “virtualmente” a coleção do Ludy por já o conhecer a alguns anos por meios internéticos. legal ver sua coleção por aqui. como disse os amigos aqui, é legal fugir um pouco do gênero super-herói e como um também fã e colecionador Disney(Não tanto quanto o Ludy) fico feliz em ver a Disney ter um espacinho aqui também porque esses quadrinhos são quase sempre negligenciados. Parabéns e que isso faça outros colecionadores Disney se mostrarem por aqui.

    • Grande Mac!!!
      Estou aqui graças ao seu incentivo, ao ver a sua coleção aqui no MINHA ESTANTE, acabei me inspirando e entrei em contato com o simpático Bruno Zago aqui do PN que foi muito cordial e e legal comigo, me tratando com muita cortesia e gentileza, uma cara muito gente fina!!!
      Obrigado pelo incentivo grande Mac e desejo que teu blog O Clarim continue de vento e pompa e tua coleção idem!!! Abração amigo!!!

  4. Parabéns é uma Otima coleção.
    Meu Irmão e eu que somo gêmeos possuimos juntos mais de 4.000 edições variadas “Abril Jovem – Globo – Entre outras”
    Qualquer dia tb postamos aqui para todos verem

    • Salve, salve Pasetto!!!
      Cara faça isso apresente a sua coleção pra gente. Eu adoro ver o acervo dos colecionadores de quadrinhos, seja de que gênero for, eu acho show!!! Super abração e obrigado pelo comentário.

    • E aí Tiago, que show te encontrar aqui também, esse espaço do PN é maravilhoso, que tal enviar a tua coleção pra cá também? Super abração e obrigado pelo comentário.

  5. Poxa, legal vocês trazerem o Ludy para essa seção!!
    Acompanho os blogs dele sempre que posso, e me surpreendo cada vez que vejo essa linda coleção Disney!!!
    E agora me surpreendi ainda mais com essa entrevista mostrando cada detalhe desse seu Paraíso Disney!!
    Parabéns por essa maravilhosa coleção Ludy!!! Que ela cresça ainda mais!!!!
    até a próxima!!!
    abs!!

    • Erick muito obrigado pelos elogios e comentário tão simpático. Comentários como o seu incentivam o colecionador a seguir em frente. Valeu amigo disneyano.

    • Salve Luis Gustavo!!!
      A coleção do Carl Barks é incrível é algo fenomenal e que a Editora da árvore está prometendo trazer à luz novamente em 2014, detalhe, em edições de luxo, Os Clássicos da Literatura Disney são muito legais também, 40 volumes bem bacanas, mas eu sou suspeito pra falar heheheheheh, sou um fã assumido dos quadrinhos Disney!!! Abração Luis até breve!!!

  6. Fantástico Ludy
    Me fez relembrar meus primeiros contatos com os quadrinhos, temos a mesma idade.
    Realmente Carl Barks é um gênio que figura na minha lista dos 10 mais junto com a obra.

    • Oi Rogerio
      Praticamente todos os caras que conheço e que gostam de Disney acham o “HOMEM DOS PATOS”, genial. Bom pra criar toda aquela gama de personagens que fazem parte do nosso imaginário, só sendo genial mesmo, poderíamos compara-lo a outro gênio de outro universo de quadrinhos o sempre genial Stan Lee. Abração Rogério.

  7. Excelente coleção Ludy…também coleciono revistas disney, mas minha coleção não chega aos pés da sua. parabéns!

    • Luiz, obrigado pelo comentário. Amigo não importa o número de revista que você tenha, o que importa é a importância que você dá para o que você tem. Conheço colecionadores que tem todas as edições Disney, umas nove mil revistas, e sabe de uma coisa, eles não tem alma, na verdade alguns são especuladores deixando o material guardado pra ficar raro e poderem fazer dinheiro com isso. Tem colecionadores que nem se quer leem o que tem só compram e guardam. Colecionador de verdade tem que manusear as suas edições, ler, reler, ter contato com suas revistas enfim interagir com elas. Mas essa é só a minha opinião. Luiz admire suas revistas não importa quantas você tenha, elas são importantes pra você e isso é o que tem valor. Pra você elas são raras… raríssimas!!!

  8. Caraca, muito legal sua coleção! Mas na boa, o mais legal é o carinho com q vc fala dessas revistas e de seus personagens, realmente inspirador, parabens.

    • Obrigado José Helio!!
      Realmente eu tenho um carinho muito especial por todas as minhas edições, e como eu disse na entrevista, se eu tivesse que ficar somente com elas eu não seria infeliz, leria tudo de novo (levaria alguns anos pra fazer isso hehehehhe). O importante pra mim não é possuir mais e mais revistas e sim ter uma integração com elas e com os personagens e isso eu consigo fazer. Obrigado pelo comentário até outra hora!!!

  9. Fantástica coleção, Ludy. Pude rever clássicos que não via a muito tempo. Suas estatuetas são belíssimas, também. Me entusiasmei tanto, que já comecei a adquirír algumas delas. Parabéns pela estante de ouro!

    • Obrigado David Jr.
      Fiquei feliz que pude de alguma forma incentivá-lo a vir pro mundo Disney novamente, que show, tenho certeza que você vai gostar, até porque as bancas estão recebendo muitos quadrinhos Disney. Está chegando muito material bacana e pra quem gosta do Zé Carioca, por exemplo, os dois volumes especiais pelos 70 anos do papagaio estão aterrissando nas bancas, o volume 1 com 300 páginas chega no final deste mês. Abração e obrigado pelo super elogio!!!

  10. Acredito que é uma das maiores coleções Disney do País. Já conhecia a coleção do Ludy pelo seu EXCELENTE Blog. Ali, vale a pena dar sempre uma conferida.

    • Salve amigo Kleiton!!!
      Sabe Kleiton eu me considero um micro colecionador, tenho um terço das edições que foram publicadas no país e não tenho edições antigonas e nem raras, mas como volto a afirmar gosto de tudo o que tenho e pra mim isso basta hehehehe.
      Conheço virtualmente grandes colecionadores esses sim tem praticamente tudo, um deles é o Rivaldo Ribeiro do Planeta Gibi, o cara tem tudo é uma loucura e o Gilciliano da ECRGO também tem tudo desde os anos 50 até hoje esses sim são COLECIONADORES, eu me sinto um juntador de revistas Disney sem falsa modéstia. Obrigado pelo carinho do comentário. Valeu!!!

  11. Eu já conhecia este espeço aqui neste maravilhoso site…mais fiquei surpreso de ver a incrível coleção do meu já conhecido amigo virtual Disneyano ‘Ludy’…realmente uma linda coleção!!! 😀

    Parabéns pra ele e a esse espaço aqui que adoro! 😉

    Xandro.

    • Valeu grande Xandro!!!
      Obrigado pelo comentário, Você tem que apresentar também a sua coleção vai ser bem legal!!! Um super abração cara!!!

    • Alô Wendell, obrigado pelo comentário, dá uma chegada nas bancas e compra alguma coisa da Disney você não vai se arrepender, tem muita coisa bacana chegando nas bancas todos os meses, Por esses dias vai chegar o volume 1 do ZÉ Carioca 70 anos, 300 páginas com o papagaio o volume dois chega nesse mês de novembro. Abração e obrigado por curtir a coleção!!!

  12. Cara, parabéns pela sua coleção.

    Gostaria de fazer uma pergunta, ver se alguém pode me ajudar: quando eu tinha, eu acho, uns 14 anos de idade (isso a uns 8 anos atrás) eu li uma revista da Disney muito peculiar, a história acho que envolvia um tipo de corrida (acho que corrida do ouro) para encontrar uma mina ou um tesouro perdido (ou chegar ao final da corrida, sei lá XD). Mas a peculliaridade é que toda a revista era movida pela mesma historia e no meio da história o leitor podia tomar decisões, algo como “se vc quer que o pato donald ajude o Mickey vá para página 55 senão vá para a página 24”, algo como um “Você decide” em quadrinhos. Queria saber se isso foi uma coleção da Disney ou uma revista em particular e em qualquer dos casos uma indicação sobre onde posso obter esse quadrinho. Sei que dei informações de menos, mas espero que possam me ajudar. Muito OBRIGADO!

    • Salve Cleyton, obrigado pelo comentário.
      Eu já li algumas edições dessas que você citou, com o final alternativo, Não sei dizer agora mas acho que eram edições aleatórias do Tio Patinhas, mas realmente não lembro, a certeza que tenho é que já li material desse tipo acho que até em revistas Pato Donald. Vou pesquisar, se encontrar uma resposta eu informo você. Valeu pelo comentário.

      • MUITO OBRIGADO! O que eu achei mais interessante sobre a revista era que (EU ACHO) ela era totalmente dedicada a essa história. Em diversos momentos você poderia escolher entre opções e haviam diversos finais alternativos. Li essa revista no cabelereiro XD, infelizmente não me atentei a numeração nem nada. MUITO OBRIGRADO, mais uma vez. rsrs.

  13. Muito legal! Quadrinhos Disney são bem legais mesmo.

    Linda coleção e bastante material especial.

    Parabéns!

    • Valeu Soto, palavras como essas dão um grande incentivo de continuar a colecionar, afinal embora alguns não admitam, todo colecionador gosta que sua coleção seja admirada. Abração

  14. Mas uma vez o pipoca sendo o ponto de referencia da net.Ate agora creio q esta foi a coleção mais unificada.O cara realmente curte qudarinhos disneys.Tenho q usar pra mim uma frase dele.Os quadrinhos também foram uma válvula de escape pra uma realidade dura(pai alcóolatra, mae rigida, falta de grana,solidão, etc)hoje mesmo nao curtindo herois guardo todos os gibis de herois na minha coleção.Foram amigos q me ensinaram e estiveram comigo.

    • Olá Elton, realmente você está certo eu curto absurdamente quadrinhos Disney. Mas também leio outros gêneros, não com tanta paixão, mas sou bem eclético, já possuí toda a coleção do Will Eisner (tive uma grande coleção de livros desse autor, até com autógrafo e acabei trocando tudo por quadrinhos Disney, fazer o que né paixão é paixão. Já li e tive muitas edições do Moebius, Coleções do Fantasma, Tex, Príncipe Valente, quadrinhos Marvel, DC, Mad, enfim material que nem lembro mais. Também leio Filosofia, Mitologia, Literatura, Biografias, cinema, Música, enfim abranjo muitas vertentes da cultura, e os quadrinhos Disney estão sempre comigo onde quer que eu vá, se viajo encho uma bolsa só de gibis Disney hehehehe… às vezes nem tenho tempo de ler mas… É SÓ POR SEGURANÇA HEHEHEHEHEH. Abração cara, valeu teu comentário, tivemos uma história de vida parecida em alguns aspectos e isso nos faz irmãos virtuais disneyanos. Até outra hora!!!

    • Valeu Danilo pelo seu comentário bacana. Realmente essa coluna é muito interessante. Eu já li e reli sobre todas as outras 43 coleções. É muito legal poder compartilhar essa paixão por quadrinhos com pessoas que também gostam disso!!! Super abração.

  15. Estou vibrando por saber que vão fazer de novo a coleção do Carl Barks. Dessa vez, não perco nenhum.

    • Grande Philipe, até onde sei, essa coleção de O Melhor da Disney, coleção completa das obras do Carl Barks vai retornar em edição de luxo em 2014. Vou comprar de novo todo esse material com certeza!!! Abração

  16. Cara, quando cliquei, achei que era de uma Ludmilla. hahahaha. Mas sua coleção é massa, bem diferente das outras que vi por aqui. Até hoje fico sentido de ter doado muitos quadrinhos Disney, e de ter perdido a moedinha n°1 que veio na revista Tio Patinhas 40 anos, salvo engano.

    Parabéns pela coleção. Abraços!

    • Salve Rekrap!!!
      Legal você comentar aí velhão!!!
      Cara uma coisa eu digo pra você e para a galera que tem quadrinhos, não dá para se desfazer de quadrinhos por impulso, pois certamente o arrependimento vai “pintar na área”. Aquela moedinha era show mesmo. Eu também não tenho a moeda só a revista. Abração valeu pelo comentário… e Ludmilla hahahhaha me poupe!!!

  17. É uma otima coleção de revistas eu e meu irmão gêmeo tambem temos uma coleção de uma média de 4.500 Revistas entre Disney e Turma da Mônica e outros.

    Qualquer dia a gente posta para todos verem.

  18. Parabéns, Ludy.
    Fiquei até emocionado vendo sua coleção, também sou colecionador do mundo Disney, só que meu personagem preferido é o Zé Carioca, vi em sua coleção que parece que você não o curte muito, tenho 1067 gibis dele, sem contar os especiais: ( Edição comemorativa 20,60 e 70 anos, edição ecológica, edição extra, férias, anos de ouro e o destino do Zé Carioca entre outros), foi muito legal ver o relacionamento seu com as revistas, mostra a mesma paixão que eu também tenho com as minhas, um abraço.

    • Salve Evandro!!!
      Fiquei feliz com o seu comentário. Sabe que eu tenho muitas edições do Zé Carioca. Com esse especial anos 70 que tive o prazer de ler o volume #1, passei a ver o Zé Carioca com outros olhos e a simpatizar mais com o personagem. Meu personagem Disney favorito é o Pato Donald, também gosto muito do Tio Patinhas.
      E essa paixão pelas revistas Disney e antiga e agora depois de alguns anos ela aumentou muito. Um super abração e obrigado pelo seu comentário.

  19. Também sou fã de quadrinhos Disney e os meus personagens preferidos são o Donald e o tio Patinhas. O meu primeiro gibi da Disney foi O pato Donald 1983 de junho de 1992 que é o início da novelinha Disney “O congresso do Terror”. (ainda hoje acho uma das melhores histórias). Eu viajei pelo tempo durante essa entrevista. Parabéns pela coleção. Obrigado!

    • Olá Heri. Fico feliz em saber que você também é fã de HQs Disney. Os meus personagens preferidos também são o Donald seguido de pertinho do Tio Patinhas. . Obrigado pelo seu comentário e desejo que você divirta-se muito com os seus quadrinhos Disney!!!

  20. Gostei demais da “Minha Estante 44”. Tanto é que já li várias vezes! Sua história é um pouco parecida com a minha. Só que não tenho nem jamais tive essas preciosidades que você têm. Me refiro mais ao tempo de infância de menino apaixonado por gibis e sem condições financeiras e as inúmeras vezes que tentei colecionar e acabava desistindo. Voltei a pouco tempo para os quadrinhos, principalmente os da Disney, mas sinto que agora é para sempre!

    • Heri que show que agora você voltou pra valer. E voltou num momento ótimo para os quadrinhos Disney do Brasil. Pois agora acabou a setorização e assim as revistas chegarão em todo o Brasil. Também estão sendo lançados muitos quadrinhos Disney a todo o momento. Temos o Disney Mega a maior revista Disney do Mundo com 800 páginas, também o Disney Jumbo com 500 páginas, o Disney Big com 300 páginas e mais as edições temáticas com 300 páginas cada uma, alem das revistas de linha publicadas todos os meses. Outra coisa boa é o retorno da produção nacional, histórias inéditas do Zé Carioca estão sendo publicadas novamente!!! A coleção do Carl Barks também está prevista para retornar em 2014 e essa é imperdível.
      Ou seja, muita coisa boa nos quadrinhos Disney.

  21. Bela história de vida e que coleção perfeita! Parabéns! Sou fã dos quadrinhos Disney também e os coleciono…

    Gostaria de saber onde posso encontrar essas figuras de ação e estatuetas tão lindas… alguma dica?

    • Olá Andhora tudo bem?
      Obrigado pelo seu comentário e elogio!!!
      Sobre as estatuetas essas todas eu adquiri numa loja americana chamada TFAW. Eu compro muito nessa loja dos Estados Unidos e dá pra comprar pela Net. Atualmente tem várias estatuetas a venda lá na TFAW. Abração

  22. Tenho uma coleção de livro da disney a qual deve ser dificil de se encontrar, ela se trata dos personagens contando a história de vários lugares do mundo. Está intacta. Caso tiver interesse estou vendendo.

  23. Saudações grande Luigi!
    Sei que o comentário é tardio e me vejo obrigado a dizer o porquê.
    A mensagem do teu blog que falava a respeito desta entrevista ficou perdida, soterrada entre meus milhares de e-mails.
    Hoje, fazendo uma faxina em minha caixa postal eis que me deparei com ela e seguindo o link encontrei a entrevista.
    Desnecessário dizer que está de parabéns por tua coleção, que ela é especial, etc, etc e etc…
    Todos os demais leitores que escreveram antes de mim já deixaram isso bem claro e longe de mim querer chover no molhado, já passado tanto tempo. Apenas quero deixar aqui registrado minha sincera admiração por um dos últimos baluartes incentivadores da leitura (e colecionismo) dos quadrinhos Disney, tão esquecidos em nossos tempos atuais.
    Que nunca te falte tempo (e o vil metal) para que mantenhas tua coleção em dia.
    A mim, o tempo e escasso, razão pela qual cometo muitas vezes a heresia de adquirir e não conseguir ler.
    E minha pilha de leitura já está bem mais alta que eu…
    De todo modo, assim como tu nunca cessei de colecionar e ler.
    Costumo dizer que a vida sem leitura para passa em branco.
    Tempo disponível sem ler, é tempo desperdiçado.
    Aliás, falando nisso, assim que terminar de escrever isto acho que vou tentar dar uma diminuída naquela pilha…
    Um grande abraço e que tenhas muitos e longos anos de leituras disneyanas pela frente, meu amigo!!!

    PS: será que o pessoal da Pipoca & Nanquim toparia me entrevistar para esta coluna? Acho que me qualifico…

  24. Olá Ludy, vi sua coleção e fiquei espantado com tantos ítens raros !!!!
    Também tenho uma modesta coleção, acho que você já deve ter… Livro Mickey Memorabilia, A Arte de Walt Disney e alguns gibis e livros de Walt Disney da década de 50.

  25. . Boa tarde, meus queridos amigos responsáveis pela matéria MINHA ESTANTE que focaliza entrevistas estupendas com colecionadores de revistas de histórias em quadrinhos do nosso imenso Brasil, o popularíssimo GIBI. Vocês merecem o nosso profundo agradecimento pelo trabalho minucioso. Resido na cidade de União da Vitória, Estado do Paraná. Sou jornalista aposentado e um pequeno colecionar de história dos tradicionais e jamais esquecidos GIBIS que continuam sendo até hoje a coqueluche dos leitores mais exigentes. Um abração carinhoso. E, mais uma vez parabéns pelo magnifico trabalho. Meu nome: Leocádio Vieira. Email: [email protected];