Top 10 Filmes de Boxe

Top 10 Filmes de Boxe

Olá, pessoal!

Eu não gosto de assistir lutas de boxe na TV, não me interesso em competições desse tipo, nunca tive um saco de pancada, nem sequer briguei na escola a ponto de dar ou levar porrada daquelas de sangrar o nariz ou coisa que o valha, mas eu adoro filmes de boxe, mais do que de qualquer outra luta ou arte marcial.

Assistindo ao recente O Vencedor, eu novamente me vi vibrando, torcendo e me emocionando com a história de um lutador que sofre muito, mas alcança a gloria por meio de um belo cruzado de direita seguido de um de esquerda na cintura do adversário. Então decidi elencar os melhores filmes de boxe que já assisti.

Em ordem de lançamento:

Luzes da Cidade (1931)

Apesar de não ser um filme sobre um boxeador, Luzes da Cidade contém uma das cenas mais antológicas desse esporte já vistas no cinema.

Charles Chaplin é um gênio incontestável e Luzes da Cidade, em minha opinião, é seu melhor filme. A união perfeita de humor com o drama, leva o espectador com extrema candura da gargalhada as lágrimas sem apelar para o banal.

Chaplin escreveu o roteiro, dirigiu, montou, compôs a trilha sonora e atuou soberbamente nesse clássico do sétima arte, aqui o eterno vagabundo se apaixona perdidamente pela florista cega (Virginia Cherrill), que pensa que ele é um milionário, aquele por sua vez fará de tudo para conseguir o dinheiro necessário para custear a cirurgia que devolverá a visão da amada, é em meio a essas empreitadas para conseguir a grama que o vagabundo irá entrar no ringue.

A luta de boxe é simplesmente engraçadíssima, melhor do ficar descrevendo ela aqui é você assisti-la.

O Campeão (1931)

Este filmaço dirigido por King Vidor (Guerra e Paz) conta a história do pugilista Andy “Champ” Purcell (Wallace Beery), que já fora um dos maiores nomes do boxe, porém se tornou um alcoólatra viciado em jogo e peregrina ao lado de seu filho Dink (Jackie Cooper). Apesar das bebedeiras homéricas e das condições de vida precárias, os dois se amam e adoram a companhia um do outro, mas a aparição da mãe do garoto (Irene Rich) pode mudar drasticamente a vida deles.

Em 1932 o ator Wallace Beery ganhou o Oscar pela sua magistral atuação neste filme, que também levou a estatueta de melhor trilha sonora.

O Campeão foi refilmado em 1979 pelo diretor Franco Zefirelli e conta com a grande atuação de John Voight no papel do ex-pugilista, também é um excelente filme. Assista os dois!

O Invencível (1949)

Esse excelente filme dirigido por Mark Robson conta a história do lutador Midge (Kirk Douglas), um rapaz pobre que após uma luta aleatória só para ganhar uns trocados é notado por um empresário que exalta sua coragem. Devido aos problemas financeiros, Midge, que nunca antes pensara em ser lutador de boxe, começa a se dedicar e acaba se tornando um grande campeão. Mas ao contrário de muitos filmes dessa seara, não assistimos somente os problemas anteriores ao momento de glória, aqui também é mostrado a decadência depois que o boxeador já se consagrou.

Também cabe dizer que esta é uma das melhores atuações do grande astro Kirk Douglas.

Punhos de Campeão – The Set-Up (1949)

Dirigido pelo versátil e extremamente talentoso Robert Wise (O dia em que a Terra parou; Amor, Sublime Amor e A Noviça Rebelde) The Set-up é outra obra-prima.

Bill “Stocker” Thompson (interpretado pelo exímio Robert Ryan) é um boxeador de 35 anos em franca decadência, que já não ganha mais nenhuma luta, mas mesmo com as súplicas da esposa (Audrey Totter) ele não desiste e acredita que seu próximo embate será triunfal. Acontece que ninguém mais acredita na vitória de Stocker, nem mesmo seu ambicioso agente (George Tobias), vendendo a luta para mafiosos locais que apostaram alto no adversário.

O filme tem somente 72 minutos, mas cabe dizer que o tempo real é também o tempo dramático, ou seja, toda a história se passa nesse intervalo de tempo, mostrando os minutos antes até um pouco depois da luta (aliás, uma das mais emocionantes que já assisti), tudo isso em uma fotografia perfeita em preto e branco e grandes atuações.

Não a toa foi declaradamente a maior inspiração de Martin Scorsese para rodar o clássico Touro Indomável.

Essencial!

Marcado pela Sarjeta (1956)

No texto acima eu não disse que Robert Wise era fodão? Então, olha ai outro clássico dele ai.

Esse filme é baseado na biografia do lutador Rocky Graziano (Paul Newman), assistimos toda sua trajetória desde a infância difícil, passando por períodos de delinqüência juvenil, prisões, alistamento no exercito e diversas enrascadas devido ao seu gênio irrequieto até o momento em que ele se torna Campeão Mundial peso médio.

Novamente a direção de Wise ganha brilho especial graças a excepcionais atuações de Paul Newman, Pier Angeli, Susan Hayward e a estréia de um dos maiores nomes do cinema, Steve McQueen.

Rocky, O Lutador (1976)

Adrian, Adrian, Adriaaaan…

Como se esquecer da melhor e mais emocionante luta de boxe dos cinemas? O confronto entre o lutador amador Rocky Balboa (Sylvester Stallone) e o campeão mundial peso-pesado Apollo Creed (Carl Weathers) é fantástico, na verdade esse filme inteiro é!

Essa é tranquilamente a melhor atuação de Stallone, o astro consegue passar todas as nuances do personagem e torná-lo  crível e humano, praticamente real.

John G. Avildsen (Karatê Kid) dirige o longa com punho e segurança, tornado seu ritmo impecável e nos proporcionando momentos antológicos, como a já citada luta final e as cenas do treinamento culminando na subida da escadaria do palácio da justiça da Filadélfia quando Rocky alcança o topo e ergue seus braços.

Fora que o roteiro escrito pelo próprio Stallone também é excelente, não fica focado somente na preparação para luta ou mesmo no confronto em si, ele consegue ir a fundo na vida das personagens e quando pensamos que o filme iria acabar em um clichê somos surpreendido por um final inteligente e extremamente eficiente.

Qualquer pessoa que fale mal desse primeiro Rocky merece ser nocauteado!

Touro Indomável (1980)

Olha só, mais uma vez lutas de boxe são pano de fundo para mais uma obra-prima.

Este é um dos melhores filmes de Martin Scorsese e também de Robert de Niro, dois monstros de Hollywood, preciso de mais para dizer que esse filme é sensacional?

O longa narra a história verídica do boxeador Jake La Motta (De Niro), que teve uma vida muito conturbada e cheia de altos e baixos. A interpretação de De Niro é impagável, conferindo ao protagonista uma intensidade e brutalidade digna do boxeador La Motta.

Touro Indomável não é um filme sobre boxe, é muito mais que isso, é sobre fúria, felicidade inalcançável, insegurança, auto-destruição. É um baita soco no estômago!

Sério, se você ainda não viu esse filme, para de ler essa bodega e vai assistir agora!

Hurricane – O Furacão (1999)

Apesar de não ter quase nenhum boxe, esse filme merece ser visto, pois conta a história de Hurricane, um grande lutador, que ficou mais famoso devido sua impressionante história do que propriamente por suas lutas.

O ano era 1966 e Rubin “Hurricane” Carter (magistralmente interpretado por Denzel Washington) estava a alguns dias da luta na qual disputaria o título mundial, mas acabou sendo acusado injustamente de três brutais assassinatos e foi condenado à prisão perpétua. Durante quase 20 anos preso ele escreveu um livro e começou a ganhar apoio de alguns ativistas para que seu caso fosse reaberto. A história trágica do boxeador acaba repercutindo nacionalmente e revelando injustiças devido ao preconceito racial.

A grande luta de Hurricane não acontece no ringue nem concorre ao cinturão de campeão, é uma luta intíma pela auto-preservação e vale a justiça e a liberdade, mesmo que tardia.

Fiquem com a música que Bob Dylan compôs em homenagem ao lutador:

Menina de Ouro (2004)

Dirigido por Clint Eastwood, diferente de todos outros filmes citados esse aqui é protagonizado por uma lutadora de boxe, e meus amigos, que lutadora!

A atriz Hilary Swank está irretocável no papel da amadora Maggie Fitzgerald, que aos 31 anos de idade ainda sonha e acredita que pode se tornar uma campeã, quando se encontra com o carrancudo Frankie Dunn (Eastwood) um velho treinador de boxe e dono de uma academia capenga, vê nele a possibilidade de poder treinar como se deve e quem sabe ganhar o cinturão. Mas nem tudo são flores, Frankie não quer treina-lá pois é mulher e já está velha para começar uma carreira profissional, mas a garota consegue amolecer o coração do veterano e logo a relação dos dois se fortalece e tudo começa a se encaminhar.

Maggie se revela uma grande e habilidosa lutadora e com grandes possibilidades se tornar campeã, e é durante a luta pelo título que o filme vira do avesso (assista para saber o que acontece), se tornando muito mais do que um filme comum de boxe.

Com atuações monstruosas de gigantes como Clint Eastwood e Morgan Freeman e também de Hilary Swank, Menina de Ouro é dentro dessa lista o filme mais tocante e profundo. O velho Dirty Harry criou outro clássico.

O Vencedor (2010)

O Vencedor conta uma história que não se distinguiria muito de qualquer outro filme de boxe: um lutador, Micky Ward (Mark Wahlberg) cansado de apanhar, com uma série de problemas familiares e que acredita estar na hora de dar a volta por cima. Até aí nada demais. A diferença deste filme em relação aos demais do gênero, entretanto, é que muito mais do que as lutas dentro do ringue expressarem os dramas vividos pelos personagens fora dele, é que existem dois grandes lutadores que compartilham estes dramas, mais do que falar de Micky e de sua ascensão como campeão, o filme fala de Dicky Eklund (Christian Bale), irmão do protagonista, ex-lutador decadente e viciado em crack.

Desde o começo o filme narra a gravação de um documentário sobre Dicky e a proximidade que mantém com os personagens faz com que a história seja ainda mais verossímil e, de certa forma, mais melancólica. Bale está magistral em sua interpretação de um personagem que facilmente nas mãos de outro ator se tornaria exagerado e caricato, principalmente devido a uma personalidade dúbia: ao mesmo tempo em que Dicky é um decadente, magro e frenético drogado é também cativante e esperançoso. Micky por sua vez é quase seu oposto, introvertido e responsável, suas duas histórias se unem num ambiente familiar bastante peculiar e instável, onde os conflitos se desenvolvem acerca da questão da lealdade. Neste filme centrado na relação dos dois personagens narra-se a luta de ambos para alcançar o sucesso, embora suas jornadas sejam diferentes, elas se unem a todo momento mostrando que a vitória de um depende da do outro, ainda que indiretamente.



É graduado em Ciências Econômicas pela Unesp. Notou na metade do curso que poderia unir o útil ao agradável e passou a estudar o mercado editorial de HQs. Apresentador e editor dos programas Pipoca e Nanquim, no qual discorrem sobre cinema e quadrinhos. Sempre gasta a maior parte do seu tempo e orçamento investindo nas suas coleções de quadrinhos, LPs e filmes.


25 thoughts on “Top 10 Filmes de Boxe

  1. Paula Dib

    Adorei a lista!

    Chaplin sempre me faz chorar! não sabia que ele tinha lutado boxe..

    Caraca você foi de 1931 a 2011, uma bela lista e um ótimo histórico do genêro.

    Já tomei nota aqui, vou ter que assistir Luzes da Cidade, Punhos de Campeão e O Vencedor.

    Beijo

    Reply
  2. Daniel Lopes

    Oi Paula!
    Obrigado pelo comentário, fico feliz que tenha curtido a lista.

    Assista "Luzes da Cidade", é muito bonito mesmo, se vc costuma chorar com Chaplin, prepara o lenço então, pois esse é um dos mais emocionantes.

    "Punhos de Campeão" é sensacional!
    Aproveite e veja "O Vencendor" nos cinemas, vale a pena viu.

    Beijão!

    Reply
  3. Alexandre

    Bom post, mas cadê O Lutador (Daniel Day Lewis) e O Campeão (Jon Voight)? Tinham que receber ao menos menção honrosa!

    Reply
  4. Daniel Lopes

    "O Campeão" de 1979 do Zefirelli foi citado sim! onde falo do de 1931.
    A menção honrosa esta lá! rs

    Já "O Lutador" foi um dos últimos limados da lista, bem como o filme "Boa de Briga" (Michelle Rodriguez).

    Reply
  5. Thiago Chaves

    Rocky, Menina de Ouro, Hurricane, Touro Indomável e Luzes da Cidade…que lista fantástica, só filmaço!

    Desses, o mais chocante é o "Menina de Ouro". Meu Deus, que filme tocante!

    Quero assistir agora o "O Vencedor", me arrepiei só pelo trailer!

    Ah sim, a música do Bob Dylan é ótima, por causa dela eu conheci o filme.

    Obs: O vídeo do "Luzes da Cidade" está sem som, este tem: http://youtu.be/ot1-O7nEvmk

    Reply
  6. Daniel Lopes

    Que legal que curtiu a lista Thiago!
    Tenho certeza que você irá gostar de "O Vencedor", assista e depois me conte o que achou.

    Obrigado pelo toque sobre a ceda do "Luzes da Cidade", coloquei o seu link.

    Abração!

    Reply
  7. Rui Moraes

    Excelente lista Daniel, nao ha o que contestarmos quando a qualidade dos titulos citados e o quanto pessoas "nao apreciadoras" desse esporte sao envolvidas por esses filmes.

    Quando falamos que boxe no cinema esses sao os titulos, mas se tratando de boxe existe uma cena impagavel que nao sai de minha mente:

    Em "Snatch – Porcos e Diamantes" de Guy Ritchie (que com certeza voce deve conhecer), numa luta ilegal, o cigano interpretado por Brad Pitt surpreende a todos (ou nao) com uma inesquecivel quebra de acordo. Aquela cena eh magnifica, ela ja faz valer o filme, sem falar na trilha sonora marcante que a segue, impossivel se esquecer, impossivel nao vibrar!

    Abracos!

    Rui Moraes

    OBS: Desculpe a falta de ascentuacao (meu teclado no linux eh "inconfiguravel")…

    Reply
  8. Daniel Lopes

    Olá Rui! Obrigado pelos elogios.
    Essa cena de "Snatch" (aliás, esse é um baita filme!) é inesquecível mesmo, como vc disse impossível não vibrar. Obrigado pela lembrança.
    Espero contar com seus comentários e novas participações aqui no Pipoca.

    Grande Abraço!

    Daniel

    Reply
  9. Thiago Chaves

    Fala, Daniel!

    Voltando aqui para indicar um baita filme que acabei de assistir.

    É o 'A Luta pela Esperança (Cinderella Man)', estrelado pelo Russell Crowe com a direção de Ron Howard (Uma Mente Brilhante,O Grinch).

    Me emocionei com o filme….já assistiu ele?

    Abraço!

    Reply
  10. fernando

    faltou dizer o filme a luta pela esperança com russel crow perfeito e alguem consegue me ajudar a conseguir the contender ficaria grato obrigado

    Reply
  11. Daniel Lopes

    Olá, pessoal!
    Eu assisti sim Luta pela Esperança, é um filme razoável, achei meio piegas demais e o diretor enfatiza muito quem é bom e quem é ruim. Não gosto muito dessa tipo de 'manipulação'.

    Mas a maior dificuldade de se fazer uma lista é deixar de fora algumas obras, não tem jeito rs, sempre irá faltar alguma. Mas isso que é divertido né.

    Obrigado pelos comentários!
    Quando assistirem algum dos filmes aqui da lista comentem o que acharam.

    abração!

    Reply
  12. Richard dean

    Belo post, não assisti a todos esses filmes mas esses q vc citou pelo q li são parecem ser otimos, tem dois filmes de boxe axo q deveriam estar tb ser citados: 1- a luta de esperança (russel crowe) e 2- o campeão de hitler q conta a historia do alemão max shimeling campeão dos pesos pesados em 1930 e com sua figura ligada a hitler como simbolo do nazismo. Para terminar tenho q assistir este touro indomavel já ouvi falar muito dele.

    Reply
  13. Vieira

    Uma boa lista de fato, mais faltou um dos melhores filmes do Wiil smith em que ele interpreta o fabuloso Mohammed alli, se nao o assistiu vale a dica blz!

    Reply
  14. Download Mp3

    Exceptional overcom! I have to novice concurrently as you modify your web site, the way may we sign up to get a site internet site? A account helped me your acceptable bargain. For a nice and somewhat acquainted with this your current send out given brilliant transparent notion

    Reply
  15. roberto

    Excelente postagem Daniel…inclusive por incluir o fllme Marcado pela sarjeta com Paul Newman. Abraço.

    Reply
  16. roberto

    Excelente postagem Daniel…inclusive por incluir o filme Marcado pela sarjeta com Paul Newman.

    Reply
  17. Bruno Silva

    Parabéns pela forma incrível que você comenta os filmes vou assistir Touro indomável valeu.

    Reply
  18. Marcio Costa

    Ótima lista… !!!! Só petardo !!!!!!!!! …Consegui comprar na internet a maioria deles, vale a pena ter essas pérolas em casa… Abração pra vcs do PN e obrigado pelas excelentes indicações !!!!

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *